Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tema I

No description
by

Fartura Rita Joana

on 20 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tema I

Velocidade

? O Condutor deve regular a velocidade, atendendo diversos factores:
ás caracteristicas e estado da via e do veículo;
á Carga transportada;
ás Condições meteorológicas ou ambientais;
á intensidade do trânsito;
a quaisquer outras circuntãncias relevantes. Velocidade: é o espaço ou distância ( km )
percorrida numa certa unidade de tempo(h) Os condutores não devem transitar em marcha cuja a lentidão pode causar embaraço ao trânsito. Limites de Velocidades Independentemente dos limites máximos de velocidade fixados, o condutor de moderar especialmente a velocidade, nas seguintes situações:
à aproximação de passagens assinaladas para a travessia de peões;
à aproximação de escolas; Hospitais, creches e estabelecimentos similares, quando devidamente assinalados;
nas localidades ou vias marginadas por edificações;
á aproximação de aglomeração de pessoas ou animais;
nas curvas, cruzamentos, entroncamentos, rotundas, lombas e locais de visibilidade reduzida Casos de obrigatoriedade de circular a velocidade moderada nas descidas de inclinação acentuada;
nas pontes, túneis e passagens de nível;
nos troços de via em mau estado de conservação, molhados,enlameados ou que ofereçam precárias condições de aderências;
nos locais assinalados com sinais de perigo;
grande intensidade de trãnsito. Ultrapassagem O condutor só pode ultrapassar em local e por forma que a sua realização não resulte perigo ou embaraço para o trãnsito; Deveres dos condutores Regra Geral:

A Ultrapassagem deve efectuar -se pela ESQUERDA Situações em que se pode fazer pela direita:

Veículos ou animais cujo o condutor, assinalando devidamente a sua intenção, pretenda mudar de direcção para a esquerda Excepções Numa via de sentido único, parar ou estacionar à esquerda, desde que em qualquer caso, tenha deixado livre a parte mais à direita da faixa de rodagem;

Pode fazer-se pela direita a ultrapassagem de veículos que transitem sobre carris desde que estes não utilizem esse lado da faixa de rodagem:
Não estejam parados para a entrada ou saída de passageiros;
Estando parados para a entrada ou saída de passageiros, exista placa de refúgio para peões. Excepções ( contínuação) Em caso de Pluralidade de vias e trânsito em vias paralelas, o facto dos veículos de uma fila circularem mais rapidamente que os da outra não é considerado ultrapassagem. O condutor deve, especialmente, certificar -se de que:

A faixa de rodagem se encontra livre na extensão e largura necessária à realização da manobra com segurança;
Pode retomar a direita sem perigo para aqueles que aí transitam;
Nenhum condutor que siga na mesma via ou na que se situa imediatamente à esquerda iniciou manobra de ultrapassagem;
o Condutor que o antecede na mesma via não assinalou a intenção de ultrapassar um terceiro veículo ou de contornar um obstáculo
O Condutor deve retomar a direita logo que conclua a manobra e o possa fazer sem perigo. Realização da Manobra Todo o Condutor que está a ser ultrapassado deve, facultar a manobra, desviando -se o mais possível para a direita e não aumentar a velocidade. Obrigação de Facultar a Ultrapassagem Fora das localidades, em vias cuja a faixa de rodagem só tenha uma via de trânsito afecta a cada sentido, os condutores de:

Automóveis Pesados, de veículos agrícolas, de máquinas industriais, de veículos de tracção animal, que transitem em marcha lenta devem: Manter em relção aos veículos que os precedem uma distância não inferior a 50 m que permita a sua ultrapassagem com segurança. Veículos de Marcha Lenta Locais onde a ultrapassagem é PROIBIDA Nas Lombas;
Imediatamente antes das passagens de nível;
Imediatamente antes e nos cruzamentos e entroncamentos;
(excepto se existir duas ou mais filas de trânsito no mesmo sentido)

Imediatamente antes e nas passagens assinaladas para a travessia de peões;
Nas curvas de Visibilidade Reduzida;
Em locais de Visibilidade insuficiente;
Sempre que um veículo esteja a ultrapassar um terceiro;( excepto se existir duas ou mais filas de trânsito no mesmo sentido).



Sempre que existir sinalização. É Proibida: Grave , com inibição de conduzir de 1 mês a 1 ano

Muito Grave, se for praticado em Auto Estrada ou em vias equiparadas, com inibição de conduzir de 2 meses a 2 anos. Contra ordenações Alguns Principios Fundamentais Mudança de Direcção Antes de mudar de direcção o Condutor deve:
Certificar se que a manobra é permitida e que não vai colocar em perigo ou tornar-se um obstáculo para os outros utentes;
Sinalizar a manobra com antecedência suficiente através das luzes indicadoras de mudança de direcção. Se Pretender mudar de direcção para a direita:
Aproximar-se com a necessária antecedência e quanto possível do limite direito da faixa de rodagem;
Efectuar a manobra no trajecto mais curto.

Se pretender mudar de direcção para a esquerda:
Aproximar- se com a necessária antecedência e o mais possível ao limite esquerdo da faixa de rodagem ( ou ao eixo desta);
Efectuar a manobra de modo a entrar na via que pretende tomar pelo lado destinado ao seu sentido de circulação. Posicionamento na Faixa de Rodagem Se tanto na via que vai abandonar como naquela que vai entrar o trãnsito se processa nos dois sentidos, o condutor deve efectuar a manobra de modo a dar a esquerda ao centro de intersecção das duas vias Quais? Alguns sinais verticais e marcas rodoviárias obrigam ou proibem, directa ou indirectamente a manobra de mudança de direcção Sinais de Obrigação
Sentido Obrigatório Setas de Selecção Sinais de proibição GRAVE , com inibição de Conduzir de 1 mês a 1 ano

Muito Grave, se praticado em auto estrada, com inibição de conduzir de 2 meses a 2 anos Contra ordenações O que é? Inversão de Sentido de Marcha Inverter o sentido de marcha consiste em colocar o veículo em sentido oposto àquele em que seguia, embora se mantenha na mesma via Definição: O condutor deve:

Escolher um lugar adequado para efectuar a manobra, e fazê -la de modo a não causar embaraço aos outros utentes;
Sinalizar a sua intenção com a devida antecência através das luzes de mudança de direcção; Como efectuar a manobra ? nas lombas;

nas curvas, cruzamentos ou entroncamentos de visibilidade reduzuda;

nas pontes,

passagens de nível e túneis

onde a visibilidade seja insuficiente ou reduzida
sempre que existir grande intensidade de trânsito Locais em que é proibido: Marcha - Atrás Antes de efectuar a manobra o condutor deve certificar-se que a pode realizar sem perigo para os outros utentes, e se necessário recorrer à ajuda. A marcha-atrás só é permitida como manobra auxiliar ou de recurso, por exemplo do estacionamento nas lombas;

nas curvas, rotundas e cruzamentos ou entroncamentos de visibilidade reduzida;

nas pontes, passagens de nível e túneis;

onde a visibilidade seja insuficiente ou reduzida;
sempre que existe grande intensidade de trânsito. Locais onde é proibido: Definições e especiais cuidados Paragem e estacionamento Paragem - imobilização de um veículo pelo tempo estritamente necessário para a entrada ou saída de passageiros ou para breves operações de cargas e descargas, desde que o condutor esteja pronto a retomar a marcha e o faça sempre que estiver a impedir ou a dificultar a passagem de outros veículos

Estacionamento - a imobilização de um veículo que não constitua paragem e que não seja motivada por circinstãncia próprias da circulação Definições Tal como em todas as outras manobras o condutor tem de agir de forma a não por em causa a segurança do trânsito Fora das localidades, a paragem e o estacionamento deve fazer-se fora da faixa de rodagem, ou sendo isso impossível e apenas no caso de paragem, o mais próximo possível do respectivo limite direito, paralelamente a este e no sentido da marcha.





Dentro das localidades, a paragem e o estacionamento deve fazer-se nos locais destinados a esse efeito ( ex: Parques de estacionamento, zonas de estacionamento, etc ) e pela forma indicada ou na faixa de rodagem o mais próximo possível do respectivo limite direito, paralelamente a este e no sentido da marcha Como deve efectuar -se? 1º -O condutor que pretenda parar ou estacionar deve verificar-se se não existe sinalização de proibição ou de zona, ou marcas rodoviárias que proibam a manobra.

Que podem ser: Cuidados a ter em atenção Sinais de Proibição Sinais de Zona
( Prescrição Específica ) Marcas Rodoviárias 2º - Ao estacionar o veículo, o condutor deve deixar os intervalos indispensáveis à saída de outros veículos, à ocupação dos espaços vagos e ao fácil acesso aos prédios, bem como tomar as precauções indispensáveis para evitar que aquele se ponha em movimento. ( Continuação ) NOS PARQUES E ZONAS DE ESTACIONAMENTO É PROIBIDO ESTACIONAR: Veículos destinados à venda de quaisquer artigos ou publicidade de qualquer natureza;
Automóveis pesados utilizados em transporte Público, quando não estejam em serviço
Veículos de categorias diferentes a que o parque ou zona estejam exclusivamente afectos Locais onde é proibido parar ou estacionar Rotundas Passagens de Nível Pontes Locais de Visibilidade insuficiente;

a menos de 5 m para um e outro lado dos cruzamentos, entroncamentos ou rotundas

a menos de 5 m para a frente e 25 m para trás dos sinais indicativos da paragem dos veículos de transporte colectivo de passageiros ou a menos de 6 m para trás daqueles sinais quando referidos aos veículos que transitem sobre carris.

a menos de 5 m antes e nas passagens assinaladas para a travessia de peões ou velocípedes

a menos de 20 m antes dos sinais verticais ou luminosos se a altura dos veículos os encobrir

Nas pistas de velocípedes, nos ilhéus direccionais, nas placas centrais das rotundas, nos passeios; ( Continuação ) Na faixa de rodagem sempre que esteja sinalizada com linha longitudinal contínua e a distância entre esta e o veículo seja inferior a 3m;

nas faixas de rodagem e nas bermas das auto-estradas ou das vias reservadas a automóveis e motociclos Fora das localidades ainda é proibido parar ou estacionar: a menos de 50 m para um e outro lado dos cruzamentos, entroncamentos, rotundas, curvas ou lombas de visibilidade reduzida;
( o desrespeito é punido com contra ordenação Muito Grave)

nas faixas de rodagem, sendo possível parar ou estacionar fora destas; nas vias , impedindo o trânsito de veículos ou obrigando-os a utilizar a parte da faixa de rodagem destinada ao trânsito do sentido contrário;

Nas faixas de rodagem, em segunda fila, e em todos os lugares em que impeço o acesso de veículos devidamente estacionados, a saída destes ou a ocupação de lugares vagos;

nos lugares por ondes se faça o acesso de pessoas ou veículos a propriedades, a parques ou a lugares de estacionamento.

a menos de 10 m para um e outro lado das passagens de nível;

a menos de 5m para um e outro lado dos postos de abastecimento de combustíveis;

nos locais reservados, mediante sinalização, ao estacionamento de determinados veículos Locais onde é proibido estacionar nas zonas de estacionamento de duração limitada quando não for cumprido o respectivo regulamento;

veículos ostentando qualquer informação com vista a sua transacção em parques de estacionamento. Paragem de veículos de transporte Colectivo Nas faixas de rodagem, o condutor de veículos utilizado no transporte colectivo de passageiros só pode parar para a entrada e saída de passageiros nos locais destinados a esse fim
Se não existir o mais perto do limite direito da faixa de rodagem. Considera-se estacionamento abusivo ou indevido, o de veículo que :

em zona de estacionamento condicionado ao pagamento de taxa, quando esta não tiver sido paga ou tiver decorrido 2 horas para além do periodo pago;

+ de 48 horas , quando se trata de veículos com evidentes sinais de abandono e que não se possa mover pelos seus próprios meios em segurança;

+ 72 horas , em veículos agrículas, maquinas, reboques e semi - reboques não atrelados ao veículo tractor e veículo publicitário que permanecam no mesmo local; ( ou 30dias se estacionarem em parques a esse fim destinado)

5 dias , o veículo que permanecer em parque de estacionamento a pagar, sem o fazer;
Estacionamento abusivo ( Continuação) 30 dias ininterruptos, em local da via pública ou em parque ou zona de estacionamento isentos de pagamento de qualquer taxa.

Veículo estacionado em parque de estacionamento ostentando qualquer informação com vista a sua transacção

Veículos sem chapa de matrícula ou com chapa que não permita a sua correcta leitura. Estacionados indevida ou abusivamente;

estacionados ou imobilizados na berma de auto-estradas ou vias equiparadas;

estacionados ou imobilizados de modo a constituirem evidente perigo ou grave perturbação para o trânsito ( neste casos se não for possível a remoção imediata, as autoridades competentes, devem também proceder à deslocação provisória do veículo para outro local, a fim de aí ser bloqueado até à remoção);

O desbloqueamento só pode ser feito pelas autoridades competentes

Todas as despesas ocasionadas pela remoção, são da responsabilidade do Proprietário do veículo, sem prejuízo das sanções legais aplicavéis, ressalvando-se o direito de regresso contra o condutor.
Podem ser Removidos os veículo que se encontrem:
Full transcript