Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Novos modelos de explicação sociológica

No description
by

Maria Victória Sales

on 29 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Novos modelos de explicação sociológica

Das exatas para as humanas: a evolução da forma de pensar de acordo com outros campos de estudo. A sociologia contemporânea INTRODUÇÃO: Europa e EUA no século XX A sociedade predece ao indivíduo. DURKHEIM: Interpretação através do conjunto de ações sociais. Luta de classes. MARX Influência de outras disciplinas Aproximação das ciências humanas. Compreensão da sociedade. Ideias diversas WEBER: Novos conceitos. reavaliação das teorias clássicas. Desvendar os mecanismos mentais do pensamento. Sociedade vs Indivíduo -> Solução Novas interpretações das teorias de Durkheim, Weber e Marx. É preciso saber o que as pessoas pensam para que a sociedade seja interpretada. ESCOLA DE CHICAGO: Estudo das cidades Aumento de imigrações Falta de preparação nas suas estruturas. Problemas urbanos Preconceito Perseguições religiosas e étnicas Desemprego Criminalidade Um grupo de pesquisadores da Universidade de Chicago tinha como objeto de estudo esses problemas sociais. John Dewey -> Pragmatismo

George Herbert Mead-> Interacionismo simbólico

Georg Simmel -> Estado de espírito Rompimento de fronteiras e Escola de Chicago tida como referência em sociologia urbana. 1935 -> Sociologia mais durkheimiana em Chicago Assimilação e marginalidade. Conduta analítica Robert Merton Talcott Parsons William I. Thomas Florian Znaniecki John Dewey George Herbert Mead Georg Simmel Substituição dessa geração de filósofos por outra. Perda de importância da Escola de Chicago. Retorno de uma postura positivista. ESCOLA DE FRANKFURT Início do século XX Industrialização da Itália e Alemanha 1ª guerra mundial Revolução Russa Alemanha Operários vs Governo Clima revolucionário Universidade de Frankfurt Instituto para a Pesquisa Social Principais pensadores Marx Horkheimer, Friedrick Pollock, Theodor Adorno, Hebert Marcuse, Walter Benjamin e Eric Fromm. Horkheimer Pollock Adorno Marcuse Benjamin Fromm Indústria cultural : criado por Horkheimer e Adorno. -> produção tecnológica, lucrativa, planejada e em série de bens simbólicos. Jurgen Habermas Teoria dos interesses cognitivos Impossibilidade de neutralidade do sociólogo. Sociologia francesa Pierre Bourdieu Norbert Elias Pierre Bourdieu Releitura do marxismo e crítica ao positivismo. Análise da educação e do patrimônio cultural das famílias. Construtivismo estruturalista Habitus primário Habitus secundário Noção de campo Norbert Elias Sociedade como um tecido que liga a todos e está constantemente mudando. Cruzamento de relações intersubjetivas. Rompimento com determinismos e causalidades mecânicas. Representações abstratas e simbólicas. 2° Ano Turma: E

Grupo:

Maria Victória nº 01
Mariana Gianotti nº 05
Marina Cabral nº 07
Nicoly Quintana nº 22
Pedro Moreno nº 36
Pedro Pelles nº 37 Tipos de Razão na Cultura Humana Razão Instrumental = domínio da natureza e superação dos limites humanos Razão Comunicativa = realização e libertação humanas Crítica: em relação à prevalência da razão instrumental sobre a razão comunicativa.
Full transcript