Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Soc. Contemp. Lava-Jato

No description
by

Amanda Wilpert

on 26 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Soc. Contemp. Lava-Jato

Principais presos da Lava-Jato e suas penas.
PRINCIPAIS PRESOS
José Dirceu
- Político (PT)
O INÍCIO
NÚMEROS
84
Adir Assad
(Doleiro)
Condenação por lavagem
de dinheiro e associação
criminosa a 10 anos e 10
meses de prisão
3.980
100
8%
Representa
total de
denunciados
presos
Mandatos
de prisão
preventiva
Aproximadamente
Policiais envolvidos para o cumprimento de todas as medidas.
Mandados de prisão
temporários.
Alberto Youssef

(Doleiro)
Condenação por lavagem
de dinheiro a 9 anos e
2 meses de prisão e
multa de R$ 763 mil
A julgar acusações de organização criminosa, formação de cartel, frustração à licitação, corrupção ativa e passiva, evasão fraudulenta de divisas, uso de documento falso e sonegação de tributos federais
Dario de Queiroz Galvão
(Ex-presidente Galvão Engenharia)
Condenação por corrupção ativa, lavagem de dinheiro, associação criminosa a 13 anos e 2 meses de prisão
Eduardo Cunha
(Ex-deputado federal e
ex-presidente da Câmara dos Deputados)
Condenação por corrupção passiva
e pela solicitação e recebimento de
vantagem indevida a 15 anos e
4 meses de reclusão em regime
fechado
Condenação por corrupção passiva,
recebimento de vantagem indevida
e lavagem de dinheiro a 23 anos
de prisão
Luiz Argôlo
(Ex-deputado federal SD-BA)
Preso no Complexo
Médico- Penal (CMP)
por corrupção
passiva e lavagem
de dinheiro a 11
anos e 11 meses de
prisão
Marcelo Odebrecht
(Construtora Norberto Odebrecht)


Condenação por crimes de
corrupção e lavagem de dinheiro
a 19 anos e 4 meses de prisão
Nestor Cerveró
(Diretor da área
internacional da Petrobras)



Condenação por lavagem de dinheiro a 5
anos de prisão em regime fechado, multas
de mais de R$ 500 mil e ressarcimento de R$ 1,140 milhões. Também foi denunciado pelo
Ministério Público Federal e esta a avaliar denúncia de corrupção contra o sistema financeiro nacional.
Paulo Roberto Costa
(Diretor de abastecimento Petrobras)
Condenado por organização
criminosa e lavagem de
dinheiro a 7 anos e 6
meses de prisão e multa
de R$ 408 mil.
Também é Réu na Justiça Federal que esta a julgar acusações de formação de cartel, frustração à licitação, corrupção ativa e
passiva, evasão fraudulenta de divisas, uso de documento falso e sonegação de tributos federais.

Renê Luiz Pereira

(Núcleo operacional
e financeiro Youssef)


Condenação por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e evasão de divisas a 14 anos de prisão em regime fechado e multa de R$ 632.574,00.
Matheus Coutinho de Sá Oliveira
(Vice-presidente do conselho executivo Construtora OAS)




Condenação por organização criminosa
e lavagem de dinheiro a 11 anos de reclusão. Depois foi absolvido da acusação de corrupção ativa, por falta
de provas.

Augusto Ribeiro de Mendonça Neto

(Executivo Toyo Setal)


Condenação por
corrupção ativa,
lavagem de dinheiro
e associação
criminosa a 16 anos
e 8 meses de
reclusão.

Renato de Souza Duque
(Ex-diretor de Serviços da Petrobras)

Condenação por corrupção passiva
e lavagem de dinheiro a 20 anos
e 8 meses de reclusão.


Condenação por corrupção passiva, lavagem de dinheiro a 14 anos e 4 meses de reclusão e multa de 3
salários mínimos por 280 dias (mais de R$ 660 mil)

André Vargas
(Ex-deputado federal PT-PR)


Condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro a 20 anos, 7 meses e 10 dias de prisão.

Pedro Corrêa

(Ex-deputado PP-PE)
A Lava-Jato é uma operação que
dura há 3 anos e suas informações
são modificadas constantemente. Os dados foram baseados em uma
pesquisa do jornal "O Povo" do dia 17 de março de 2017.

Um levantamento divulgado pela força tarefa da Operação Lava-Jato mostra que 22 pessoas continuam presas e mais da metade já foram condenados pelo Juiz Sergio Moro, que cuida de processos de primeira instância. Também há presos que não foram condenados, no caso de prisões mais recentes.
Os mandados de busca e apreensão já passam de
752
(Fantástico 16/04/2017)
Full transcript