Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Saúde do Trabalhador

No description
by

Júlia Monteiro

on 31 October 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Saúde do Trabalhador



** São divididas em dois grandes grupos:

A investigação é a análise dos acidentes devem ser realizadas pelo Empregador, para apuração das causas que levaram ao acidente, a adoção de medidas de controle para evitar ou reduzir outros acidentes, a implementação
das ações corretivas e preventivas e a confirmação da eficácia das medidas de controle adotadas.
As consequências de acidentes de trabalho são as LESÕES
Causas de Acidentes de Trabalho
Equiparações de Acidente do Trabalho
Análise e investigação de acidentes
**
A investigação visa levantar fatos e dados, através de entrevistas, reuniões, evidências de campo, documentos, efeitos e consequências, enfim, de todas as informações capazes de levar à reconstrução dos fatos que levaram à ocorrência do acidente.

Cada empresa deve implementar sua metodologia de investigação e análise e, no final, gerar um relatório conclusivo que deverá ser divulgado na empresa.

* Criação de Comissão específica
, pelo Gerente da empresa, para investigar e analisar os acidentes. Incluindo-se nessa Comissão, no mínimo: o supervisor do acidentado/Incidente significativo, profissional experiente de SSO (Segurança e Saúde Ocupacional), membro da CIPA, trabalhador experiente na atividade do acidentado/Incidente significativo e testemunha do evento.

*
Fixação de prazo para essa Comissão
entregar o relatório
.

*
Determinação para que o
processo de investigação
ocorra com base em um procedimento que contenha:

Tuesday, August 18, 2015
Aula 2 - Saúde do Trabalhador
EPI & EPC
Principais Fatores de Prevenção:
Ambiente de Trabalho
No enfoque global, não só o posto de trabalho (local da prestação) mas todos os fatores que interferem no bem-estar do empregado (ambiente físico), e todo o complexo de relações humanas na empresa, a forma de organização do trabalho, sua duração, os ritmos, os turnos, os critérios de renumeração, as possibilidades de progresso etc., servem para caracterizar o meio ambiente do trabalho.
Sebastião Geraldo de Oliveira, SP:LTr,1996
É a interação do local de trabalho, ou onde quer que o empregado esteja em função da atividade e/ou à disposição do empregador, com os elementos físicos, químicos e biológicos presentes, incluindo toda sua infra-estrutura (instrumentos de trabalho), bem como o complexo de relações humanas na empresa e todo o processo produtivo que caracteriza a atividade econômica de fins lucrativos.
Monica Maria Lauzid de Moraes, SP:LTr,2002
Saúde do Trabalhador
Conjunto de conhecimentos oriundos de diversas disciplinas, como Medicina Social, Saúde Pública, Saúde Coletiva, Clínica Médica, Medicina do Trabalho, Sociologia, Epidemiologia Social, Engenharia, Psicologia, entre tantas outras, que aliado ao saber do trabalhador sobre seu ambiente de trabalho e suas vivências das situações de desgaste e reprodução, estabelecem uma nova forma de compreensão das relações entre saúde e trabalho e propõe uma nova prática de atenção à saúde dos trabalhadores e intervenção nos ambientes de trabalho.

(Mendes,97)
Acidente do Trabalho
Saúde do Trabalhador
Compreende conhecimentos de diversas áreas. E cada metodologia traz suas influências para o campo da saúde do trabalhador, com contribuições:
Engenharia de produção e segurança do trabalho;
Ergonomia;
Direito trabalhista, previdenciário, sanitário e ambiental;
Ciências Sociais;
Economia;
Sociologia;
Antropologia;
Epidemiologia;
Saúde Ocupacional;
Medicina e enfermagem do trabalho;
Saúde Pública;
Saúde Mental;
Abordagens psicossociais;
Humanização.
(Minayo-Gomez C, Thedim-Costa SMF,2000)
Acidente:
é um evento inesperado e quase sempre indesejável que causa danos pessoais, materiais (danos ao patrimônio), danos financeiros e que ocorre de modo não intencional.

Acidente do Trabalho
Incidente:
todo evento não programado, nem planejado, portanto indesejável que interrompe uma atividade normal, porém não causa dano ao indivíduo ou a propriedade tendo como consequência a perda de tempo.
Acidente do Trabalho:
todo evento não programado, nem planejado, portanto indesejável, no exercício do trabalho que resulta em perda de tempo, lesão, doença ou morte do indivíduo ou causa algum dano a pessoa ou propriedade.

Acidente do Trabalho - Visão Legal
É todo aquele que ocorrer pelo exercício do trabalho, a serviço da empresa, provocando
lesão corporal
,
pertubação funcional
ou
doença
que cause morte, perda ou redução, permanete ou temporária, da capaciddade para o trabalho.

Tem como objetivo, proteger o trabalhador quando ele vivênciar um acidente e sofrer uma lesão que o obrigue a ficar afastado do trabalho.

O acidente do trabalho será caracterizado tecnicamente pela perícia médica do INSS, mediante a identificação do nexo entre o trabalho e o agravo.

A
lesão corporal
é o dano anatômico, tal como a fratura, o esmagamento, a perda de um pé.

A
perturbação funcional
é o dano, permanente ou transitório, uma alteração psicológica ou psíquica, tal como perturbação da memória, da inteligência ou da linguagem, decorrente da atividade profissional.

As
doenças

profissionais e as doenças do trabalho são consideradas também como acidentes do trabalho.
O conceito prevencionista é aquele prescrito pelas Entidades Técnicas, como por exemplo a ABNT, por meio da norma NBR 14.280 (Cadastro de Acidentes do Trabalho) que define o acidente como uma “ocorrência imprevista e indesejável, instantânea ou não, relacionada com o exercício do trabalho, que provoca lesão pessoal ou que decorre de risco próximo ou remoto dessa lesão”.

É qualquer ocorrência não programada, inesperada que interfere ou interrompe o processo normal de uma atividade, trazendo como consequência isolada ou simultâneamente a perda de tempo, ou dano material ou lesões ao homem.

É considerado desde a ocorrência do incidente.
Prevenção
Pirâmide de Heinrich & Pirâmide de Bird
Ato Inseguro
É o ato que contrariando o preceito de segurança pode causar ou favorecer a ocorrência de acidente. Ele é a maneira pela qual o trabalhador se impõe consciente ou inconsciente aos riscos.

Analisando os acidentes pelo lado dos ATOS INSEGUROS, podemos verificar que os trabalhadores se expõem ao risco por razões, em sua maioria injustificáveis.


Exemplos:
Manutenção ou limpeza de máquinas em movimento;
Retirar a proteção de máquinas e equipamentos;
Realização de atividade sem autorização;
Levantamento inapropriado de cargas;
Usar ferramentas defeituosas;
Brincadeiras inoportunas;
Deixar de utilizar o EPI;
Improvisação de ferramentas;



Condição Insegura
É aquela que, presente no ambiente de trabalho, coloca em risco a integridade física e/ou mental do trabalhador, devido à possibilidade do mesmo se acidentar.
Em se tratando de Condição Insegura, o arranjo físico, a limpeza e a ordem, são pontos básicos para se prevenir acidentes.

Nas instalações da empresa:
* Áreas insuficientes; pisos irregulares;
* Excesso de ruídos e trepidações;
* Falta de ordem e limpeza;
* Instalações defeituosas (gambiarras);
* Falta de sinalização.

Nas máquinas e equipamentos:
* Localização impróprias das máquinas;
* Falta de proteção em partes móveis;
* Máquinas apresentando defeitos.

Na proteção do trabalhador:
* Proteção insuficiente ou totalmente ausente;
* Equipamentos de proteção defeituosos ou vencidos;
* Roupas inadequadas para a execução da tarefa;
* Calçados inadequados;

Definições
* Perigo:
fonte ou situação com potencial para provocar danos em termos de lesão, doença, dano à propriedade, dano ao meio ambiente, do local de trabalho, uma combinação destas.

* Risco:
Combinação da probabilidade de ocorrência e da(s) consequência(s) de um determinado evento perigoso.

* Imprudência:
Aquele que não toma os cuidados normais que qualquer pessoa tomaria. Acontece quando existe o excesso de confiança.

* Negligência:
Não houve desrespeito com as normas ou com o procedimento, mas
huove omissão de informações ou falta de observação, de cuidado.

* Imperícia:
É praticar uma ação sem aptidão especial, sem habilidade, conhecimento e sem a experiência necessária.


Acidente sofrido fora do local e horário de trabalho:

Na execução de ordem ou na realização de serviço sobre a autoridade da empresa.
Em viagem a serviço da empresa ou para treinamnetos ou cursos com objetivo de cpacitação de mão de obra, independente do meio de transporte utilizado.
Os infortúnios ocorridos nos intervalos destinados à refeição ou descanso, ou nos períodos destinados à satisfação das necessidades fisiológicas, no local de trabalho ou durante este.
Ocorre no percurso habitual de sua residência para a empresa ou da empresa para a sua residência.
No período destinado as refeições ou descanso.


Acidente de Trajeto:
Doença - contaminação acidental do empregado no exercício de sua atuvidade:
Manilação de instrumentos com sangue ou outro produto contaminado.
Ato de agressão, sabotagem ou terrorismo praticado por terceiro ou companheiro de trabalho;
Ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa;
Desabamento, inundação, incêndio e outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior;
Doença proveniente de contaminação acidental do empregado no exercício de sua atividade:

**
Doença do Trabalho

**
Doença Profissional

Acidente que pode ocorrer no lacal e horário de trabalho:
Doença Profissional = Tecnopatia

É aquela doença produzida ou desencadeada pelo exercício da profissão, da atividade executada. Os colaboradores que a desenvolve, são aqueles que possem os mesmos comportamentos e de forma repetida.

Doença do Trabalho: Mesopatia

É aquela adiquirida em função de condições especiais de trabalho em que se evidência a exposição de um determinado agente ambiental não comum a todos os profissionais que exercem aquela atividade.

Artigo 19 da Lei 8.213/91
Artigo 20 da Lei 8.231/91
Acidente do Trabalho & Visão Prevencionista
Acidente do Trabalho & Visão Prevencionista
Na parte conceitual acidentária, os seguintes termos da NBR 14.280 são amplamente utilizados, são eles:

* Acidente pessoal:
aquele cuja caracterização depende de existir acidentado, cuja consequência será a lesão do trabalhador envolvido.

* Acidente impessoal
: aquele cuja caracterização independe de existir acidentado de ocorrência eventual que resultou ou poderia ter resultado em
lesão pessoal.

* Acidentes típicos:
aqueles que ocorrem no exercício do trabalho, como a queda de uma escada e troca de uma lâmpada na empresa, por exemplo.

* Acidente de trajeto:
o acidente sofrido pelo empregado no percurso da residência para o trabalho ou deste para aquela.

* Lesão imediata:
é a lesão que se verifica imediatamente após a ocorrência do acidente.
* Acidentado:
é o trabalhador vítima do acidente.

* Lesão mediata (tardia):
é a lesão que não se verifica imediatamente após a exposição à fonte da lesão; caso seja caracterizado o nexo causal, isto é, a relação da doença com o trabalho, ficará caracterizada como doença ocupacional.

* Incapacidade permanente total:
é a perda total da capacidade de trabalho, em caráter permanente, exclusive a morte. Esta incapacidade equivale à lesão que, não provocando a morte, impossibilita o acidentado, permanentemente, de exercer o trabalho.

* Incapacidade permanente parcial:
é a redução parcial da capacidade de trabalho, em caráter permanente.

* Acidente com perda de tempo ou lesão incapacitante:
é o acidente pessoal que impede o trabalhador de retornar ao trabalho no dia útil imediato ao do acidente ou de que resulte incapacidade permanente.

Acidente do Trabalho & Visão Prevencionista
Acidente do Trabalho & Visão Prevencionista
* Acidente sem perda de tempo (sem afastamento):
é o acidente pessoal cuja lesão não impede que o trabalhador retorne ao trabalho no dia útil imediato ao do acidente, desde que não haja lesão incapacitante.

* Morte (óbito):
cessão da capacidade de trabalho, pela perda da vida, independente do tempo decorrido desde a lesão.

* Dias perdidos:
são os dias de afastamento de cada acidentado, contados a partir do primeiro dia de afastamento até o dia anterior ao do dia de retorno ao trabalho, segundo a orientação médica.



Em 1931, Heinrich publicou um estudo sobre os custos segurados (diretos) e não segurados (indiretos) dos acidentes, tendo encontrado uma relação de custos que foi de 4:1 custos indiretos/custos diretos, apresentando como resultado a seguinte proporção: para cada lesão incapacitante, haviam 29 lesões menores e 300 acidentes sem lesão (incidentes).

O mérito da teoria foi despertar as empresas para a necessidade da prevenção de acidentes, por meio da percepção prévia da figura do “incidente” ou quase-acidente.

Pirâmide de Heinrich
Pirâmide de Bird
1966
, Bird - Estudo - Em uma empresa metalúrgica com 90.000 acidentes, com 5.000 trabalhadores, durante 7 anos, encontrando a seguinte proporção:
1:100:500

1969,
publicação de estudo com fundamentos estatísticos da análise de 1.753.498 ocorrências, obtidas de 297 empresas que empregavam 1.750.000 pessoas. Proporção:
1:10:30:600

Os estudos de Bird inovaram o conceito de acidentes com danos à propriedade, ou seja, além das lesões pessoais da teoria de Heinrich, observou que ocorriam também acidentes sem lesão, mas que geravam perdas e danos à propriedade ou à empresa.

Acidente do Trabalho & Visão Prevencionista
** CAT:
deve ser emitida até o primeiro dia útil após o acidente típico ou acidente de trajeto e doença profissional, após o primeiro dia útil após o diagnóstico médico.

* CAT Inicial:
É usada quando acontece o acidente ou doença ocupacional.

* CAT de Reabertura:
É usada quando há agravamento de lesões decorrentes de acidente ou doença do trabalho.
* Quando um trabalhador já estava recuperado e tem uma piora. Nesse caso se usa a data do acidente inicial.

* CAT de Óbito:
É preenchida em caso de falecimento.
* Só vale para casos de óbito que ocorreram após o preenchimento da CAT inicial.

** Para que serve a CAT?
Serve para comunicar ao INSS que determinada pessoa sofreu um acidente de trabalho ou doença ocupacional. É também a principal ferramenta de estatísticas de acidente de trabalho e de trajeto da Previdência Social.
(Lei 8.213/91).
(OSHAS, 18.001:2007).
Equiparações de Acidente do Trabalho
a) Modelo padronizado de relatório

b) Coordenador da Comissão de Investigação

c) Forma de levantamento e coleta de dados

d) Cronologia do evento

e) As causas (básicas e imediatas)

f) Guia para determinação das causas básicas e imediatas

g) Aplicação da técnica de investigação mais adequada.

h) A identificação dos elementos do sistema de gestão que necessitam ser melhorados

i) Recomendações de ações corretivas e preventivas

j) Forma de documentação dos resultados

k) Divulgação do evento e do relatório no âmbito da empresa

l) Verificação da eficácia das ações corretivas ou preventivas implementadas
Processo de Investigação - sua composição:
Aumentar o grau de liberdade para a realização da tarefa, reduzindo a repetição e a fragmentação;

Proporcionar rodízios de função;

Levar em conta que a capacidade produtiva de uma pessoa pode variar e que essa capacidade é diferente entre uma pessoa e outra;

Estabelecer pausas, durante a jornada de trabalho para relaxar, já que existem normas e leis que exigem descansos periódicos em determinadas tarefas/funções;

Moveis adequados à função, compatíveis com as características físicas de cada trabalhador;

Implantação de programas onde a criatividade, e a realização profissional sejam objetivos comuns das empresas e trabalhadores;

Principais Fatores de Prevenção:
Equipamento de Proteção Individual & Coletiva
*
Destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.
*
Só pode ser posto à venda ou utilizado se possuir o CA.
Equipamento de Proteção Individual & Coletiva

A empresa é obrigada a fornecer ao empregado, gratuitamente
, EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservação e funcionamento, nas seguintes circunstâncias:

– Sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes do trabalho ou de doenças ocupacionais;

– Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas;

– Para atender situações de emergência.

* Com o nascimento do novo texto da Norma Regulamentadora nº10 a vestimenta passa a ser também considerada um dispositivo de proteção complementar para os empregados.
** Quanto ao EPI cabe ao empregador:

– Adquirir o EPI adequado ao risco de cada atividade;

– Exigir o seu uso;

– Fornecer ao empregado somente EPI’s aprovados pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho;

– Orientar e capacitar o empregado quanto ao uso adequado acondicionamento e conservação;

– Substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;

– Responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica;

– Comunicar ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) qualquer irregularidade observada.

– Registrar seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico. NR 6.6.1 letras a até h.
* São todos dispositivos de uso coletivo, destinados a proteger as integridades física dos trabalhadores.
Equipamento de Proteção Individual & Coletiva
** Deve-se:

- Usá-los apenas para a finalidade que se destina.

- Responsabiliza-se por sua guarda e conservação.

- Comunicar qualquer alteração que o torne impróprio para o uso.

- Adquirir o tipo adequado a atividade do empregado.

- Treinar o trabalhador sobre seu uso adequado.

- Tornar obrigatório seu uso.

- Substituí-lo quando danificado ou extraviado.

*** Equipamentos de Proteção Coletiva- EPC's:

- Extintores de incêndio
- Lava-olhos
- Capelas
Full transcript