Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ciência e Religião

No description
by

Michelson Borges

on 27 February 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ciência e Religião

Ciência & Religião
michelson borges
“Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.”
Louis Pasteur
Evolucionismo:
possível relação funcional entre as ciências naturais e o naturalismo metafísico (pelo menos no que diz respeito aos temas sobre as origens).
Criacionismo:

cosmovisão que procura integrar
o conhecimento bíblico-histórico
e o conhecimento científico.
Teoria
“É uma explicação cientificamente aceitável, bem fundamentada, que explica algum aspecto do mundo natural. Um sistema organizado de conhecimento aceito que se aplica a uma variedade de circunstâncias para explicar um conjunto específico de fenômenos e predizer as características
de fenômenos ainda não observados.”
Academia Nacional de Ciências dos EUA
A atração dos corpos
é descrita pela
Lei da
Gravidade
e possui uma
equação universal que
calcula a força de atração.
A
Teoria da Gravidade
é mais complexa do que isso. Ela tenta explicar
por que

essa atração ocorre. Foi desenvolvida
por Newton e praticamente toda reescrita por Einstein.
Gravidade
“Hipótese já posta à prova, no mundo real, confirmada e, assim, aceita por cientistas orientados e experimentados no assunto; está, porém, sempre sujeita a modificação de acordo com novas descobertas.”
Dicionário Michaelis On-line
“A teoria científica
será sempre conjectural
e provisória.”
Karl Popper
À medida que novas hipóteses são verificadas empiricamente, a confiança na teoria cresce.
ciência + filosofia/naturalismo
ciência + teologia bíblica
Criacionismo
Design
Inteligente
Naturalismo
filosófico
Ciência
(método)
Teleologia
Evolucionismo
“A ciência sem a religião
é manca, a religião sem
a ciência é cega.”
Albert Einstein
“A ciência está sempre
descobrindo novas maravilhas; mas nada traz de suas pesquisas que, corretamente compreendido, esteja
em conflito com a revelação divina. O livro da natureza e a palavra escrita lançam luz
um sobre o outro.”
Ellen White
Ciência
A palavra
ciência
deriva
do termo latino
scientia
,
cujo significado era conhecimento ou saber. Atualmente se designa por ciência todo o conhecimento adquirido por meio do estudo ou da prática, baseado
em princípios certos.
Conjunto estruturado
de argumentos e explicações (afirmações positivas, negativas
ou condicionais) que,
possivelmente, justificam
a ocorrência de problemas
e fenômenos, mas ainda não
foram confirmadas por meio de observação ou experimentação.
Hipótese
Teoria
Representação lógica e estruturada
de um conjunto de mecanismos físicos ou virtuais que permite a exposição
e a exploração de um
conhecimento,
fenômeno
ou sistema.
Modelo
“O primeiro gole do copo das ciências naturais te tornará um ateu; mas,
no fundo do copo, Deus estará esperando por ti.”
Werner Heisenberg
“Os cientistas não tentam meramente descrever a realidade, mas descobrir seu funcionamento intrínseco.”
Fernando Canale,
Criação, Evolução e Teologia
, p. 19
“Os cientistas acreditam que sua informação deriva de coisas ‘reais’ em vez de ‘imaginárias’.”
Ibidem, p. 19
Empírico (gr.
emperia
) = experiência
Se o cérebro é apenas um amontoado de moléculas, por que devemos confiar em suas conclusões?

O cérebro consegue compreender
a realidade!
“Mesmo que os paradigmas teísta ou naturalista incluam conceitos que não podem ser testados pela ciência [ex.: Deus existe/Deus não existe],
é possível definir hipóteses que descrevam resultados que poderiam ser descobertos na natureza se uma daquelas hipóteses não testáveis for verdadeira. O primeiro requisito para formular hipóteses testáveis é deixar fora qualquer consideração sobre se um ser divino ou planejador estava ou não envolvido. O que fica são questões sobre dados objetivos que poderiam ser encontrados nas rochas ou em seres vivos.”
Leonard Brand,
Fé, Razão e História da Terra
, p. 59
Hipóteses testáveis e não testáveis
Deus criou
a vida.
Todos os organismos vivos e fósseis se encaixam em grupos descontínuos e não existe uma série de intermediários evolutivos entre os grupos principais.
Deus não
criou a vida.
Existiram no passado séries intermediárias entre os principais grupos de organismos.
Hipóteses testáveis e não testáveis
Deus provocou
uma catástrofe
geológica global.
A maioria das formações rochosas individuais se formou rápida e catastroficamente.
Deus não provocou
uma catástrofe
geológica global.
A maioria das formações rochosas individuais se formou durante longas eras. O Arenito Coconino (por exemplo) foi depositado debaixo d’água.
O Arenito Coconino não foi depositado debaixo d’água.
Subjetividade
“Um investigador, que esperava aprender algo a respeito do que os cientistas consideram ser a teoria atômica, perguntou a um físico e a
um químico eminentes se um único
átomo de hélio era ou não uma
molécula. Ambos responderam
sem hesitação, mas suas respostas
não coincidiram. Para o químico,
o átomo de hélio era uma molécula
porque se comportava como tal
desde o ponto de vista da teoria
cinética dos gases. ...
“Para o físico, o hélio não era uma molécula porque não apresentava um espectro molecular. Podemos supor que ambos falavam da mesma partícula, mas a encaravam a partir de suas respectivas formações e práticas de pesquisa. Suas experiências
na resolução de problemas
indicaram-lhes o que
uma molécula deve ser.”
Thomas S. Kuhn,
A Estrutura das Revoluções
Científicas
, p. 75, 76.
“O que um homem vê depende tanto daquilo que ele olha como daquilo que sua experiência visual-conceitual prévia
o ensinou a ver.”
“‘Evolução’ pode significar qualquer coisa desde
a declaração não controversa de que a bactéria ‘desenvolve’ resistência aos antibióticos à grande afirmação metafísica de que o Universo
e a humanidade ‘evoluíram’
inteiramente por forças
mecânicas sem propósito.
Uma palavra elástica assim
é capaz de induzir ao erro,
dando a entender que sabemos
tanto sobre a grande afirmação
quanto sabemos sobre a
pequena afirmação.”
p. 21
Definições
“Os sistemas mais complexos que temos são nossos próprios corpos.
A vida parece ter se originado
nos oceanos primordiais que cobriam
a Terra há 4 bilhões de anos. Como isso aconteceu, não sabemos.
Pode ser
que colisões aleatórias entre átomos formaram macromoléculas capazes de se reproduzir e de reunir
em estruturas ainda
mais complexas. ...
“O que sabemos é que, há 3,5 bilhões de anos, a altamente elaborada molécula de DNA
surgiu
. [...] Nos primeiros dois bilhões de anos, aproximadamente, a taxa de aumento da complexidade
deve ter sido
da ordem de uma unidade de informação a cada cem anos. A taxa de aumento da complexidade do DNA aumentou gradualmente para cerca de uma unidade por ano nos últimos milhões de anos. Até que, cerca de seis ou oito mil anos atrás, um novo e maior progresso ocorreu: nós desenvolvemos a língua escrita. [...] O grau de complexidade aumentou tremendamente.”
Stephen Hawking,
O Universo
Numa Casca de Noz
, p. 161, 163
Ideias têm consequências
“Seu namorado tem
essa péssima mania
[de olhar disfarçado
quando passa uma
mulher atraente]?
Culpe a seleção natural
(como quase tudo que
tem relação com o comportamento
sexual masculino e feminino). Ao longo
da evolução humana o macho se destacou
por sua capacidade de visão. [...]
“Então, você pode até dar um beliscão bem forte no seu namorado/marido/pretê, mas saiba que as raízes de seu comportamento estão naquele antepassado caçador de milhares de anos atrás. Isso também confirma o que você já sabia: seu namorado é um pouquinho troglodita.”
Revista
Galileu
Teste
Julho/2009
“Há 150 anos, era publicado um livro que mudaria radicalmente nossa concepção da natureza.
A Origem das Espécies
, do naturalista inglês Charles Darwin, propunha uma teoria avassaladora: a de que existiria um
parentesco evolutivo entre todos os seres vivos
, mostrando que os humanos e os macacos descendem de um
ancestral comum
. Dessa forma, Darwin rompia com o dogmatismo religioso que concebe a nossa espécie como fruto da criação divina. Com sua teoria, ele atribuía um novo significado para o ser humano: o produto
de um
processo natural
responsável por toda
a diversidade biológica existente. ...
“Mais de um século e meio depois, a obra
de Darwin se mantém atual e poderosa:
ela sobreviveu a
todos os testes
a que foi submetida desde sua origem. Com a incorporação dos conhecimentos advindos
da genética, ela atingiu sua maioridade e mostrou-se capaz de contestar as teorias criacionista e do desenho inteligente, limitando-as a alternativas que não estão
à altura do evolucionismo por terem
argumentos religiosos
e

não científicos
.”
Full transcript