Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Vanessa Morais

on 31 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

http://www.radiowebcuiaba.com.br/conteudo/noticias/id-2834/galinha_da_a_luz_um_pintinho_sem_ovo Considerações Finais Contaminações e doenças sob o desenvolvimento embrionário
Desenvolvimento dos folículos de gema até a pré-postura.
2 e 3ª semana de incubação
Aumento do número de ovos bicados e
pintos com umbigo mal cicatrizado. Embriodiagnóstico Análise embrionária
Exame interno dos ovos não eclodidos, determinando as causas do não nascimento.
Infertilidade x mortalidade

Quebragem dos ovos Embriodiagnóstico Causas de falhas:
Armazenamento do ovo
Nutrição das matrizes
Infertilidade verdadeira (idade da matriz)
Doenças
Contaminação por bactéria ou fungo
Genética
Deformação da casca e casca trincada
Erros de incubação (Manual COBB,2008) Embriodiagnóstico Tabela 1. Porcentagem de eclosão de ovos férteis esperado por categoria e idade de aves reprodutoras 1º - Potencial de eclosão do lote
Determinar a fertilidade do lote

Porcentagem de Eclosão dos Ovos Férteis
EX: (86,4% Eclosão / 96,0% Fertilidade) x 100 = 90,0% Eclosão dos Ovos Férteis

Fertilidade ou incubação Embriodiagnóstico Quantidade de pintos ventáveis Taxa de eclosão CONTROLE DE QUALIDADE DO INCUBATÓRIO Embriodiagnóstico Perguntas:
Ovos não eclodidos e pintos refugos
Onde está a perda (infertilidade?, mortalidade precoce, intermediária ou tardia? ovos bicados com embriões vivos/mortos? Pintos mortos/refugos na bandeja?)
Necessidade de manejo corretivos em todo o processo, da fertilização dos ovos ao nascimento.

Infertilidade do lote ≠ Mortalidade embrionária precoce Embriodiagnóstico Objetivo: Conhecer os acontecimentos desde o momento que houve a fertilização dos ovos até o nascimento.
A análise do comportamento da mortalidade e anormalidades embrionárias, examinando-se o resíduo de incubação. Embriodiagnóstico Se houver variabilidade não aceita no padrão de mortalidade embrionária e da qualidade de pintos obtidos, o controle do processo deve ser rigorosamente monitorado. Incubatório
Indicadores de Qualidade
A taxa de eclosão e
A quantidade de pintos ventáveis produzidos. A pigmentação da penugem (os machos serão iguais à mãe prateados, as fêmeas serão douradas como o pai),
Observação da velocidade em que ocorre o empenamento,
Realizado pela cloaca, através da determinação da proeminência genital. Sexagem Equipe treinada,
Estresse,
Lesões nas asas e abdômen. Sexagem Seleção visual:
Olhos brilhantes e vivos,
ausência de defeitos,
penugem (pintada),
cegueira,
Postura firme,
umbigo cicatrizado para evitar contaminação,
hidratados,
pesar entre 38 e 45 gramas,
pernas bem hidratadas e brilhantes. (CAMPOS,2000) Seleção Pinto de Segunda:
Considerados refugos,
Pequenos resquícios do cordão umbilical,
Menores,
Plumas pegajosas.
Pinto de Terceira:
Eliminados,
Hérnia,
Duplicação de membros,
Má cicatrização do umbigo. Seleção Pinto de Primeira:
Vivacidade,
Umbigo cicatrizado,
Sem defeitos físicos,
Ausência de hérnias,
Plumas bem secas Seleção Posição dos ovos na incubadora
Câmara de ar voltada para cima
Transferência dos ovos para a câmara de eclosão
18 e 19 dias de incubados
1% ou 2% dos ovos bicados
Retirada dos pintos
95% dos pintos nascidos Manejo durante incubação Pré-aquecimento dos ovos
8 a 12 h antes de serem incubados
Incubação do ovo
21 dias
18 ou 19 dias na incubadora, ± 3 dias nos nascedouros
Ovoscopia
7º dia de incubação Manejo durante incubação Ventilação
24 vezes ao dia, com o ângulo 45°,
Crescimento adequado das membranas extra-embrionárias,
O equilíbrio dos fluídos embrionários,
Com consequente intercambio de nutrientes do albúmen para o embrião. Fatores Físicos na incubação Ventilação
Ar fresco para o desenvolvimento embrionário
Níveis corretos de O2
Eliminação adequada de CO2
Circulação interna apropriada
Controle da proliferação de microorganismos Fatores Físicos na incubação Fatores Físicos na incubação Umidade
Conteúdo de água no ovo
Formação da câmara de ar
Taxa de perda de peso do ovo
Níveis baixos X níveis altos Fatores Físicos na incubação Fatores a Observar:
Umidade
Umidade entre 70 a 85%
Não atingir o ponto de orvalho
Resfriamento
Gradual e lento
De 41°C para 23°C  6 a 8 horas
Viragem
Evita a aderência do embrião na membrana da casca. Armazenamento taxa de viabilidade Fatores a Observar:
Temperatura
Temperatura abaixo do zero fisiológico (24°C)
Cessa desenvolvimento embrionário
(Proudfoot e Hamilton, 1990)

Tempo
2 a 4 dias Armazenamento Qualidade da casca = aves velhas
Aves jovens  ≈ 60% retenção de cálcio
Aves velhas  ≈ 40% retenção de cálcio

A ave jovem produz ovos com quantidade de gema, albúmen e porosidade da casca menor.
(NEVES, 2005)
Peso e maturidade
Folículos prematuros ovulações duplas ovos defeitos viabilidade do embrião. Idade das Aves As condições de incubação tem como objetivo melhorar os parâmetros de produção como eclosão e qualidade dos pintainhos de 1 dia. Fatores que influenciam na incubação:
Idade das aves
Armazenamento
Seleção Incubação Mossoró-2012 Vanessa Raquel de Morais Oliveira Universidade Federal Rural do Semi-Árido
Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Disciplina: Produção Avícola Incubação e Embriodiagnóstico Ovoscopia
7º dia e 14º dia,
Retirar os ovos inférteis,
Embrião mortos.

A segunda ovoscopia  Câmara de ar Embriodiagnóstico 43°C / 11 a 14 h Desinfetante ou Antibiótico Gás de Formaldeído Formol e Amônia quartenária Redução da contaminação,
Melhora a eclodibilidade e
Qualidade dos pintinhos.
Métodos de desinfecção:
Higienização seca
Higienização úmida
Higienização pelo calor Desinfecção de Ovos A incubação artificial substitui a galinha de maneira muitos mais eficiente. Introdução Temperatura – 37 e 37,5° C

Temperatura de incubação
Retarda processo de desenvolvimento embrionário
Aumenta período de incubação
(Taylor, 1999)
Temperatura de incubação Fatores Físicos na incubação OVO de granja
Full transcript