Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A gaiola de ferro revisitada - DiMaggio & Powell - 1983

PUCRS - PPGAd 2013 - TO - Profª Marie & Stefânia - Alunos Jorge & Katia
by

Jorge Audy

on 15 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A gaiola de ferro revisitada - DiMaggio & Powell - 1983

Max Weber
A manifestação organizacional do espírito racional constituia um meio tão eficiente e poderoso de controlar as pessoas que, uma vez estabelecido, o momentum da burocracia seria irreversível.

Paul J DiMaggio - Princeton University
A Gaiola da Ferro revisitada:
Isomorfismo institucional e racionalidade coletiva nos campos organizacionais

Walter W Powell - Stanford University
American Sociological Review - v48/n2 - 1983
RAE Clássicos - v45/n2 - 2005

Por que?
Campo organizacional ... aquelas organizações que juntas constituem uma área reconhecida da vida institucional.
Isomorfismo?
"As principais forças que as organizações devem levar em consideração são as outras organizações" (Aldrich, 1979, p265), elas competem não só por recursos e clientes, mas por poder político e legitimação institucional, por adequação social, assim como por adequação econômica.
Como ?
2.1. Isomorfismo Institucional Coercitivo

pressões formais x informais
pressões explícitas x sutis
coerção, persuasão ou conluio

regulamentação governamental
... ambientais
... legais
... fiscais

Busca de inclusão, aceitação, legitimidade
... politicamente corretos
... ética e sustentabilidade

cerimoniais ou não, consequentes ou não
Coercitivo
Mimético
Normativo
Coercitivo
Mimético
Normativo
Coercitivo
Mimético
Normativo
2.2. Isomorfismo Institucional Mimético

Motivadores:
... Incertezas
... Metas Ambíguas
... Tecnologias insuficientes
... Benchmarks

Oportunidades e riscos:
... Inovação
... Cultura
... Tecnologia
... Poder
... 3º setor
2.3. Isomorfismo Institucional Normativo

. Profissionalização
. Cognitivo
. Legitimação
. Regulamentação
. Academia (qualificação, treinamento técnico)
. RH (seleção e CV de preferência para mérito)

Estrutura hierárquico-funcional
Eventos e networking
INTERAÇÃO
DOMINAÇÃO
INFORMAÇÃO
PERTENÇA
Preditores organizacionais :
Preditores de campo
Grau de
dependência
entre organizações
+ isomorfismo
estrut + amb + foco
comportamental
+ centralizado
o fornecimento
para a Organização A
+ isomorfismo
as Organizações
de quem depende
Incerteza entre
meios e fins
+ isomorfismo
as outras
+ bem sucedidas
+ metas ambiguas
+ isomorfismo
a organizações
bem-sucedidas
+ confiança
em credenciais
acadêmicas
para seleção (RH)
Qto maior a
participação de
gestores em
associações
rofissionais
+ isomorfismo
Qto +
incertas as
tecnologias ou
metas ambiguas
+ isomorfismo
Qto maior
grau de
profissionalização
há maior grau
isomorfismo
Qto maior
grau de
estruturação
maior o grau
isomorfismo
Qto menor
alternativas
visíveis de
modelos
organizacionais
Qto mais
organizações
interagem com
governo
+ isomorfismo
Qto mais
dependente de
1 fonte ou =
recursos vitais
+ isomorfismo
Marcelo Milano Falcão Vieira
Cristina Amélia Carvalho
A abordagem institucional nos estudos organizacionais:
Bases conceituais e desenvolvimentos contemporâneos
Insitucionalismo
XIX
Economia
Psicologia

Sociologia
Origem e Escopo
Behaviorismo
Comportamentismo
(estímulo-resposta)
Selznick (57)
Meyer (77)
Meyer e Rowan (83)
Meyer e Scott (83)
Zucker (87)
Funcionalistas
(política
x economia
x sociedade)
neo-Insitucionalismo
métodos científicos
Alemanha
+=
Divergências institucional e pós-institucionalismo:
neo-institucionalismo
tese (psicol.)
parsoniana
ambiente apenas
como fornecedor
conflitos
de
interesses
elemento
constitutivo
influência
menor
teoria da
ação prática
Três temáticas neo-institucionalistas:
REGULADOR NORMATIVO COGNITIVO
Base de Submissão

Mecanismos

Lógica

Indicadores


Base de
Legitimização
Utilidade Obrigação Social Pressuposição

Coercitivo Normativo Mimético

Instrumentalidade Adequação Ortodoxia

Regras, leis, sanções Certificação, aceitação Predomínio
Isomorfismo

Legalmente sancionada Moralmente governada Culturalmente
sustentada,
Conceitualmente
correta
Neo-Institucionalismo
Ambiente
Técnico
Ambiente
Institucional
~ "Entende-se por institucionalização o processo de transformar crenças e ações em regras de conduta social. Ao longo do tempo, por influência de mecanismos de aceitação e reprodução, tais regras tornam-se padrões e passam a ser encaradas como rotinas naturais ou concepções amplamente compartilhadas da realidade."
(Berger & Luckmann, 1967. Meyer & Rowan, 1983; Jepperson, 1991)
Transformação institucional x Ajustamento organizacional:
Inovação
Institucionalização
Desinstitucionalização
Reinstitucionalização
Estratégia - Tática - Exemplo
Aquiescência
Hábito - seguir normas invisíveis
Imitar - imitar modelos institucionais
Aceder - obedecer as regras e normas
Compromisso
Equilibrar - públicos múltiplos
Pacificar - acomodar elem. institucion.
Barganhar - negociar com grupos
Esquivança
Ocultar - disfarçar a não-conformidade
Amortecer - afrouxar as ligações inst.
Escapar - mudar obj, ativid ou domínios
Desafio
Rejeitar - desconsiderar normas
Provocar - contestar regras
Atacar - violar as fontes de pressão
Manipulação
Cooptar - importar pessoas influentes
Influenciar - moldar valores e critérios
Controlar - dominar públicos e processo
Teoria Institucional

Legitimidade

Diferenças x Semelhanças

Competição e Inovação

Diversificação x Homogeneização
Isomorfismo
Competitivo
Institucional
Coercitivo
Normativo
Mimético
Obrigado
Jorge Audy
Kátia Buriol
Full transcript