Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

FORMAÇÃO DOCENTE E PROFISSIONAL formar-se para a mudança e a

No description
by

Eliberto LANZA

on 16 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FORMAÇÃO DOCENTE E PROFISSIONAL formar-se para a mudança e a

FORMAÇÃO DOCENTE E PROFISSIONAL formar-se para a mudança e a incerteza
Francisco Imbernón
Drª Maria Teresa Cauduro

Eliberto Lanza Cavalheiro
Neusa Frank


CAPÍTULO 4
O conhecimento profissional do docente
A profissão docente, não pode ser uma profissão meramente técnica “com especialistas infalíveis” que TRANASMITEM unicamente conhecimentos acadêmicos.

Segundo Lanier (1984) Deverá haver um equilíbrio entre as tarefas profissionais acadêmicas, (conhecimento teórico) com a participação social (interação prática).

É necessário possuir um conhecimento polivalente, que se construa e reconstrua constantemente durante toda a vida profissional.

Existe, um conhecimento pedagógico especializado unido à ação e reflexão e, portanto, é um conhecimento prático, que é o que diferencia e estabelece a profissão e que precisa de um processo concreto de profissionalização.

Falando em competência e eficácia profissional, todos os caminhos nos levam à formação como desenvolvimento profissional a partir da própria experiência profissional (prática).

Além das diversas etapas padronizadas, uma das principais funções docentes é a de propor valores “conteúdo moral, ético e ideológico”.

Muitas vezes os professores preocupam-se com o conteúdo pedagógico deixando de lado esses valores, da mesma forma que não se obterá a formação dos indivíduos unicamente com a interação social.

CAPÍTULO 5
A profissão docente diante dos desafios da chamada sociedade globalizada, do conhecimento ou da informação
Nessa nova era, a globalização, a mundialização e a desregulamentação social e econômica, estabelece uma nova análise e debates sobre a profissão docente.

A existência ou não de um conhecimento profissional autônomo dos professores;

 O conhecimento escolar deixou de ser imutável, introduzindo a participação significativa da comunidade na tomada de decisões escolares, garantindo diversos campos e meios do conhecimento e da experiência;

 Diante dos anos o conhecimento avançou mais no terreno das ideias e das palavras do que nas práticas, é necessário alternativas que desvelem o currículo oculto das estruturas educativas, buscando alternativas baseadas na verdadeira autonomia e colegialidade.

CAPÍTULO 6
A formação como elemento essencial, mas não único, do desenvolvimento profissional do professor
A profissão docente desenvolve-se por diversos fatores: o salário, a demanda do mercado de trabalho, o clima de trabalho, a promoção na profissão, às estruturas hierárquicas, a carreira docente etc.
CAPÍTULO 4
O conhecimento profissional do docente

A Alienação profissional



É quando se oprime o professor de propor reais valores da sociedade, acabando por aumentar o mecanismo da educação através de seus discursos estereotipados. (Appel e Casey, 1992, p. 10).

A interdisciplinaridade




Interação entre professores para estabelecer a competência profissional. (Consciência coletiva - formação coletiva).

Como poderá ocorrer uma mudança nas reais condições que os professores se encontram?

 Processos de instabilidade:
 Falta de gratificações morais;
 Ambiente de trabalho;
 Limitações das atribuições;
 Solidão educativa;
 Baixo auto conceito profissional;
 Desvalorização profissional ou desvalorização da ação pedagógica;
 Desvalorização salarial.

Em suma os professores estão assumindo responsabilidades educativas que corresponderiam a outros agentes de socialização.

Isso condiciona o conhecimento profissional a ser assumido: que tipo de profissional e de instituição educativa queremos para o futuro? que formação será necessária?
Que professor queremos?


O professor dentre outros pontos deve ser um agente transformador tanto individual quanto coletivo, como facilitador da aprendizagem, reflexivo, instigador, provocando a cooperação e participação dos alunos.

O Professor prático-reflexivo, que faz emergir novos discursos teóricos e concepções alternativas de formação.

Formação necessária



Este professor não deve apenas refletir sobre sua prática, analisando todos os tipos de interesses subjacentes à educação e a realidade social, com objetivo concreto de obter a emancipação das pessoas. A formação comunitária proporciona o vinculo entre o saber intelectual e o saber social.

A formação é um elemento importante de desenvolvimento profissional, mas não é o único e talvez não seja o decisivo.

A formação será legítima quando contribuir para o desenvolvimento profissional do professor no âmbito de trabalho e de melhoria das aprendizagens.

Dentre as principais dificuldades encontradas na carreira do professor, destaca-se a desvalorização em sua situação de trabalhador e sua insuficiente participação na tomada de decisões que lhes concernem diretamente.
Falar de desenvolvimento profissional implica reconhecer que os professores podem ser verdadeiros agentes sociais, capazes de planejar e gerir o ensino aprendizagem, além de intervir nos complexos sistemas que constituem a estrutura social e profissional.
Muito Obrigado pela atenção !
CAPÍTULO 5
A profissão docente diante dos desafios da chamada sociedade globalizada, do conhecimento ou da informação

CAPÍTULO 6
A formação como elemento essencial, mas não único, do desenvolvimento profissional do professor
Full transcript