Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

2º Reunião da CIPA - Ergonomia

No description
by

Wladimir Ferreira

on 20 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 2º Reunião da CIPA - Ergonomia

NR 17 -Ergonomia 2° Reunião da CIPA Slides de WLADIMIR BRASIL
Fortaleza-ce Tecnico em Segurança do Trabalho wladimirdasilva@yahoo.com.br 17.1. Esta Norma Regulamentadora visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

17.1.1. As condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, ao mobiliário, aos equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho e à própria organização do trabalho.

17.1.2. Para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho, conforme estabelecido nesta Norma Regulamentadora. Slides de Wladimir
Tecnico em Segurança do Trabalho
wladimirdasilva@yahoo.com.br Slides de Wladimir
Tecnico em Segurança do Trabalho
wladimirdasilva@yahoo.com.br A B C D
Suporte para monitor de vídeo
Suporte de papel para digitação
Suporte para os pés
Cadeiras com braços Aplicação da ergonomia no escritorio Cadeira com braços SUPORTE PARA MONITOR DE VÍDEO SUPORTE PARA OS PÉS SUPORTE DE ESPUMA PARA DIGITAÇÃO Slides de Wladimir
Tecnico em Segurança do Trabalho
wladimirdasilva@yahoo.com.br Wladimir
Tecnico em Segurança do Trabalho Vantagens do Projeto:  Permite o ajuste no posto de trabalho de acordo com a característica psicofisiológica de cada colaborador
Redução significativa das dores nos ombros, braços e coluna
Melhor movimentações nas atividades.
Redução da fadiga no final do turno de trabalho.
Maior satisfação do trabalhador.
Aumento na produtividade e no índice de qualidade.
Adequação do posto de trabalho conforme a Norma Regulamentadora NR° 17 da lei 6.514/77 As consequências da não utilização da ergonomia Dor no pescoço
Dor nas costas
Dor nos braços
Dor nas mãos
Sensação de desconforto que leva ao stress
Lombalgia
L.E.R/D.O.R.T Sintomas de um possivel STRESS
Medo ou preocupação com algo não identificado
Desânimo
Facilidade para se irritar com pequenas coisas
Tristeza,
Preocupação excessiva com coisas sem importância
Falta de disposição para fazer qualquer coisa
Dores nas costas, principalmente nos ombros e na nuca
Sensação de calor intercalada com frio
Dores de cabeça
Sensação de peso nas pernas e braços
Opinião contraria de outro Lombalgia I FASE
- Desconforto nas articulações
- melhora com o repouso - Dor média intensidade
- Piora com o esforço
- Melhora com o repouso
- Edema discretamente localizado
- Desconforto para dormir
- Dor á palpação
- Diminuição da produtividade II FASE - Incapacitante PARCIAL para o trabalho
- Dificuldade para dormir
- Pouca melhora com o repouso
- Queda de objetos ao segura
- Dores constantes e localizado
- Crepitação aos movimentos
- Tratamento fisioterápico
- Inicio de atrofiamento III FASE - Dores constante e localizada
- Não melhora com o repouso
- limitação nas A.V.D.s (Atividades da Vida Diária)
- Depressões
- Incapacidade TOTAL das atividades
- Atrofiação dos osso
- Tratamento fisioterápico e em casos mais GRAVES cirurgia IV FASE OS ALONGAMENTOS QUE EVITAM OS PROBLEMAS ERGONOMICOS Atribuições da cipa NR5
Identificar os riscos do processo de trabalho;
Realizar após cada reunião, a verificação do cumprimento das metas fixadas;
Divulgar aos trabalhadores informações relativas à segurança e saúde no trabalho;
Propor medidas de solução dos problemas identificados;
Requerer ao SESMT ou ao empregador, a paralisação de máquina ou setor onde considere haver risco grave e iminente à segurança e saúde dos trabalhadores. RISCOS AMBIENTAIS
(De acordo com a Tabela I, da Portaria nº 25, de 29/12/94) Risco ambientais
Insalubridade Risco ocupacionais
Periculosidade Riscos
Ergonômicos

Esforço físico intenso

Levantamento e transporte manual de peso

Exigência de postura inadequada

Controle rígido de produtividade

Imposição de ritmos excessivos

Trabalho em turno e noturno

Jornada prolongada
de trabalho

Monotonia e repetitividade

Outras situações causadoras de “stress” físico e/ou psíquico Riscos de
Acidentes

Arranjo físico
inadequado

Máquinas e equipamentos
sem proteção

Ferramentas inadequadas
ou defeituosas

Iluminação inadequada

ELETRICIDADE

PROBABILIDADE DE INCÊNDIO OU EXPLOSÃO

Armazenamento inadequado

Animais peçonhentos

Outras situações de risco que poderão contribuir para a ocorrência de acidentes wladimir
wladimirdasilva@yahoo.com.br Slides de Wladimir
Tecnico em Segurança do Trabalho
wladimirdasilva@yahoo.com.br NR 1 Disposições Gerais
NR 2 Inspeção Prévia
NR 3 Embargo ou Interdição
NR 4 Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho
NR 5 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
NR 6 Equipamento de Proteção Individual
NR 7 Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional
NR 8 Edificações
NR 9 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais
NR10 Serviços em Eletricidade
NR 11 Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais
NR 12 Máquinas e Equipamentos
NR 13 Caldeiras e Vasos de Pressão
NR 14 Fornos
NR 15 Atividades e Operações Insalubres
NR 16 Atividades e Operações Perigosas
NR 17 Ergonomia
NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção
NR 19 Explosivos
NR 20 Líquidos Combustíveis e Inflamáveis
NR 21 Trabalhos a céu aberto
NR 22 Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração
NR 23 Proteção contra incêndios
NR 24 Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho
NR 25 Resíduos Industriais
NR 26 Sinalização de Segurança
NR 27 Registro Profissional do Técnico de Segurança do Trabalho no Ministério do Trabalho
NR 28 Fiscalização e Penalidades LEI: 6.514/ PORTARIA 3.214 de 1978 A importância da ginástica laboral no ambiente de trabalho Wladimir
wladimirdasilva@yahoo.com.br A lombalgia é uma dor que ocorre na região inferior da espinha em cinco vértebras da denominada região lombar mais precisamente em seus discos, terminações nervosas músculos e ligamentos.
Suas principais causas estão no excesso de peso suportado na região. Coloque um pé à frente e mantenha os dois firmemente apoiados Separe os pés a uma distância aproximada de 40 cm um do outro Dobre as pernas, projete o tronco um pouco à frente e centralize a carga Suba mantendo a coluna reta usando apenas os músculos das pernas Nunca gire o corpo com uma carga pesada Não levante rapidamente uma carga se esta for pesada Não levante uma carga pesada por cima da cintura em movimento Mantenha a carga junto ao corpo sempre que possível. Isso aumenta muito a capacidade de levantamento.
Mantenha os braços esticados. Quando a dimensão da carga ou o peso for incompatível, procure ajuda com um companheiro Aproveite o peso do corpo para empurrar objetos. Como levantar peso corretamente Condições ambientais de trabalho
Nível de iluminação
Nivel de Temperatura
Nivel de Ruído
Velocidade do ar Organização do trabalho
Norma de produção,modo operatório, exigência de tempo. NR - 17.3. Mobiliário dos postos de trabalho.
17.3.2. Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os
painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação e devem
atender aos seguintes requisitos mínimos:
a) ter altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância
requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento;
b) ter área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador
c) ter características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais. 17.3.3. Os assentos utilizados nos postos de trabalho devem atender aos seguintes requisitos mínimos de
conforto:
a) altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;
b) características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;
c) borda frontal arredondada;
d) encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar.
NR 17 anexo 2
2. MOBILIÁRIO DO POSTO DE TRABALHO
a) o monitor de vídeo e o teclado devem estar apoiados em superfícies com mecanismos de regulagem independentes;

i) nos casos em que os pés do operador não alcançarem o piso, mesmo após a regulagem do assento, deverá ser fornecido apoio para os pés que se adapte ao comprimento das pernas do trabalhador, permitindo o apoio das plantas dos pés, com inclinação ajustável e superfície revestida de material antiderrapante; O que é Ergonomia ?
Ergonomia (do Grego: Ergon = trabalho + nomos = normas, regras, leis)

É o estudo da adaptação do trabalho às características dos indivíduos, de modo a lhes proporcionar um máximo de conforto, segurança e bom desempenho de suas atividades no trabalho.

O ergonomista - Estuda como as pessoas trabalham, a fim de melhorar o seu conforto, a sua saúde e a produtividade. Interfere no ambiente, na organização do trabalho, nas máquinas e na formação das pessoas.

O fisioterapeuta - Por sua vez, tem o mesmo objetivo, mas trabalha focado no tratamento das pessoas.

Para minimizar os acidentes de trabalho e as doenças ocupacionais em 1978, o Ministério do Trabalho e Emprego, junto com a Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho, regulamenta os artigos 154 á 2012 contidos na CLT por meio da Portaria nº 3.214.
Na época junto com os empregador e representantes sindicais de cada categoria criando vinte e oito Normas Regulamentadoras, entre elas a NR - 17 Equipamentos de trabalho
E.P.C e E.P.I Doenças que advém do stress:
Cansaço.
Ganho ou perda de peso.
Infecções, gripes e outras viroses.
A Pressão Arterial e o Colesterol sobem, enrijecendo as artérias e favorecendo o aparecimento de Arteriosclerose, derrames.
Dores de cabeça, dores musculares, dores “de coluna”, Fibromialgia.
Má digestão, gastrites, úlceras.
Prisão de ventre e diarreia, flatulência (gases). A palavra "Estresse" vem do inglês "Stress" que significa esforço de adaptação do organismo para enfrentar situações que considere ameaçadoras a sua vida e a seu equilíbrio interno.
“Stress” é a denominação dada a um conjunto de reacções orgânicas e psíquicas de adaptação que o organismo emite quando é exposto a qualquer estímulo que o excite, irrite, amedronte ou o faça sentir muito feliz.
“stress”, não é uma doença, é apenas a preparação do organismo para lidar com as situações que se apresentam, sendo então uma resposta do mesmo a um determinado estímulo, a qual varia de pessoa para pessoa.
A organização mundial de Saúde afirma que o “stress” é uma "epidemia global". Há muito tempo o alcoolismo é considerado uma doença pela OMS – Organização Mundial da Saúde, além de ser um dos mais recorrentes e debatidos temas nas empresas, principalmente em palestras na SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho.

A empresa tem que ter sensibilidade com os funcionários que passam por esta situação, não podendo fechar os olhos e nem tentar se livrar do problema com atitudes drásticas como a demissão, por exemplo. A demissão, aliás, deve ser o último recurso a ser adotado pela empresa em casos de funcionários alcoólatras. A solidariedade e o tratamento são as alternativas mais justas e humanas para as pessoas que buscam através do álcool a fuga para os seus problemas e frustrações do dia-a-dia.

O alcoolismo afeta o convívio social, a família, o rendimento no trabalho, além de acometer o indivíduo á diversos problemas de saúde.

Para as empresas de transportes a atenção com alcoolismo é ainda maior, pois motoristas doentes trafegam pelas estradas sobre o efeito do álcool causando inúmeros acidentes. A lei 11.705 conhecida como a “lei seca”
apesar de muitas contestações, é um instrumento legítimo que o Estado dispõe para responsabilizar motoristas que insistem em beber antes de dirigir.Os alcoólatras não necessitam de pena e sim da nossa compreensão e solidariedade. O problema existe e não deve ser ignorado, o doente precisa ser tratado para o bem de todos, família, empresa e principalmente o alcoólatra. Alcoolismo no trabalho Stress no trabalho Riscos
Físicos

RUÍDO

VIBRAÇÃO

RADIAÇÕES
IONIZANTE

RADIAÇÕES
NÃO IONIZANTE

FRIO

CALOR

PRESSÕES
ANORMAIS

Umidade Riscos
Químicos

Poeiras

Fumos

Névoas

Neblinas

GASES

Vapores

SUBSTÂNCIA,
COMPOSTA OU PRODUTOS QUÍMICOS EM GERAL Riscos
Biológicos

VÍRUZ

BACTÉRIAS

PROTOZOÁRIOS

FUNGOS

PARASITAS

BACILOS http://wladimirtst.blogspot.com.br
Full transcript