Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

CENTRO DE ACOLHIMENTO PARA JOVENS GESTANTES

Apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFACS.
by

Lucas Costa

on 7 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CENTRO DE ACOLHIMENTO PARA JOVENS GESTANTES

CENTRO DE ACOLHIMENTO PARA JOVENS GESTANTES Aluna: Catarina Luiza Rezende Gomes
Orientadora: Drª. Maria José Malheiros Grande número de jovens grávidas – 27,4% de mulheres entre 15 e 24 anos já engravidaram. INTRODUÇÃO Estrutura idealizada para amparar durante 12 meses jovens entre 10 e 25 que engravidaram. Fator determinante para a criação do centro de acolhimento para jovens gestantes. Fonte: http://smsdc-cms-gustavocapanema-equipe3142.blogspot.com.br/2011_05_01_archive.html (Acesso em 15/05/2012) TEMA E PROBLEMÁTICA Acolher ≠ Apoiar Metas 4 e 5 dos 8 objetivos de desenvolvimento do milênio Centro de acolhimento para jovens gestantes 8 ODM. Estrutura para: abrigar e dar suporte. JUSTIFICATIVA DA ESCOLHA Aumento de jovens grávidas OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METODOLOGIA ADOTADA ANÁLISE DE PROJETOS SIMILARES OU DE REFERÊNCIAS CENTRO DA MÃE – ASSOCIAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL Em 2001 funciona oferecendo apoio. Formada em 1999. Situado em Portugal. Em 2010 é aberta a residência de acolhimento. CASA DE APOIO À VIDA
ATENÇÃO INTEGRAL A FAMÍLIA Situada em Campinas-SP. Em 1979 já ofereciam serviços. Apoio da UNESCO. Estrutura da CAVI. Criada em 2001. REDE CEGONHA Programa implantado em todo o Brasil desde março de 2011 Busca trazer facilidades Atendimento humanizado Estruturas que funcionarão em conjunto com algumas maternidades: Centros de Parto Normal ESTUDO DO TERRENO
PARA IMPLANTAÇÃO DO PROJETO Características do lote Localizado na Avenida Luis Viana Filho – Paralela Rua Thomaz Gonzaga Situado em um dos centros urbanos ESTUDO HELIOTÉRMICO LEGISLAÇÃO LOUOS PDDU JUSTIFICATIVA DA ESCOLHA Proximidade Visibilidade Acessibilidade Centralidade PROGRAMA, PRÉ-DIMENSIONAMENTO CONCEITO PARTIDO Fonte:http://rotarycampinasnorte.org.br/portal/images/stories/publicacoes/14set2011-PT.pdf
(Acesso em 05/04/2012) ' Fonte: Site do Centro da Mãe (Acessado em 08/04/2012) Fonte: Site do Centro da Mãe (Acessado em 08/04/2012) Fonte: Site do Centro da Mãe (Acessado em 08/04/2012) Fonte: Página de rede social (facebook) do Centro da Mãe
(Acessado em 15/05/2012) Fonte: Página de rede social (facebook) do Centro da Mãe
(Acessado em 15/05/2012) Fonte: Página de rede social (facebook) do Centro da Mãe
(Acessado em 15/05/2012) Fonte: http://www.fotolog.com.br/casadeapoio/15554394/
(Acessado em 08/04/2012) Fonte: Fonte: Google Maps
(Acessado em 24/05/2012) Fonte: http://globotv.globo.com/rede-globo/acao/v/casa-de-apoio-a-vida-ajuda-adolescentes-gravidas-de-familias-carentes-de-sp/1594314/
(Acessado em 16/05/2012) Fonte: http://globotv.globo.com/rede-globo/acao/v/casa-de-apoio-a-vida-ajuda-adolescentes-gravidas-de-familias-carentes-de-sp/1594314/
(Acessado em 16/05/2012) Fonte: http://globotv.globo.com/rede-globo/acao/v/casa-de-apoio-a-vida-ajuda-adolescentes-gravidas-de-familias-carentes-de-sp/1594314/
(Acessado em 16/05/2012) Fonte: http://globotv.globo.com/rede-globo/acao/v/casa-de-apoio-a-vida-ajuda-adolescentes-gravidas-de-familias-carentes-de-sp/1594314/
(Acessado em 16/05/2012) Fonte: Manual Prático para a Implementação da Rede Cegonha pag. 30
(Acessado em 09/04/2012) Fonte: Manual Prático para a Implementação da Rede Cegonha pag. 30
(Acessado em 09/04/2012) Fonte: Manual Prático para a Implementação da Rede Cegonha pag. 30
(Acessado em 09/04/2012) Fonte: Manual Prático para a Implementação da Rede Cegonha pag. 32
(Acessado em 09/04/2012) Fonte: Acervo Próprio Fonte: PDDU, 2008 Fonte: Google Maps - Editada Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: LOUOS Fonte: PDDU, 2007 Fonte: Acervo Próprio Fonte: Google Maps – Editada Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Google Imagens Fonte: Google Imagens Ausência de programas assistenciais Casas de Gestantes, Bebês e Puérpera UNIVERSIDADE SALVADOR - UNIFACS
DEAR - DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

ARQUITETURA E URBANISMO

TFG - TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO CONCLUSÃO REFERÊNCIAS FLUXOGRAMA E FUNCIONOGRAMA Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Google Imagens Fonte: Acervo Próprio ESTUDOS PRELIMINARES
SETORIZAÇÃO Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio ESTUDOS PRELIMINARES
MASTERPLAN Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio ESTUDOS PRELIMINARES
PLANTA BAIXA Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio Fonte: Acervo Próprio ESTUDOS PRELIMINARES
CORTE ESQUEMÁTICO Fonte: Acervo Próprio NEUFERT, Ernst. Arte de projetar em arquitetura: princípios, normas, e prescrições sobre construção, instalações, distribuição e programa de necessidades , dimensões de edifícios, locais e utensílios. Tradução de Gustavo Gili do Brasil. 21. ed. Alemanha: Gg, 1976. 1 v. 431 p.
WATERMAN, Tim. Fundamentos de paisagismo / Tim Waterman; tradução técnica Alexandre Salvaterra. – Porto Alegre: Bookman, 2010. 200 p.: Il. color.; 20x23cm ISBN 978-85-7780-682-9
MASCARÓ, Lucia. Vegetação Urbana. – Porto Alegre 3ª Edição 2010. 212p. Il. ISBN 978-85-99897-07-2
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. HumanizaSUS. Documento base para gestores e trabalhadores do SUS – 4ª edição – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008.
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas:
NBR 10520: Citações em Documentos. Rio de Janeiro, 2002.
NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2004.
Guia de Orientação sobre Captação de Recursos na Saúde (com legislação)
Manual de Cooperação Técnica e Financeira por meio de convênios - 2008
Portaria MS/GM Nº 3432/1998 – que estabelece critérios de classificação para as Unidades de Tratamento Intensivo – UTI.
Portaria Nº 1459/2011 – que institui no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS – a Rede Cegonha.
Portaria N.º 2351/2011 – que altera a Portaria nº 1.459/GM/MS, de 24 de junho de 2011, que institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Rede Cegonha.
Resolução RDC nº 07/2010 ANVISA – que dispõe sobre os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva e dá outras providências.
Resolução RDC nº 36/2008 ANVISA – que dispõe sobre Regulamento Técnico para Funcionamento dos Serviços de Atenção Obstétrica e Neonatal.
Resolução RDC nº 50/2002 ANVISA – Normas para Projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde. “Arquitetura é uma arte com finalidade” Vilanova Artigas Obrigada... CASA DA GESTANTE HOSPITAL DA MULHER - RJ
Full transcript