Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Impasses Comerciais entre Brasil e EUA

Trabalho de Geografia
by

Vitor Camargo

on 18 January 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Impasses Comerciais entre Brasil e EUA

Império

República
Era
Vargas
Período
Populista
Ditadura
Nova
República
Independência ou morte
Dom Pedro II
1824
1º PAÍS A RECONHECER
Independência do BRASIL
Autoridade do governo Imperial
1822 - 1889
Período Imperial
Relação
B
R
A
S
I
L
e
E.
U
.A
INCIDENTES
Ex:
Pressão norte-americana para a abertura do rio Amazonas
1866
Após
GUERRA DE SECESSÃO
1861 - 1865
ESTADOS UNIDOS
cresceu rapidamente
BRASIL
1870
75%
*Principal produto exportado
B
R
A
S
I
L
E
.U
.A
1822 - 2015
a
DILMA ROUSSEFF
e
BARACK OBAMA
de
JAMES MOROE
e
DOM PEDRO I
IMPASSES COMERCIAS
1889
GOLPE
que implementou a
REPÚBLICA
no
BRASIL
1º Conferência
Pan - Americana
1889 - 1930
1º República
Relação
B
R
A
S
I
L
e
E.
U
.A
E
STADOS
U
NIDOS DO
B
RASIL
1902 - 1912
"ALIANÇA NÃO ESCRITA"
Bradford Burns
O apoio dos Estados Unidos nesta época foi fundamental para solução dos LITÍGIOS FRONTEIRIÇOS
1930 - 1945
"EQUIDISTÂNCIA PRAGMÁTICA"
Gerson Moura
1938
2 Guerra Mundial
IMEDIATAMENTE
APÓS
GOLPE
Reconheço o poder dos militares como legítimo!
Lyndon
Johnson
MAIS TARDE....
BROTHER

SAM
OPERAÇÃO
Força Tarefa da Marinha Norte - Americana

U
S
A

U
S
A

U
S
A
1964 - 1984
1964 - 1967
CASTELLO BRANCO
Forte alinhamento.
Rompimento com Cuba.
1967 - 1969
COSTA E SILVA
Retorno da autonomia.
1969 - 1974
EMÍLIO MÉDICI
Aumento do mar territorial Brasileiro de 12 para 200 milhas náuticas.
1974 - 1979
ERNESTO GEISEL
Rompimento do acordo militar com os EUA, em 1952.
1974 - 1979
JOÃO FIGUEIREDO
Rejeição do boicote às Olimpíadas em Moscou.
Rejeição ao embargo imposto à URSS.
Juraci Magalhães
Chanceler
O que é bom para os
E
U
A
, é bom para o
B
R
A
S
I
L
.
1945 - 1964
FIM :
INÍCIO :
2º Guerra Mundial
Guerra Fria
Relação
B
R
A
S
I
L
e
E.
U
.A
EURICO DUTRA
1946 - 1951
Tentativa de
A
L
I
A
N
Ç
A
com os
E
U
A
Memorando da Frustação
Chanceler
envia um memorando aos
E
U
A
GETULIO VARGAS
1951 - 1954
Tentativa de retomar o alinhamento negociado
KUBITSCHEK
1956 - 1960
Apoia a causa
A
N
T
I
C
O
M
U
N
I
S
T
A
na
H
U
N
G
R
I
A
Concorda com a instalação de uma
B
A
S
E
de rastreamento de foguetes
Propõe a OPERAÇÃO PAN - AMERICANA
*Programa para o desenvolvimento Latino Americano, que previa o apoio dos EUA
*
JÂNIO QUADROS
1961
Fundada a POLÍTICA EXTERNA INDEPENDENTE
*
* Previa maior autonomia do Brasil no cenário Internacional
VISTO COM DESCONFIANÇA PELOS EUA.
LEVA OS EUA A APOIAREM O GOLPE MILITAR.
SARNEY
1985 - 1990
Reatou as relações diplomáticas com CUBA
*
* Defendia a readmição do país para a organização dos estados americanos
Criação da reserva de mercado, devido a LEI DE INFORMÁTICA
CRIOU-SE UMA TENSÃO COM AS RELAÇÕES COM OS EUA
1990 - 1992
COLLOR
Houve uma reaproximação entre
B
R
A
S
I
L
e
E
U
A
*Graças a política econômica Neoliberal
*
HENRIQUE CARDOSO
Iniciado as negociações para a
A
L
C
A
1995 - 2003
Chanceler
O
M
E
R
C
O
S
U
L
é um destino, a
A
L
C
A
é uma opção
MARCO CIVIL
campanha pelo
da
INTERNET
COMPONETES DA DUPLA
Tais Victória
Vitor Bueno
º
n
º
n
33
37
Full transcript