Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O banqueiro dos pobres

No description
by

Chris Lopes

on 1 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O banqueiro dos pobres

O Banqueiro dos Pobres Grupo 4 apresenta: http://www.galenfrysinger.com/Photos/bangladesh91.jpg POBREZA FOME DIFICULDADES "Uma universidade não deve ser uma torre de marfim onde intelectuais se deixam entusiasmar com o conhecimento sem partilhá-lo com o mundo que os cerca" Muhammad Yunus MISÉRIA SOLUÇÃO subdesenvolvimento tristesa Vontade VIDA Realidade Preconceito http://grameenfoundation.wordpress.com/ Muhammad Yunus Parte 1 - O começo - Situação de extrema pobreza em Bangladesh - Governo local e ajudas externas com políticas voltadas apenas ao crescimento econômico e infraestrutural - Dificuldade de acesso ao crédito para os menos favorecidos - Criação do Grameen objetivando o microcrédito Parte 2 - A fase experimental - Por que emprestar dinheiro
às mulheres,
de preferência aos homens? - O primeiro contato
com as financiadas - Ser mulher e trabalhar para o Grameen - A estruturação do nosso sistema de empréstimos: como se tornar membro dele?

- O sistema de pagamento: o mundo de cabeça para baixo - O Grameen diante dos bancos tradicionais - Agência experimental
do Banco Agrícola BANK - A pobreza, questão desprezada pelos economistas Parte 5 - Filosofia - A descoberta da Economia:
O mercado Livre orientado para a consciencia social - Trabalho autônomo: voltar para o começo - Educação e formação para os pobres? - O problema demográfico - Um mundo sem pobreza: quando? como? 6 - Novos Horizontes 1990-1997 Enfase na assistência da população, desapego as regras e procedimentos.
Candidatos que questionem e deem sugestões
Diversidade gera força
Atitude de alguém pró-ativo para resolução de problemas Perfil dos trabalhadores do Grameen Resistência da implementação da ideia mediante
aos costumes e a religião

Paradigmas da sociedade contra o microcrédito

Estrategia de não violência

Provar que o sistema funciona,e não trás malefícios ao beneficiários A invenção de uma contracultura -Yunus é desafiado implementar sua iniciativa em outra região de Bangladesh
-Paciência é a alma do negocio,para criar algo que funcione. Expansão do grameem Adortar características essenciais da formula para outros contextos nacionais.
Inovação pratica e mudança.
Focar no índice de pagamento,o resto pode ser flexível
A iniciativa deu maravilhosamente certo em todas as regiões que foram implementadas Transposição internacional Abordagem indireta
Ganhar a confiança dos membros mais politizados da aldeia
Mostrar comprometimento e paixão
Levantamento
Autonomia dos funcionários e poder de decisão aos mesmos(empowerment) Modelo criado para solidificação das agencias nas regiões Partes 3 e 4
A Criação
A tranposição do princípio Grameen - ganhando o mundo Construir Tranformação -Por que o Grameen precisa se envolver em problemas de saúde,pensões, educação?

-Porque, quando se trata de implantar a infra-estrutura social, ninguém adota a ótica do mercado.

-É preciso multiplicar as iniciativas inovadoras nesse campo, pois elas ainda são muito reduzidos.

-Empreendedor social, e nas suas iniciativas além do micro-credito para pessoas sem poder aquisitivo
Full transcript