Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Controle Microbiológico

No description
by

Maycon Lázaro Pinheiro

on 1 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Controle Microbiológico


Controle Microbiológico
Agentes Físicos
O que é o
controle microbiológico?
• O controle de micro-organismos se refere às diferentes formas de destruir, remover ou inibir os micro-organismos.

• O método de escolha depende do tipo de material que contém o micro-organismo. Este controle pode ser feito através de métodos físicos e métodos químicos.

Por que é
importante
controlar?
• Prevenir a transmissão de doenças.
• Evitar a decomposição de alimentos.
• Evitar a contaminação da água e do ambiente.
Fatores que influenciam o controle microbiano
Temperatura:
o aumento da temperatura pode apressar a destruição dos micro-organismos.

Tipo de micro-organismo:
as espécies de micro-organismos diferem em sua susceptibilidade aos agentes de controle. Nas espécies esporuladas, as formas vegetativas são muito mais sensíveis, enquanto as formas esporuladas são mais resistentes.

Fatores que influenciam o controle microbiano
Estado fisiológico das células:
células jovens (metabolicamente ativas) são mais facilmente destruídas que as células velhas ou em latência.

Condições ambientais:
as propriedades físicas e químicas do meio ou das substâncias do micro-organismos têm profunda influência. A eficiência do calor, por exemplo, é muito maior nos meios ácidos do que nos alcalinos.

Consistência do material (aquosa ou viscosa):
influi na penetração do agente.

Altas concentrações de carboidratos
aumentam, em geral, a resistência térmica dos micro-organismos.
Conceitos
Esterilização:
destruição, remoção e inativação definitiva.
Desinfecção:
morte de micro-organismos patógenos; reduz ou inibe o crescimento, mas não necessariamente esteriliza.
Agentes físicos de controle
• Calor
• Radiação
• Microondas
• Tindalização
• Armazenamento em baixas temperaturas
• Indicadores Biológicos
• Filtração
• Pressão Osmótica
• Dessecação
• É o mais comum, por ser eficaz, barato e prático.
• A redução de micro-organismos ocorre de forma exponencial.
• Pode ser dividido em
Calor Úmido
e
Calor Seco.
Calor
• Variações de resistência divididas em:

- Ponto de morte térmica:
menor
temperatura
que mata micro-organismos de uma espécie, em suspensão, em 10 minutos.

- Tempo de morte térmica:
menor
tempo
para matar micro-organismos de uma espécie, em suspensão, em uma dada temperatura.

- Tempo de redução decimal (grau de resistência ao calor):
tempo, em minutos, que leva para 90% da população ser morta, em dada temperatura.
Calor
• Morte por desnaturação de proteínas e fluidificação dos lípides.


Fervura:
a 100ºC, eliminando, em 15 minutos, formas vegetativas de patógenos, muitos vírus, fungos e seus esporos. Não é uma esterilização eficiente (é uma desinfecção).
Calor Úmido
Autoclave
• Acima de 120ºC.
• Esteriliza meios de cultura, instrumentos cirúrgicos, soluções e outros materiais que suportem altas temperaturas e pressões.
• Quanto maior a pressão na autoclave, maior a temperatura atingida.
Autoclave de parede simples:
é a mais simples. Um ciclo completo de esterilização constitui-se de três etapas: Aquecimento, Esterilização e Secagem.
Autoclave de paredes duplas:
mais complexa. o vapor é gerado em caldeira separada. Alguns modelos permitem esterilização mista de vapor com agentes químicos para processar materiais sensíveis ao calor.
Pasteurização
Louis Pasteur:
Ao estudar a deterioração de vinhos, Pasteur constatou que se tratava de uma contaminação por micro-organismos diferentes das leveduras.

A maneira encontrada pelo cientista para eliminar tais micro-organismos indesejáveis sem modificar o sabor da bebida foi submetê-la ao aquecimento a 57 °C durante alguns minutos.

A pasteurização consiste em aquecer o produto a uma dada temperatura e resfriar o produto bruscamente. É utilizada para eliminar patógenos veiculados pelo leite. Não é uma esterilização eficiente e, por isso, o líquido deve ser mantido em baixas temperaturas.
Calor Seco
• Flambagem
• Incineração
• Forno
Flambagem:
mais simples, aplicada rotineiramente em alças e fios de platinas em laboratórios.
Incineração:
aplicada principalmente em materiais que já foram utilizados e serão descartados.
Forno:
utilizado principalmente na esterilização da vidraria utilizada em laboratórios, e deve-se atentar ao binômio tempo e temperatura.
Morte por oxidação do material
Todas as três formas são esterilizações eficazes.
Ionizantes:
comprimento de onda mais curto e carregam mais energia.

• Promovem ionização da água, formando radicais super-reativos (superóxidos) que reagem com o DNA, matando ou inativando os micro-organismos.
• Método utilizado em produtos hospitalares.
• Exemplo: radiações gama.
Radiações
Não-ionizantes:
comprimento de onda mais longo

• Provoca ligações químicas entre as timinas adjacentes, formando dímeros, que alteram a replicação do DNA no momento da reprodução.
• Método aplicado no controle de micro-organismos do ar.
• Exemplo: luz ultravioleta.
• Desvantagens: baixo poder de penetração
e queimaduras em pele e olhos.
Radiações
Tindalização
• Esterilização fracionada, em que o vapor é fluente e aplicado em intervalos determinados.

• Este processo é usado quando não se deseja a coagulação das proteínas e o seu princípio visa destruir as formas vegetativas apenas.
• Durante o período de repouso à temperatura ambiente, as formas de resistência passam para formas vegetativas e assim, quando submetida novamente a vapor fluente, são destruídas.

• É um processo muito usado na indústria de alimentos e farmacêutica, quando se deseja preservar a qualidade do produto que está sendo esterilizado.
Tindalização
• A morte não é causada pelas radiações do microondas, mas sim pelo calor gerado.

• Pode ser utilizado em esterilização caseira.
Microondas
• Suspensões-padrão de esporos bacterianos submetidos à esterilização juntamente com materiais a serem esterilizados em autoclaves, estufas e câmaras de irradiação.

• Ao final do ciclo de esterilização, os indicadores são cultivados em meios de cultura adequados. Se
não
houver crescimento destes, a esterilização foi eficiente.
Indicadores biológicos
• Geobacillus stearotermophilus:
calor úmido
• Bacillus athrophaeus:
calor seco e utilização de óxido de etileno
• Bacillus pumilus:
radiações.
Principais micro-organismos utilizados
• Remoção mecânica. A solução ou gás passa por filtros que retém micro-organismos, principalmente bactérias e fungos.

• Ineficaz na retenção da maioria dos vírus.

• Aplicação é em situações em que as soluções são termossensíveis.
Filtração
• Antigamente, eram utilizadas velas porosas de porcelana

• Atualmente, utiliza-se membranas filtrantes de nitrocelulose e acetato de celulose.
• Ambiente hipertônico criado (alta concentração de sais ou açúcares), provoca a saída de água do interior da célula, condensando o citoplasma e retraindo a membrana, impedindo o micro-organismo de crescer.

• Muito utilizado na preservação de alimentos.
Pressão osmótica
• Preservação de micro-organismos, muito empregado na liofilização.

• Na falta de água, os micro-organismos não são capazes de crescer ou multiplicar, mas continuem viáveis.

• Quando a água é reposta, eles readquirem a capacidade de crescimento (efeito microbiostático).
Dessecação
• Geladeiras (0ºC), congeladores (-20ºC) e nitrogênio líquido (-179ºC)

• Preservação de micro-organismo

• Interrompe o metabolismo de maneira reversível (efeito microbiostático).
Baixas temperaturas
Obrigado!
Full transcript