Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Formação Continuada, Intervenção Pedagógica e Desenvolviment

No description
by

gerson luiz de souza

on 3 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Formação Continuada, Intervenção Pedagógica e Desenvolviment

Segundo Villas Boas (2010, p. 33-34), os princípios da intervenção e da investigação promovem a prática da inovação, por possibilitar a identificação das necessidades de aprendizagens que requerem intervenção. Para que tudo isso ocorra, o projeto tem caráter coletivo e integrador. O interesse comum dos que dele participam é oportunizar aprendizagens.

(Portaria Nº. 161/2016/GS/SEDUC-MT)
Pesquisa-ação
A pesquisa-ação é considerada uma estratégia privilegiada para promover o desenvolvimento profissional, o qual se apresenta articulado à formação contínua e é compreendido como resultado da composição de ações voltadas à resolução dos problemas relacionados às necessidades formativas e organizativas da docência e à aprendizagem dos sujeitos no dia a dia da escola (Monteiro, 2008).
Objetivos da Intervenção Pedagógica
Garantir a todos os alunos os seus direitos de aprendizagem (Res. 2197/2012),

Elevar os índices de aprendizagem dos alunos e sua consequente melhoria de proficiência.

Garantir atendimento diferenciado a todos os alunos especialmente aqueles com com baixo desempenho de proficiência.
Intervenção Pedagógica
Consiste na adequação do Plano de Ensino e o (re) planejamento da ação escolar, considerando as necessidades apresentadas pelos alunos em seus diferentes estágios de aprendizagem e desempenho e níveis de proficiência, detectadas nas avaliações externas e internas (Adepe)

Resulta da reflexão coletiva da Equipe da Escola na busca de alternativas para alcançar as metas /objetivos a serem atingidos pela escola.


O Projeto de Estudos e Intervenção Pedagógica tem por objetivo utilizar os resultados das avaliações externas e internas como indicadores das necessidades de aprendizagens e assim, identificar os problemas a serem resolvidos para melhoria das práticas profissionais e da proficiência.

Enquanto são desenvolvidas atividades de intervenção entre os estudantes em sala de aula, pode-se investigar as melhores estratégias de aprendizagem para cada um deles.
A pesquisa-ação na formação de professores traz ideia de um coletivo que transforma suas dificuldades em problemas de ensino e se desafia a resolvê-los, identificando objetivos, planejando ações, implementando-as com controle sobre as mesmas e avaliando os seus resultados com a intenção de melhorar a prática

(Tripp, 2005; Formosinho, 2008).
Formação Continuada, Intervenção Pedagógica e Desenvolvimento Profissional
Educação Permanente


Formação contínua

Desenvolvimento Profissional

(Portaria Nº. 161/2016/GS/SEDUC-MT)
Por Formação Continuada entendemos:

"toda a atividade que o professor em exercício realiza com uma finalidade formativa - tanto de desenvolvimento profissional como pessoal, individualmente ou em grupo - para um desempenho mas eficaz das suas tarefas atuais ou que o preparem para o desempenho de novas tarefas” (García Álvares, 1987, p.23 apud Marcelo Garcia, 1999, p.136)
Entendemos por Desenvolvimento Profissional aquela focada nos processos de levantamento de necessidades de aprendizagem, nas superação das dificuldades de aprendizagem, na potencialização da aprendizagem, na participação dos professores na definição da ação de intervenção pedagógica, nos conteúdos concretos a serem apreendidos [...] na relevância da formação centrada nas práticas pedagógicas, no impacto na aprendizagem dos estudantes e na aprendizagem profissional. O Desenvolvimento Profissional é um processo contínuo e dinâmico voltado para a melhoria das práticas profissionais, com vistas a promover mudanças educativas em benefícios da aprendizagem dos estudantes, aprendizagem profissional e da comunidade escolar.

Portaria Nº. 161/2016/GS/SEDUC-MT
O desenvolvimento profissional dos professores vai para além de uma etapa meramente informativa; implica
adaptação à mudança
com o fim de modificar as actividades de ensino-aprendizagem, alterar as atitudes dos professores e melhorar os resultados escolares dos alunos. O desenvolvimento profissional de professores preocupa-se com as necessidades individuais, profissionais e organizativas”

(Heideman, 1990, p. 4)
PROJETO DE ESTUDO E INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PEIP
Ciclos da Pesquisa-ação

Planeja-se ações, implementa-as, observa-se os resultados e os avalia, replaneja-se, delimita-se novos problemas, dando início a novos ciclos.
A pesquisa-ação encoraja o professor a elaborar e a desenvolver o seu plano de trabalho em um processo que favorece a tomada de consciência sobre sua prática e a formação de sua autonomia. O professor é valorizado como um profissional que executa o que ele próprio planejou, reflete, questiona e constantemente examina a sua
prática na perspectiva de mudá-la.
Referências:

CORTESÃO, L. Projecto, interface de expectativa e de intervenção. In: LEITE, E.; MALPIQUE M.; DOS SANTOS, M. R. Trabalho de projecto, vol.2, 3.ª ed. Porto: Afrontamento, 1993.

FERNANDES, D. (org.). Avaliação em educação: olhares sobre uma prática social incontornável. Pinhais: Editora Melo, 2011. FREITAS, L. C. de et al. Avaliação educacional: caminhando pela contramão. Petrópolis: Vozes, 2009.

Formosinho, J. (2008). A investigação-ação e a construção de conhecimentos profissional relevante. In: Pimenta, S. G. e Franco, M. A. S (orgs.). Pesquisa em educação vol. 2, Possibilidades investigativas/formativas da pesquisa-ação, São Paulo: Loyola.

IOMAT, PORTARIA Nº.161/2016/GS/SEDUC-MT.

Nóvoa, A. (2003). Os professores estão na mira de todos os discursos. In: Pátio Revista pedagógica, Ano VII, nº 27. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, Ago./Out.

Tripp, D. (2005). Pesquisa-ação: uma introdução metodológica In: Educação e Pesquisa, v.31, n.3, 443-467, set/dez.2005, São Paulo, FEUSP.

VEIGA, I. P. A. Projeto de ação didática: Uma técnica de ensino para inovar a sala de aula. In: VEIGA, I. P. A. (org.). Técnicas de ensino: Novos tempos, novas configurações. Campinas: Papirus, p. 69-84, 2006.

Zabala, A. (1998). A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas.


Prof. Me. Gerson Luiz de Souza
Full transcript