Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Geração de 70 e Eça de Queirós

No description
by

Catarina Neves

on 1 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Geração de 70 e Eça de Queirós

Geração de 70 e
o Realismo

A Questão
Coimbrã

Cenáculo
Conferências
do
Casino

Biografia
de
Eça de Queirós

Conclusão
A Geração de 70 e Eça de Queirós
Bruno Bragança
Catarina Neves
Helena Rocha
José Barbosa
Ultra
Romantismo

Webgrafia
Ultra Romantismo
Foi um movimento literário português que aconteceu na segunda metade do século XIX, em torno da cidade de Porto e de Coimbra.

Caracterizou-se por escritores jovens, que levavam ao exagero, as normas e ideais do Romantismo.

Os ultra-românticos geraram obras literárias de qualidade muito discutível.

Porém, existe também literatura ultra-romântica de qualidade inquestionável.

Características do
Ultra-Romantismo
tédio constante,
morbidez,
sofrimento,
pessimismo,
satanismo,
masoquismo,
cinismo,
fuga da realidade (escapismo, evasão);
idealização do amor e da mulher;
consciência de solidão;
a morte (fuga total e definitiva da vida, "solução para os sofrimentos");
sarcasmo,
ironia.


João Baptista da Silva Leitão de
Almeida Garrett
1799-1854

António
Feliciano de Castilho
1800-1875
Camilo
Ferreira Botelho
Castelo Branco
1825-1890
António Augusto
Soares de Passos
1826-1860
João de Deus
de Nogueira Ramos
1830-1896
Educação:
Universidade de Coimbra.

Obras:
Viagens na minha terra;
Miragaia;
Folhas caídas;
Frei Luís de Sousa.
Educação:
Universidade de Coimbra


Obras:
A Chave do Enigma;
Amor e Melancolia;
Eco da Voz Portugueza por Terras de Santa Cruz.
Educação:
Universidade do Porto.

Obras:
Livro negro do Padre Dinis
Onde Está a Felicidade?
Amor de Perdição
Educação:
Faculdade de Coimbra.

Obras:
O Noivado do Sepulcro
Educação:
Universidade de Coimbra.

Obras:
Flores do Campo;
Cartilha Maternal;
Despedidas de Verão.
Nasceu na Póvoa de Varzim em 25 de Novembro de 1845;

Foi filho de uma relação ilegítima entre Carolina Augusta Pereira de Eça e do brasileiro José Maria D’Almeida Teixeira Queirós;

Viveu em Vila do Conde até aos 4 anos;

Depois viveu com os seus avós em Aveiro até aos 10 anos.

Ingressou em 1861 na Universidade de Coimbra;

Juntou-se ao famoso grupo académico da Escola de Coimbra que, em 1865, se insurgiu contra o grupo de escritores de Lisboa;

Terminou o curso em 1866 e fixou-se em Lisboa, exercendo simultaneamente advocacia e jornalismo.


O romance "O Crime do Padre Amaro", publicado em 1875, foi o marco inicial do Realismo em Portugal. Nele, Eça faz uma crítica violenta da vida social portuguesa, denuncia a corrupção do clero e da hipocrisia dos valores burgueses.
Em 1886, casou com D. Maria Emília de Castro
Em 1888 foi transferido para o consulado de Paris.

Morreu em 1900 em Paris
A Questão Coimbrã foi uma polémica literária ocorrida em meados do século XIX em Portugal.

Contrapunha os defensores do status quo, desactualizados em relação à cultura europeia, e um grupo de jovens escritores estudantes em Coimbra, que tinham assimilado as ideias novas.
Status quo
quer dizer manter as coisas como estão.



Os defensores do status quo
=

pessoas que queria manter assim a literatura

Conferências do Casino
Série de conferências levadas a público em 1871, em Lisboa, por iniciativa do chamado grupo do Cenáculo, de que faziam parte:

Antero de Quental,
Eça de Queirós,
Jaime Batalha Reis,
Salomão Sáragga,
Manuel Arriaga e
Guerra Junqueiro
Este é o ponto mais alto da Geração de 70.

Visavam abrir um debate sobre o que de mais moderno, a nível de pensamento, se vinha fazendo lá fora.

O objetivo era aproximar Portugal da Europa.
A conferência inaugural, intitulada "O espírito das conferências", foi proferida por Antero de Quental, que afirmou a necessidade de regenerar Portugal "pela educação da inteligência e pelo fortalecimento da consciência dos indivíduos"
Castilho, um ultra-romântico dispunha de influência e relações que lhe permitiam facilitar a vida literária a muitos estreantes, serviço que estes lhe pagavam em elogios.
Em redor de Castilho formou-se assim um grupo em que o academismo correspondia à hipocrisia das relações humanas, e em que todo o realismo desaparecia,
A esse grupo Antero de Quental chamaria mais tarde «escola de elogio mútuo»
Em 1875, sob a forma de uma Carta ao Editor António Maria Pereira, censurou um grupo de jovens de Coimbra, que acusava de exibicionismo, de obscuridade propositada e de tratarem temas que nada tinham a ver com a poesia, acusava-os de ter também
falta de bom senso e de bom gosto
.
Antero de Quental respondecom uma Carta Aberta publicada num folheto dizendo que os românticos estavam "ultrapassados" .
Nela defendia a independência dos jovens escritores, e metia a ridículo a futilidade e insignificância da poesia de Castilho.


Seguiram-se intervenções de uma parte e de outra, durante os longos meses que a polémica durou.

Eça de Queiroz, em O Crime do Padre Amaro, de forma implícita, toma parte dos jovens literários.
Geração de 70
ou
Geração de Coimbra
é constituída por um grupo de jovens académicos de Coimbra que vieram revolucionar várias dimensões da cultura portuguesa, da política à literatura, onde a renovação se manifestou com a introdução do realismo.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gera%C3%A7%C3%A3o_de_70
http://users.prof2000.pt/ano/alvide/eca/images/CARICATURAS/CARICATURAS%20E%C3%87A/gera%C3%A7%C3%A3o%2070.jpg
http://jbo.no.sapo.pt/realismo/realismo_geracao.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guilherme_de_Azevedo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jaime_Batalha_Reis
http://pt.wikipedia.org/wiki/Joaquim_Pedro_de_Oliveira_Martins
http://pt.wikipedia.org/wiki/Te%C3%B3filo_Braga
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_Junqueiro
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ramalho_Ortig%C3%A3o
http://pt.wikipedia.org/wiki/Antero_de_Quental
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gera%C3%A7%C3%A3o_de_70
http://pt.wikipedia.org/wiki/Realismo
http://www.10emtudo.com.br/aula/ensino/caracteristicas_do_realismo_naturalismo_em_portugal/
http://www.slideshare.net/marvieirat/a-gerao-de-70-31633889?qid=104c7489-c9e7-4680-bc3d-22221097063b&v=qf1&b=&from_search=1
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cen%C3%A1culo_(grupo_de_intelectuais)

Características do Realismo
Estes homens que constituiam a Geração de 70 representaram uma mudança ideológica que se veio a refletir não só na literatura, mas em todos os quadrantes da sociedade, desde a política à filosofia, à literatura, à economia, o que fez com que Portugal finalmente tenha deixado para trás o antiquado Romantismo que nos atrasava em relação à Europa.
Ultra-Românticos

Vs

Realistas
objetividade:
e
xame da realidade exterior ao indivíduo, realidade sem o intermédio da imaginação e do sentimentalismo;

racionalismo:
a inteligência como único meio para a compreensão da realidade objetiva;

universalismo, impessoalismo:
busca da verdade universal, impessoal, captada pelos sentidos e pela inteligência, e só aceita quando passível de ser testada, examinada, experimentada;

contemporaneísmo:
arte voltada para o seu próprio tempo, para os problemas de sua época;

antiburguesismo, anticlericalismo, antitradicionalismo, antimonarquismo
;

preocupação formal:
busca de clareza, de equilíbrio, de concisão no estilo, enxuto e limpo;

lentidão da narrativa:
descrições minuciosas, morosas, pormenorizadas das personagens - o plano da ação e da narrativa em segundo lugar;

linguagem

predominantemente

denotativa
, com privilégio da metonímia em detrimento da metáfora;

exaltação sensorial:
só é verdadeiro o que pode ser captado sensorialmente.
Antero de Quental
Educação: Universidade de Coimbra


Obra: Odes modernas
Ramalho Ortigão
Obras:
O mistério da estrada de Sintra:
cartas ao Diário de notícias,
Os brasileiros
Guerra Junqueiro
Educação: Universidade de Coimbra

Obra: A velhice do Padre Eterno
Teófilo Braga
Educação: Universidade de Coimbra

Obras:
Visão dos Tempos;
Miragens Seculares;
Contos Fantásticos.

Oliveira Martins
Obras:

História da Civilização Ibérica
Regime das Riquezas
A Teoria do Socialismo
Jaime Batalha Reis
Guilherme de Azevedo
Eça de Queirós
1842-1891
1836-1915
1850-1923
1843-1924
1845-1894
1847-1935
1839-1882
O Cenáculo

Acima de tudo foi uma tertúlia de amigos, de composição variável e de localização instável, que se reunia em casas particulares.

O grupo surgiu no seio da boémia coimbrã, e posteriormente, formados os seus participantes na Universidade de Coimbra, continuou a funcionar em Lisboa, acrescentando uns elementos, perdendo outros.

Reuniam-se para discutir livremente os assuntos que apaixonavam toda uma geração. Da política às artes, da sociedade às ciências.)
Realismo
Realismo é um movimento artístico e literário surgido nas ultimas décadas do séc. XIX na Europa, em reação ao Romantismo, apesar de ter chegado mais tarde a Portugal.
Este movimento nasceu como necessidade de retratar a vida, os problemas e costumes das classes média e baixa.
Full transcript