Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fundamentos da Comunicação Oral e Escrita

No description
by

Rafael Martins Alves

on 7 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fundamentos da Comunicação Oral e Escrita

Fundamentos da Comunicação
Oral e Escrita
Professor: Rafael Alves
Carga Horária: 52h
Seminários
Entrevistas
Apresentações
Discussões
Regionalismos
Resenhas
Redações
Relatórios
Descrições
Histórias
Exercício (em trio)

Ler a notícia; identificar Quem, O Quê, Quando, Onde, Como

Listar possibilidades de programas ou aplicativos com base no problema tratado na notícia

Escolher uma ideia e desenvolvê-la: Criar um programa ou aplicativo com base no problema
Título, tema
e parágrafo

Título: Indústria de games e aplicativos
continua crescendo no Brasil
Tema: Games e Aplicativos
Parágrafo
Título: Fundador do Atari lança concurso
para encontrar próximo Steve Jobs

Tema: "Próximo" Steve Jobs


Parágrafo
Em julho, a bomba atômica fez cinquenta anos. A primeira arma nuclear da história foi testada
às 5h29min45s do dia 16 de julho de 1945, em Alamogordo, Novo México, Estados Unidos.

Libertou energia equivalente a 18toneladas de TNT e encheu de alegria cientistas e engenheiros que haviam trabalhado duro durante três anos para construir a bomba.

Menos de um mês depois, quando uma explosão semelhante dizimou as cidades de Hiroshima e Nagasaki no Japão, a alegria deu lugar à vergonha.
Superinteressante, São Paulo, fev.2003.
1o. Parágrafo: Aniversário
e surgimento da bomba

2o. Parágrafo: Alegria
na sua criação

3o. Parágrafo: Vergonha
na sua utilização
Introdução

- Primeiro parágrafo
- deriva de uma tese (tomada de posição
diante de um tema (ideia-núcleo)
- Ideia-núcleo
- Inicia o assunto
- Mostra o objetivo do texto
- Pode haver pergunta ao leitor
Desenvolvimento

- Desenvolve as ideias indicadas na ideia-núcleo
- Exemplos, aspectos
- Resumo das ideias
- Justifica a tese proposta
- Geralmente, um parágrafo para cada argumento
- Expõe o ponto de vista



Conclusão

- Retomada do objetivo expresso na ideia-núcleo
- Recapitula as ideias do desenvolvimento
- Transmite mensagem final, opinião, solução
- Fechamento do texto.
- Em virtude dos fatos mencionados ...
- Por isso tudo ...
- Levando-se em consideração esses aspectos ...
- Dessa forma ...
- Em vista dos argumentos apresentados ...
- Dado o exposto ...
- Tendo em vista os aspectos observados ...
- Levando-se em conta o que foi observado ...
- Em virtude do que foi mencionado ...
- Por todos esses aspectos ...
- Pela observação dos aspectos analisados ...
- Portanto ... / logo ... / então ...
Exemplos de frases para começar uma conclusão:
Exercício

Elabore uma redação de três parágrafos sobre um dos TEMAS abaixo
Linguagem humorística

Em uma crônica humorística, o humor é construído através de uma situação inusitada e existe a surpresa, um final inesperado nas situações.

Formas de humor:
Piada, crônica, conto, charge, cartum, HQ

Podem usar linguagem verbal (com palavras)
não-verbal (com imagens)
ou verbal e não-verbal (híbrida, ou seja, uma mistura das duas linguagens)
Animação baseada em uma crônica de Luis Fernando Veríssimo
Gary Winston se veste e age como o criador da Microsoft - o homem mais rico do mundo. Em comum, eles têm os óculos, fortuna, hábito de fazer caridades na tentativa de limpar a barra e até um processo por formação de monopólio.


Milo (Ryan Phillippe) é um jovem gênio da informática, que namora uma artista (Claire Forlani) e tem um futuro brilhante pela frente. Ele está prestes a abrir uma nova empresa juntamente com seu amigo Teddy, até que recebe uma proposta irrecusável para trabalhar na empresa de seu ídolo, Gary Winston (Tim Robbins). Milo aceita a oferta, mas logo descobre que a empresa em que agora está trabalhando tem sérias implicações com a lei antitruste americana.
Temas referentes
:

Tecnologia da Informação;
Softwares livres e proprietários;
Convergência Digital;
Truste (quando empresas dominantes se unem para dominar o mercado);

Milo e Teddy recebem uma proposta para trabalhar na N.U.R.V, mas apenas Milo aceita. Teddy, sabendo que Gary é um homem sem escrúpulos, ganancioso e não-confiável, recusa. Milo é mais ambicioso e aceita, pela chance de crescer profissionalmente
Milo descobre secretamente na base de dados da NURV, dossiês sobre os funcionários, de natureza pessoal, incluindo sua amiga e colega,
Lisa
.

Ao revelar o crime para Lisa, eles decidem expôr a NURV e denunciar a empresa.
Projeto Seminário

Equipes de 3 ou 4 pessoas
Cada equipe terá um tema
Se escolherem temas repetidos, haverá sorteio.

Tempo:
Mínimo 10 e Máximo 25 minutos.

A equipe deverá preparar uma aula sobre o tópico escolhido.

Poderá usar recursos audiovisuais, digitais e impressos.

Som, video, filmes, softwares, música, propor exercícios e atividades.

TÓPICOS:

PHP
SQL
HTML
CSS
Java Script
Redes
Animação para Web
Criação e Manipulação de Dados


SEMINÁRIO
exposição com base na transmissão de conhecimentos específicos (técnicos ou científicos) a respeito de um assunto relacionado à determinada área do conhecimento

1o Passo: Pesquisa - jornais, livros, Internet, revistas especializadas, vídeos, e outros.

2o Passo: Produção de um esquema contendo informações sucintas que nortearão o discurso do apresentador.

3o Passo: Como apresentar: Videos, imagens, cartazes, audio, filmes, aula expositiva, etc.

4o. Montar e ensaiar a apresentação.


No momento da apresentação é imprescindível o uso da linguagem formal, pois certos hábitos da linguagem oral do tipo: Né? Tipo Assim, Ahnn... prejudicam a fluência na exposição.









A postura do apresentador é fator relevante, o mesmo deve evitar gestos excessivos, expressões faciais que não condizem com a situação, manter o tom da voz num ritmo bem articulado de modo a não se tornar monótono. E, sobretudo, permanecer de frente para a plateia.

Full transcript