Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Deficiência na adesão de Leucócitos Bovina

No description
by

leticia mesquita

on 10 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Deficiência na adesão de Leucócitos Bovina

Dentre as moléculas de adesão são destacadas quatro grandes famílias: imunoglobulinas, selectinas, caderinas e, principalmente, as integrinas.

O extravasamento de neutrófilos requer a interação entre as integrinas B2 e as moléculas de adesão intercelular dos endotélios.
Sem as integrinas B2, os neutrófilos são incapazes de adentrar os tecidos e destruir os patógenos invasores.

Por ser uma doença autossômica recessiva hereditária, heterozigotos possuem um fenótipo normal, mas podem gerar crias com a doença se cruzarem com outro heterozigoto (25% de chance).
Ainda existem a CLAD que é a mesma deficência,porém em cães e a LAD que acomete os humanos.

A Blad no gado holandês é causada por uma mutação pontual (adenina para guanina) no gene da proteina CD18 que resulta na subtituição de uma glicina por um ácido aspártico na posição 128 da proteina.

Deficiência na adesão de Leucócitos Bovina
Consiste numa grande redução na expressão das integrinas β2 heterodimericas dos leucócitos,resultando em múltiplos defeitos na função leucocitária.

BLAD

Mais conhecida por BLAD (Bovine Leukocyte Adhesion Deficiency), é uma doença que atinge os bezerros jovens da raça Holstein. Ela causa imunodeficiência devido a inabilidade dos leucócitos de se aderirem as paredes dos vasos, e assim de migrarem para os locais de infecção.
A adesão leucocitária é um evento fundamental para o processo inflamatório já que consiste no deslocamento de células de defesa , mediante a participação de moléculas de adesão ,
para os respectivos sitios de lesão.

Os animais que sofrem com a doença frequentemente sofrem infecções bacterianas e recorrentes .

A maioria dos animais doentes morrem com menos de 1 ano de idade e os que sobrevivem apresentam desenvolvimento retardado.
Algumas podem chegar a viver mais de 2 anos,mas seus potencial reprodutivo e leiteiro é muito reduzido devido a seu baixo ganho de peso e má saúde


Inicialmente a mutação foi transmitida por um famoso touro chamado Osborndale Ivanhoe que viveu na década de 60 e deu origem uma das principais linhagens da raça Holandesa.


Penstate Ivanhoe Star- Filho
Carlin M Ivanhoe Bell – Neto

Aa X Aa

AA Aa Aa aa
25% 50% 25%

10 Milhões de vacas da raça holandesa nos E.U.A
16 mil bezerros nascem com Blad ,a cada ano.

Aproximadamente perde-se US$ 300.00,por bezerro.

IMPACTOS ECONÔMICOS
Assim bovinos com blad custam aos consumidores e produtores de leite US$ 5.000.000 anualmente,somente nos E.U.A.
Devido a isso a blad é considerada uma doença genética mais importante dentro da produção animal.

No Brasil, o sêmen e embriões de bovinos da raça holandesa são importados, para criação de rebanhos leiteiros, sem controle para BLAD.

No artigo os autores propuseram um método para determinação do gene mutado, para facilitar a escolha correta dos animais reprodutores e assim diminuir a transmissão da doença.

METODOLOGIA
A técnica consiste na realização de quarenta ciclos de amplificação da região do gene CD18, onde ocorre a mutação, através do PCR.
Após a amplificação as aliquotas foram submetidas a digestão da enzimas de restrição e submetidas a eletroforese.

Hae III

Taq I


Com a identificação de animais portadores de Blad, é possível utilizar em inseminações artificiais, sêmen de animais comprovados negativos para a doença.
A fim de eliminar o gene deletério da população bovina dentro das próximas gerações


GARCIA, J. F.; HOETZEL, I.; et al. Utilização de marcadores de DNA para o diagnóstico genômico de animais domésticos: 1. Detecção da mutação pontual causadora da Deficiência de Adesão de Leucócitos Bovinos (BLAD) em gado Holandês no Brasil. [Use of DNA markers for genomic diagnosis of domestic animals: 1. Detection of point mutation causing Bovine Leukocyte Adhesion Deficiency (BLAD) in Brazilian Holstein cattle.] Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, São Paulo, v.33,. n.3, p. 133-135, 1996.
SANTOS, G. J. L.; PINHEIRO, D. C. S. N. Adesão Leucocitária na Medicina Veterinária: Aspectos moleculares e enfermidades relacionadas. [Leukocyte adhesion in veterinary medicine: Molecular aspects and related diseases]. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2012. Acta Veterinária Brasilica, v.6, n. 4, p. 249-259, 2012.


Referências bibliograficas
Full transcript