Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Estudo de Casos

No description
by

Laura Lopes

on 24 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estudo de Casos

Estudos de Casos
Museu de Minas e do Metal
Arqº Paulo e Pedro Mendes da Rocha
http://www.fosterandpartners.com/projects/reichstag-new-german-parliament/
http://www.mmm.org.br/
http://arcoweb.com.br/projetodesign/arquitetura/paulo-mendes-rocha-pedro-mendes-rocha-museu-belo-horizonte-13-10-2010
http://www.belohorizonte.mg.gov.br/local/atrativos-turisticos/culturais-lazer/museu-das-minas-e-do-metal
http://www.archdaily.com/255777/the-tanks-open-tate-modern-herzog-de-meuron/
http://www.archdaily.com.br/br/01-46083/herzog-and-de-meuron-completa-a-primeira-fase-da-extensao-do-tate-modern
http://arcoweb.com.br/projetodesign/arquitetura/herzog-amp-de-meuron-arquitetos-museu-tate-01-07-2000
http://www.archdaily.com.br/br/01-41033/vidas-cruzadas-museu-san-esteban-slash-miguel-ubarrechena
http://es.wikipedia.org/wiki/Palacio_de_San_Esteban_(Murcia)#Galer.C3.ADa
http://www.tate.org.uk/about/projects/tate-modern-project/vision
REICHSTAG BERLIN
Foster and Partners
Tate Modern
Herzog & De Meuron
Projetos
Alunos: Amanda Braga, Bianca Baccarin, Laura Lopes e Mariana Coelho

Turma: PMC

Professores: Arqª. Eugenia Kuhn e Arq. Edison Zanckin

Tate Modern
Reichstag
Museu das Minas e do Metal
Museo San Esteban
Breve Histórico:
O prédio projetado incialmente para ser a Secretaria de Interior de Minas Gerais, foi além de secretárias, centro de referência até, então, se tornar o atual museu. Conhecido como o prédio Rosa, possuí elementos neoclássicos influência do 2º Império Francês.
1898- Secretaria de Interior de Minas Gerais
1928- Ampliação para mais um pavimento feito pelo arqº. Galileu Reis. Passou, então, a ser a Secretaria de Educação e Saúde.
1948- Secretaria da Educação (somente)
1977- Tomabento
1993- Abrigou a Reitoria da UEMG
1994- o edificio passa a ser apenas Centro de Referência do Professor
22 de março de 2010- Abrigou, enfim, Museu de Minas e do Metal
Prédio Principal: 1ª etapa 1897
1 volume, 4 pavimentos. Planta simétrica - estilo da eclética francesa
Segunda Etapa - 1928
bloco em forma de U, pátio Interno
3ª Etapa: Museu
Preservada integralmente as fachadas principais, laterais e posterior (de 1898).
Novo pavimento em forma de U, que abraça o vazio original existente e seu anexo.
Caráter contemporâneo, pintura vermelha para dar ênfase na diferença do que já era existente e do novo.
Ganho de 881,50m² na construção original.
Fachadas:
Pavimentos
Planta embasamento
Primeiro pavimento
Segundo pavimento
Terceiro pavimento
Planta terraço
Histórico
1834- Inaugurado como sede do parlamento.
1933- Incêndio- Severamente danificado, deixa de ser sede do parlamento.
1945- Bombardeado e após a segunda guerra caiu em desuso.
República Democrática alemã- Palácio da república - Berlin Oriental
República Federal da Alemanha- Bundeshaus em Bona
1960- Parcialmente restaurado
1990 - Reunificação alemã
1992-1999 - Rearquitetura realizada pelo arquiteto Norman Foster
Atualmente é considerado simbolo da reunificação alemã e sede do parlamento, o Bundestag.
4 Questões para definição do projeto
Importante fórum democrático.
Compreenção da história , preservar marcas do passado, ''museu vivo''.
Compromisso com a acessibilidade e cuidado ambiental.
Prédio deteriorado pelas guerras e sem uma reconstrução total possível .
PROJETO

Todo o edificio passou por uma rearquitetura, foi equipado com a infraestrutura necessária para realizar suas atividades. Sendo a cupúla centro o projeto.
Croquis
Cortes/Plantas
Cúpula
Agrega leveza e transparência ao edifício, além de dirigir iluminação (luz solar) e ventilação natural para o interior do prédio, enquanto um escudo solar automatizado protege do ganho solar indesejado.

Características
museu vivo
Sustentabilidade- Um biocombutivel produzido localmente gera 80% da energia e 90% do calor que abastece o prédio. Uso da água é reduzido pelo paisagismo de baixa manuntenção.
Mobilidade- trens e ônibus / grande número de porta bicicletas
rampas -> áreas de observação
Restaurantes no terraço
Principal câmara do parlamento
Farol- vigor do processo democrático alemão
Maquete Digital:
maquete física
Entorno Imediato
Secretaria do Interior
Museu de Minas e do Metal
Fotos
Ficha técnica
Museu das Minas e do Metal
Local Belo Horizonte, MG
Início do projeto 2006
Conclusão da obra 2010
Área do terreno 6.621,65 m2
Área construída 4.962 m2 (edifício existente); 881,50 m2 (bloco novo)
Arquitetura Paulo Mendes da Rocha e Pedro Mendes da Rocha (autores); Felipe Noto, Maira Rios, Paulo Emílio Ferreira, Marcela Aleotti, Nicolau Freitas, Carolina Bueno, André Ferreira e Thiago Mendes (colaboradores)
Projeto museográfico Marcelo Dantas
Estrutura Kurkdjian Fruchtengarten Engenharia Associados
Luminotécnica LD Studio e Claraluz (áreas expositivas)
Climatização Climatizar
Consultorias BM (esquadrias e vidros); Fábio Domingos Pannoni (proteção e corrosão)
Conforto térmico K2 Arquitetura
Conforto acústico Marco Antônio Vecci
Restauro Grupo Oficina de Restauro/Século 30

Histórico

A usina foi projetada pelo arquiteto Sir Giles Gilbert Scott e construída em duas fases, entre 1947 e 1963;

A partir de 1950 a usina já estava em uso;

Foi desativada em 1981 como parte da política de melhoria do ar da capital;

O prédio foi reconvertido pelos arquitetos suíços Herzog e de Meuron em 2000 como Tate Moderns;

Museu ganha projeto de prédio anexo a ser realizado em 2016.

Bankside Power Station
Tate Modern
2000

IMPORTANTE

O museu recebe cerca de 5 milhões de visitantes ao ano

Os arquitetos suíços confundem os observadores sobre onde termina a edificação antiga e onde começa a nova

O espaco é dividido em dois: a área sul e área norte

O projeto preservou não só a estrutura metálica original como também algumas gruas e guinchos indústrias, que agora ajudam na montagem das exposições.

As paredes de tijolos foram pintadas, a cobertura ganhou basculantes para a entrada de luz natural. As partes envidraçadas são duplas para maior conforto térmico. As originais janelas de alumínio foram mantidas, ganhando também vidro duplo.

2000

The Tanks
Projeto
Bibliografia
Museo San Esteban
Múrcia - Espanha
A história do edifício começa em 1555 (Múrcia, Espanha), quando foi fundada, um dos primeiros colégios de jesuítas na Espanha, graças ao apoio financeiro e iniciativa pessoal de Don Esteban de Almeyda, bispo da diocese de Cartagena entre 1546 e 1563. É em sua honra que o Colégio foi nomeado San Esteban.
O Palacio de San Esteban é um edifício histórico na cidade parte, junto com a igreja do mesmo nome, os monumentos de San Esteban, o ex-jesuíta convento-escola. Localizado no centro da capital, entre a rua e o jardim Acisclus Diaz de San Esteban, sendo a sede do Presidente da Região de Múrcia.
Localizado no Coração de Murcia, este sítio arqueológico (10.143 m²), localizado no Antigo Jardim de San Esteban e ao Lado do Edifício histórico do Palácio de San Esteban é permitindo documento da evolução deste Espaço urbano e dos tempos islâmicos.

Miguel Ubarrechena
A proposta é inserida em Murcia, presente em pleno diálogo com a Murcia do passado e do futuro, tratando de aprender a habitar o lugar proposto. Propõe-se uma infraestrutura que permite criar as condições básicas de uma troca, um marco com o grau suficiente de flexibilidade e agitação, simultaneamente, para promover a participação arqueológica, cidadã e institucional.
Full transcript