Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Affonso Eduardo Reidy

No description
by

Guilherme Sena

on 10 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Affonso Eduardo Reidy

Arquitetura Moderna Brasileira (1940-1970) AFFONSO EDUARDO REIDY AUTORES:
BRUAND, Yves. Arquitetura Contemporânea no Brasil
BARDI, Instituto Lina Bo. Affonso Eduardo Reidy
CAIXETA, Eline Maria Moura Pereira. Uma Arquitetura para a Cidade: Obra de Affonso E. Reidy 1. AFFONSO EDUARDO REIDY: HISTÓRIA, VIDA E OBRA:
Vida, obra e influências do arquiteto no que se refere a produção arquitetônica e urbanística no âmbito da introdução do modernismo no Brasil. 2. INFLUÊNCIAS NA ARQUITETURA E NO PENSAMENTO DE REIDY:
Principais arquitetos modernistas que influenciaram no pensamento de Reidy e que tiveram reflexos significativos em sua produção arquitetônica na introdução do modernismo brasileiro. 3. ESTUDO DE CASO: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM):
Concepção da obra, o pensamento para a elaboração da mesma, assim como as influências modernistas e suas peculiaridades. 1. AFFONSO EDUARDO REIDY: HISTÓRIA, VIDA E OBRA: 1909 - Nasce em Paris, logo sua família migra para o Brasil; 1926 - Ingressa no Curso de Arquitetura da Escola Nacional de Belas Artes (formação acadêmica e tradicional); 1928 - Contato com o livro Vers une architecture (Por uma arquitetura) de Le Corbusier; 1930 - Obteve Grau Máximo no projeto de conclusão, Palácio de Convenções Rotarianas, caracterizado pela monumentalidade e simetria;
- É professor na cadeira de composição de Aquitetura na Enba; 1931 - Vence, com Gerson Pompeu Pinheiro, o concurso para a construção do Albergue da Boa Vontade; 1932 - Ingressa, como arquiteto-chefe, na Secretaria Geral de Viação, Trabalho e Obras da Prefeitura do Distrito Federal, ocupa os cargos de diretor do Departamento de Habitação Popular e de Urbanismo e permanece até se aposentar no início da década de 1960;
- Conhece sua futura esposa Carmem Portinho, engenheira civil; fig.2 fig.1 1934 - Realiza o projeto para a Escola Primária Rural Coelho Neto, em parceria com sua esposa; 1934/1935 - É membro do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura - Crea; 1935 - Projeta o Edifício-sede da Polícia Municipal; 1936 - Integra a equipe que realiza o projeto do Ministério da Educação e Saúde - MES e, na equipe que realiza o projeto da Cidade Universitária da Universidade do Brasil na Quinta da Boa Vista liderada também, pelo arquiteto Lucio Costa;
- Estabelece contato pessoal e profissional com o arquiteto Le Corbusier; fig.3 fig.7 fig.8 1938 - Realiza o projeto do Edifício-sede da Prefeitura Municipal;
- É responsável pelo plano de urbanização da Esplanada do Castelo; 1939 - Realiza o projeto de um bar na praça Afonso Vizeu; 1944 - Vence, com Jorge Moreira, o concurso para a sede administrativa da Viação Férrea do Rio Grande do Sul; 1944/1945 - É vice-presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB; 1946 - Realiza o projeto do Conjunto Habitacional Pedregulho; fig.13 1948 - Realiza o projeto da Fábrica da Sidney Ross Company;
- Coordena o projeto de urbanização do centro da cidade do Rio de Janeiro; 1950 - Realiza o projeto de sua residência;
- Realiza o projeto do Teatro Armando Gonzaga, também conhecido como Teatro Popular; fig.18 fig.14 fig.15 fig.16 fig.17 1952 - Realiza o projeto do Conjunto Residencial Marquês de São Vicente;
- Realiza o projeto do Colégio Experimental Brasil- -Paraguai; fig.20 fig.19 1953 - Recebe o 1o prêmio na Bienal Internacional de São Paulo, pelo projeto do Conjunto Habitacional Pedregulho;
- Realiza o projeto do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ; fig.21 1955 - Projeta o Teatro Rural do Estudante; 1960 - Realiza o projeto do Museu Nacional na cidade do Kuwait;
- É lançado o livro Affonso Eduardo Reidy - Bauten und Projekte (Affonso Eduardo Reidy - Edifícios e Projetos); fig.23 1962 - Projeta os Pavilhões do Parque do Flamengo;
- Realiza o projeto do Fórum de Piracicaba (SP); fig.24 1964 - Integra a equipe que realiza o projeto do Aterro e Parque do Flamengo onde é responsável pela urbanização; fig.25 2. INFLUÊNCIAS NA ARQUITETURA E NO PENSAMENDO DE REIDY: 2.1. Influência Corbusiana do compromisso social e da visão poética baseada na busca de uma nova concepção na arquitetura moderna brasileira: - Consciência social; 1927/1930 - Realização do plano para a remodelação do Rio de Janeiro por Alfred Agache; fig.4 fig.5 fig.6 fig.9 fig.10 - A busca de uma nova concepção; - Utilização dos cinco pontos da arquitetura moderna:
- o uso de pilotis;
- terraço jardim;
- planta livre da estrutura;
- fachada livre da estrutura;
- janela em fita; - Integração do edifício com a cidade; - Funcionalidade dos edifícios; 2.2. Agache e sua influência urbanistica e projetual, em grande escala: Conceitos importantes introduzidos por Agache:
- A ideia de cidade funcional
- A valorização do espaço público enquanto espaço educativo das massas
- Planejamento em grande escala - Visão técnica da cidade na busca de uma metodologia e de "instrumentos" para dominar seus problemas; 2.3. Pensamento miesiano do sintetismo na obra de Reidy: - Utilização de "formas puras"; - Ausência de ornamentação; - Modulação projetual - Uso do vidro (caixa de vidro); - Tecnologia construtiva ligada a plástica do edifício; 3. ESTUDO DE CASO: Fez parte do grupo de arquitetos brasileiros que contribuíram para o projeto de desenvolvimento nacional, que buscava compatibilizar a industrialização e modernização do país com a preocupação social e ampliação do acesso a educação e a cultura entre a Revolução de 30 e o golpe militar de 64. fig.11 fig.12 fig.22 3.1 Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM)
Full transcript