Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

FORMAÇÃO CONTINUADA DO SCFV PARA IDOSOS

No description
by

Ana Paula Seger

on 23 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FORMAÇÃO CONTINUADA DO SCFV PARA IDOSOS

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS PARA IDOSOS
Foco:
desenvolver atividades que contribuam no processo de envelhecimento saudável, autonomia, sociabilidades, fortalecimento dos vínculos familiares e convívio comunitário, prevenindo situações de risco social.
Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais
(Resolução CNAS nº109/2009) define como
usuários
para este serviço as pessoas idosas com idade igual ou superior a 60 anos, em situação de vulnerabilidade social, em especial:
Beneficiárias do BPC;
Beneficiárias de programas de transferência de renda;
Com vivências de isolamento
TRAÇADO METODOLÓGICO:
Planejado, a partir de “situações desafiadoras” com o objetivo de orientar, estimular e promover o desenvolvimento de habilidades, aquisições e potencialidades de forma progressiva. Constituindo assim, um serviço caracterizado por

atividades continuadas
, ressaltando os objetivos da proteção social básica de prevenção de riscos sociais e de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.
GRUPOS
R
elações estabelecidas que o ser humano desenvolve, descobrindo o mundo e a si mesmo;
E
xpressa sua individualidade e constrói sua identidade. A vida social é composta por estas características – relação, contato, outro, diferenças, tensões, conflitos, singularidades, pluralidade, convivência – e assim é a vida dos grupos sociais.
Não há obrigatoriedade
na participação dos grupos ofertados por este serviço, mas ao aceitar essa participação gera um compromisso com o grupo.
1. Convivência Social e Intergeracionalidade

desenvolvimento de sociabilidades, estimulam vivências coletivas, o estar em grupo em relação com o outro, privilegiando a convivência intergeracional, de modo a fortalecer os vínculos familiares e comunitários e previnir riscos sociais como segregação e o isolamento.
2. Envelhecimento Ativo e Saudável
– r
ealização de atividades que tratem do processo de envelhecimento, de ser pessoa idosa, das perdas e ganhos advindos com a idade, produzindo espaços de reflexão, debate e vivências que permitam ressignificar experiências, desenvolver habilidades, capacidades, novas motivações e possibilitem a construção de projetos de vida.
3. Autonomia e Protagonismo

desenvolver a autonomia da pessoa idosa, por meio de situações que prorcionam a realização de atividades que potencializem sua capacidade pessoal de produção, de escolha e decisão, valorizando experiências de independência, fortalecendo a autoestima, a identidade, o sentimento de liberdade e a sensação de domínio e controle sobre a própria vida.
EIXOS ESTRUTURANTES
são três
1. Convivência Social e Intergeracionalidade

2. Envelhecimento Ativo e Saudável

3. Autonomia e Protagonismo
TEMAS TRANSVERSAIS
1. Envelhecimento e Direitos Humanos e Socioassistenciais
2. Envelhecimento Ativo e Saudável
3. Memória, Arte e Cultura
4. Pessoa Idosa, Família e Gênero
5. Envelhecimento e Participação Social
6. Envelhecimento e Temas da Atualidade
ORGANIZAÇÃO DAS ATIVIDADES:
Serviço realizado em grupos,
organizado a partir de percursos
, de modo a
garantir aquisições progressivas
, de acordo com o seu ciclo de vida.

Formas de intervenção

social planejada
que
cria situações desafiadoras
, estimula e orienta os idosos na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, na família e no território.

(BRASIL, 2009 c, p.9)

O SCFV PARA PESSOAS IDOSAS COMPREENDE:
Encontros regulares
e fortalecimento de vínculos com periodicidade semanal e duração de
até duas horas
.
Encontros mensais

ou
ao final de cada percurso
, podendo envolver a participação de diversos grupos, de familiares e pessoas da comunidade
.
Atividade de convívio de livre
participação, realizadas no mínimo uma vez por semana.
Oficinas
que aprofundem os temas transversais, realizadas pelo menos duas, com duração mínima de oito horas.

PLANEJAMENTO, SISTEMATIZAÇÃO E AVALIAÇÃO
Planejar é
imprescindível. Este ato deve se incorporar na rotina diária, fazer parte das atividades e estar em sintonia com outros planos (Plano Municipal de Assistência Social), além dos objetivos ancorados nesta realidade, de modo a traçar prioridades concretas e metas estratégicas.
Sistematização e avaliação
deve ser de forma contínua e processual e, para isso, o ideal é que sejam desenvolvidos instrumentos de registro das atividades, da experiência das pessoas e do grupo
By Ana Paula Seger
Idoso
ou
Velho
?

Idosa
é uma pessoa que tem muita idade.
Velha

é a pessoa que perdeu a jovialidade.

A
idade
causa degenerescência das células. A
velhice
causa a degenerescência do espírito. Por isso nem todo
idoso
é
velho
e há
velho
que ainda nem chegou a ser
idoso
.
Você é
idoso
quando sonha. É
velho
quando apenas dorme.

Você é
idoso
quando ainda aprende. É
velho
quando já nem ensina.
Você é
idoso
quando pratica esportes, ou de alguma outra forma se exercita. É
velho
quando apenas descansa.

Você é
idoso
quando ainda sente amor. É
velho
quando só tem ciúmes e sentimento de posse.
Você é
idoso
quando o dia de hoje é o primeiro do resto de sua vida. É
velho
quando todos os dias parecem o último da longa jornada.

Você é
idoso
quando seu calendário tem amanhãs. É
velho
quando seu calendário só tem ontens.
O
idoso
é aquela pessoa que tem tido a felicidade de viver uma longa vida produtiva, de ter adquirido uma grande experiência. Ele é uma ponte entre o passado e o presente, como o jovem é uma ponte entre o presente e o futuro. E é no presente que os dois se encontram.
Velho
é aquele que tem carregado o peso dos anos, que em vez de transmitir experiência às gerações vindouras, transmite pessimismo e desilusão. Para ele, não existe ponte entre o passado e o presente, existe um fosso que o separa do presente pelo apego ao passado.
O
idoso
se renova a cada dia que começa; o
velho
se acaba a cada noite que termina.

O
idoso
tem seus olhos postos no horizonte de onde o sol desponta e a esperança se ilumina. O
velho
tem sua miopia voltada para os tempos que passaram. O
idoso
tem planos. O
velho
tem saudades.
O
idoso
curte o que resta da vida. O
velho
sofre o que o aproxima da morte.

O
idoso
se moderniza, dialoga com a juventude, procura compreender os novos tempos. O
velho
se emperra no seu tempo, se fecha em sua ostra e recusa a modernidade
O
idoso
leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças. Para ele o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega. O
velho
cochila no vazio de sua vida e suas horas se arrastam destituídas de sentido.
As rugas do
idoso
são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso. As rugas do
velho
são feias porque foram vincadas pela amargura.

Em resumo,
idoso
e
velho
, são duas pessoas que até podem ter a mesma idade no cartório, mas têm idade bem diferente no coração.
A vida, com suas fases de infância, juventude, madureza, é uma experiência constante. Cada fase tem seu encanto, sua doçura, suas descobertas. Sábio é aquele que desfruta de cada uma das fases em plenitude, extraindo dela o melhor. Somente assim, na soma das experiências e oportunidades, ao final dos seus anos guardará a jovialidade de um homem sábio. Se você é
idoso
, guarde a esperança de nunca ficar
velho
.
Depoimento de um idoso de 70 anos/Disponível em: http://www.mensagensreflexao.com.br/idosos-ou-velhos

Público prioritário
para a meta de inclusão no SCFV:
Em situação de isolamento;
Trabalho infantil;
Vivência de violência e, ou negligência;
Fora da escola ou com defasagem escolar superior a 2 anos;
Em situação de acolhimento;
Em cumprimento de MSE em meio aberto;
Egressos de medidas socioeducativas;
Situação e abuso e/ou exploração sexual;
Com medidas de proteção do ECA;
Crianças e adolescentes em situação de rua;
Vulnerabilidade que diz respeito às pessoas com deficiência.
Full transcript