Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

REDUÇÃO DO TEMPO DE SETUP NA ETAPA DE REVESTIMENTO DE UMA IN

No description
by

ROSANGELA ORLANDINI

on 25 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of REDUÇÃO DO TEMPO DE SETUP NA ETAPA DE REVESTIMENTO DE UMA IN

1. CONTEXTUALIZAÇÃO
REDUÇÃO DO TEMPO DE SETUP NA ETAPA DE REVESTIMENTO DE UMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA PELA APLICAÇÃO DA FERRAMENTA SMED.

Acadêmico:
Rosangela Maria Orlandini Carneiro


Orientador:
Prof. Dr. Robson Luciano de Almeida
Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Escola Politécnica - Câmpus de Toledo
Curso de Engenharia de Produção

Novembro de 2014

Novembro de 2014
Tema de Estudo:
SMED/TRF – Troca rápida de ferramenta

O SMED (Single Minute Exchange of Die) consiste em uma ferramenta da Manufatura Enxuta, sendo referência principal quando se trata de redução dos tempos de setup de máquinas (Shigeo Shingo).
Contextualização:
O SMED enfatiza a separação e a transferência de elementos do setup
interno
para o setup
externo
.
Contextualização:
O trabalho desenvolveu-se na etapa de
revestimento
de medicamentos
sólidos

O estudo foi realizado em uma
indústria
do ramo
farmacêutico
:
Contextualização:
“O revestimento de comprimidos consiste na
aplicação de um material

sobre a superfície externa
de um comprimido com a intenção de
conferir benefícios e propriedades
á forma farmacêutica em relação à não revestida” (AULTON, 2005, p.445).
Contextualização:
O revestimento possui um total de
dez máquinas
revestidoras;
Apenas
três
foram abordadas no estudo, o
conjunto A, B e C
pois são as revestidoras que apresentaram um alto tempo de setup, o que acarretava em perdas de produção.
Problematização:
Problema:
- Realizar um
diagnóstico da situação atual
da empresa/processo estudado com relação aos tempos de setup;
- Aplicar a ferramenta
SMED
;
- Analisar resultados globais através de um
comparativo
entre a
situação anterior
e
posterior
à aplicação do trabalho;
- Padronizar o
novo processo de setup
.
Reduzir o tempo de setup na linha de revestimento de comprimidos das revestidoras A, B e C, pela aplicação da ferramenta SMED, para valores abaixo do tempo máximo especificado pela empresa.
Objetivo geral
Objetivos:
Objetivos Específicos
Objetivos:
A indústria farmacêutica analisada é:
Justificativa:
Fonte:
a autora, 2014.
Etapas e atividades para aplicação do SMED:
Metodologia:
Resultados e Discussão:
Convencimento e comprometimento da alta direção
Gestão de Projetos
Engenharia
Manutenção
PCP
Gerência da Produção
Operadores da linha
(B)
(A)
Diagnóstico da situação atual
Tipos de equipamentos para Revestimento de comprimidos que a indústria possui.
Fonte:
a autora, 2014
.
Cálculo do tempo médio do setup “perdido” em cada equipamento no período histórico avaliado.
Fonte:
a autora, 2014
.
Gráfico de Pareto para o tempo “perdido” por mês por equipamento
Fonte:
a autora, 2014
.
Considerando faturamento de R$ 700 milhões/ ano

Estimativa de ganho
Fonte:
a autora, 2014
.
Plano de Ação
Fonte:
a autora, 2014
.
- As atividades foram divididas entre
setup interno e externo
;

Análise da seqüência de atividades
Obrigada!
O QUE É O SETUP?
O que é REVESTIMENTO de comprimidos ?
Sólidos
1
Líquidos
2
Semissólidos
3
Penicilânicos
4
- Mascarar
SABOR
e
ODOR
;
- Melhorar
ASPECTO
;
- Controlar
LIBERAÇÃO
do fármaco;
- Garantir
FOTOPROTEÇÃO
do fármaco.
O
conjunto A, B e C
a maioria dos setups são:
são manuais;
não possui padrão (sequência);
Tempo MÁXIMO
especificado pela empresa:
3h50min
;
Tempo ATUAL :

6h46min
(média).
-
Líder no mercado
em que atua a nível nacional;
- Visa à
expansão internacional
;
-
Investimentos recentes
suscitam o interesse em aproveitamento da
capacidade produtiva disponível
;
- Busca constantemente a
redução de desperdícios
e a
minimização de custos
, visto o mercado está cada vez mais competitivo;
1
3
2
Formação de times de trabalho
Três gestores de projetos
Quatro supervisores de fábrica
Gerente da Engenharia
Analista de Melhorias de Processos
1
4
5

O tempo total foi realizado em
6h46min
, dividindo-se em
2 operadores
para execução das atividades
concomitantemente
. E as 17 cronometragens foram suficientes.
Para definição do número mínimo de cronometragens para cada atividade, de acordo com
ESTUDOS DE TEMPOS, MOVIMENTOS E MÉTODOS
:
- O
time de trabalho
acompanhou e cronometrou como o setup estava sendo realizado;
- Descreveu
todas as atividades
desenvolvidas durante o setup;

- Não houve
nenhuma interferência
no processo de execução dos mesmos.

- Foram realizadas 17 cronometragens prévias para cada atividade do setup;

- Operadores trabalharam em ritmo normal, fator de ritmo de 100% ;

- Erro (ER) de 5%;

- Confiabilidade de 95%.
Enquanto o
equipamento estava operação
, os operadores realizavam seis atividades do setup externo que reduziram o tempo de
6h46min
para
6h31min
, redução de 15 min apenas com a transferência de algumas atividades para serem executadas
antes do término do processo.
Separação do setup interno do externo
2
Após a conversão dessas atividades para o setup externo e com o apoio da equipe da limpeza realizando seis atividades para melhoria do setup, temos o tempo de
6h46min para 4h08min
, o equivalente a
38% de redução
.
As operações do setup interno, separadas das operações do setup externo na etapa anterior, foram
reexaminadas
para verificar novas possibilidades de melhoria.

Algumas melhorias foram identificadas:
- Participação de uma
equipe de limpeza na higienização
de alguns utensílios;
- Aquisição de
um jogo de pistolas
para realizar rodizio com o jogo utilizado.
Conversão do setup interno em externo
3
Após a racionalização foram realizadas:
- Foram realizadas 20 cronometragens para cada atividade do setup;

- Operadores trabalharam em ritmo normal, fator de ritmo de 100% ;

- Erro (ER) de 5%;

- Confiabilidade de 95%.
Realizou-se a
junção de atividades semelhantes
para serem
sequenciadas
, padronizou-se
ferramentas
, adotou-se
fixadores rápidos.
Racionalização do setup interno e externo
4
A eliminação de ajustes foi realizada através da
padronização de parâmetros do equipamento
e de seus
componentes
, interferindo apenas no
tempo de processamento do produto
e não no tempo de setup.
Eliminação de ajustes
5
- Garantir a
repetibilidade
e a
perpetuação
dos ganhos alcançados;

- Desta forma, o setup melhorado pela aplicação do SMED foi
padronizado
por meio do
registro em Procedimento Operacional Padrão (POP)
utilizado na empresa;

- Com este procedimento registrado na empresa pode-se
realizar os treinamentos
para todos os
funcionários
do revestimento
A, B e C.

Padronização das práticas implantadas
1
Reduzir o tempo de setup na linha de revestimento de comprimidos das revestidoras A, B e C, pela aplicação da ferramenta SMED, para valores abaixo do tempo máximo especificado pela empresa.

Tempo MÁXIMO especificado pela empresa:
3h50min
Conclusão:
Relembrando o Objetivo:
Conclusão:
Respondendo ao Objetivo:
2. PROBLEMATIZAÇÃO
3. OBJETIVOS
4. JUSTIFICATIVA
5. METODOLOGIA
6. RESULTADOS E DISCUSSÃO
7. CONCLUSÃO
A eliminação do setup não foi possível devido à
grande família de produtos
que necessitam de revestimento na
A, B e C.
Eliminação de setup
6
Após a
racionalização
das atividades, por meio da realização de
testes no período (01/set até 30/set/2014)
evidenciou-se que a etapa de Revestimento
A, B e C
que representava a maior divergência entre os tempos máximos (6h51min) e realizados (3h50min), além de apresentar um dos setups mais demorados,
reduziu para um valor abaixo do tempo máximo estipulado pela empresa.
Análise dos resultados obtidos
1
Tempo médio mensal de setups vs Máximo
Fonte:
a autora, 2014.
Tempo total dos setups por mês na etapa de Revestimento
Fonte:
a autora, 2014.
Antes
da aplicação do SMED, apresentavam um tempo médio de
6h31min
e
após
a aplicação da ferramenta passaram para um tempo de
3h40min
, o que corresponde a
56% de redução do tempo.
Full transcript