Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Relato de caso: Grupo de mulheres UBS - Aracy II

No description
by

Bárbara Brito

on 3 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Relato de caso: Grupo de mulheres UBS - Aracy II

Relato de caso: Grupo de mulheres UBS - Aracy II
Participantes
6 mulheres, moradoras do bairro Aracy II, nem todas com atendimento da T.O.
Terapeuta Ocupacional Janaína, enfermeira psiquiátra Lucimara, alunas Bárbara, Nathália, Thaís e Vitória.
6 - V.M.J
60 anos, Chegou no postinho pedindo por agendamento com psicóloga
Problemas familiares e medo súbito de dirigir - motivo pelo qual foi encaminhada ao psiquiatra.
Apresentou-se bem animada apesar de alguns conflitos com a família, porém não faltou aos grupos e foi sempre bem participativa.

Público alvo
Mulheres que fazem tratamento medicamentoso com o acompanhamento do psiquiátra Dr. Craveiro da rede UBS-Aracy II de São Carlos
Objetivo do grupo
Proporcionar às participantes bem estar, melhora da auto estima e interação interpessoal com o uso de atividades educacionais e dinâmicas.
4- M.F.S.

Trabalhou com carpinagem por 20 anos, fazia serviços domésticos e trabalhou como faxineira;
Apresenta hipertensão, depressão, gastrite, osteoporose.
5- S.P.G.M.
50 anos, casada, dona do lar, auxiliar de limpeza, estudou até a 8ª série.
Problemas familiares [filho com D.M., filha de 14 anos grávida, filha mais velha separada]; separação conjugal [após 17 anos de casamento].
Apresentava histórico de depressão com episódios mistos [insônia, desânimo, falta de apetite, angústia, choro fácil, irritabilidade e crises], que prejudicavam até o seu auto cuidado.
Hoje já apresenta comportamento mais asseado e vai sozinha aos grupos.

Thaís Nishiama
Bárbara Brito Preceptora: Janaína

3 - M.G. A. S.
51 anos , solteira, funcionária pública [auxiliar de limpeza da unidade], cuidadora da mãe, fumante.
Esquizofrênica, apresentando medo de morrer e delírios persecutórios
Sua mãe também passa pelo Dr. Craveiro e tem hipotese inicial de Alzheimer
Ambas já passaram por internação em hospital psiquiátrico.

2 - E.S.A.L.
58 anos, casada, 5 filhos, do lar.
Começou em 2007 à apresentar flutação emocional, desorientação em relação ao tempo e espaço, e fala compulsiva.
2011 - refere-se a insônia, crises de ansiedade e humor deprimido. Relata não fazer uso do álcool e nem drogas/tabaco.
Não trabalha e não recebe benefício. Vive com o esposo em um relacionamento complicado e não mora com nenhum dos cinco filhos.
Acredita que o remédio melhorará sua ansiedade, tristeza e inquietação.
1 - A.C.J.A
.
40 Anos, solteira, morava em SP e chegou em São Carlos em setembro de 2012.
Tem atraso cognitivo, dificuldade na fala e não é alfabetizada.
Passou por relacionamento amoroso em SP sem contato sexual.
Ficou com depressão e desespero com o relacionamento, onde o rapaz referiu jamais "se casar" com uma PPD.
Após inicio de atendimento com T.O. a usuária se apresentou gradativamente mais motivada e comunicativa.
Segunda-feira, 14h30 às 15h30.
Local: Sala improvisada, utilizada pela fisio.
Duração e localização
50 anos, casada, trabalha para a prefeitura há 21 anos como serviços gerais.
Atividades realizadas
Apresentações expositivas sobre alguns assuntos do interesse das participantes (diabetes e depressão)
Dinâmicas corporais e reflexivas para melhora da autoestima e interação interpessoal.
Conclusões
Tivemos a oportunidade de entrar em contato com pessoas e histórias de vida
Paradigmas foram quebrados, como a imagem que possuíamos do bairro Aracy;
Pudemos desenvolver questões que envolviam responsabilidade e desenvoltura ao lidar com as pessoas
Tivemos um crescimento muito grande não somente como futuras profissionais, mas também como pessoas.
Full transcript