Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PROGRAMA EDUCATIVO INDIVIDUAL (PEI)

No description
by

Tania Dias

on 3 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PROGRAMA EDUCATIVO INDIVIDUAL (PEI)

PROGRAMA EDUCATIVO INDIVIDUAL (PEI)
O QUE É?
Documento que fixa as necessidades educativas especiais da criança ou jovem, baseadas na observação e avaliação da sala de aula e nas informações complementares disponibilizadas pelos participantes no processo.
IMPLEMENTAÇÃO do PEI
Após a sua elaboração por parte dos intervenientes no processo, o PEI necessita de autorização expressa do encarregado de educação para a sua implementação.
O QUE deve conter?
QUEM elabora?
QUEM são os responsáveis?
FUNÇÃO dos pais?
Aspetos do relatório
O
programa educativo individual
integra o processo individual do aluno.
O docente de educação especial, Encarregados de Educação e sempre que se considere necessário, os intervenientes ligados a necessidades ou tipologias especiais do aluno, nomeadamente condições específicas de saúde, doença ou incapacidade. No caso da educação pré escolar e 1º ciclo devem participar igualmente os docentes do grupo ou turma e no ensino básico e secundário os diretores de turma.
Do modelo do programa educativo individual deve constar, obrigatoriamente:
Os relatórios são elaborados no final de cada nível de educação e no final de cada ciclo de ensino conjuntamente pelo Educador de Infância/Professor do 1º ciclo/Diretor de Turma, pelo Professor de Educação Especial, pelo Psicologo e pelos docentes e técnicos que acompanham o processo educativo do aluno.
a) A identificação do aluno;
b) O resumo da história escolar e outros antecedentes relevantes;
c) A caracterização dos indicadores de funcionalidade e do nível de aquisições e dificuldades do aluno;
d) Os fatores ambientais que funcionam como facilitadores ou como barreiras à participação e à aprendizagem;
e) Definição das medidas educativas a implementar;
f) Discriminação dos conteúdos, dos objetivos gerais e específicos a atingir e das estratégias e recursos humanos e materiais a utilizar;
g) Nível de participação do aluno nas atividades educativas da escola:
h) Distribuição horária das diferentes atividades previstas;
i) Identificação dos técnicos responsáveis;
j) Definição do processo de avaliação da implementação do programa educativo individual;
l) A data e assinatura dos participantes na sua elaboração e dos responsáveis pelas respostas educativas a aplicar.
O relatório deve:

explicitar existência da necessidade de o aluno continuar a beneficiar de adequações no processo de ensino e de aprendizagem;
propor as alterações necessárias ao PEI;
constituir parte integrante do processo individual do aluno.
obrigatoriamente ser comunicado ao estabelecimento que recebe o aluno, tanto no caso de prosseguimento de estudos como de transferência.
Os pais devem participar ativamente executando o poder paternal, em tudo o que esteja relacionado com a educação especial do seu educando.
Deve aceder com frequência a toda a informação relativamente ao processo educativo do seu educando.
No processo de avaliação da aprendizagem, os pais devem participar ativamente, no processo de ensino, tal como na sua aprovação.
Se discordar das medidas educativas propostas pelo estabelecimento de ensino, deve recorrer a um documento por escrito fundamentando a sua posição.
Os pais devem adquirir formação de modo a poder auxiliar os seus filhos, relativamente ao seu problema.
Ex: (alunos cegos e com baixa visão).
Full transcript