Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Religiões

No description
by

Juliana Thomaz

on 6 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Religiões

RELIGIÕES
Entenda as variações:
Grécia Antiga
Todos convivemos e ouvimos falar sobre religião, mas o que é "religião"?
Como tudo, cada religião tem sua particularidade, mas de forma global, representa um conjunto de crenças e costumes.
Muitas vezes, procura dar sentido à vida.
Codificação
Allan Kardec
(Hippolyte Léon Denizard Rivail)
Livros de Kardec
O Livro dos Espíritos (1857)
O Livro dos Médiuns (1859)
O Evangelho Segundo o Espiritismo (1863)
O Céu e o Inferno (1865)
A Gênese (1868)
Espiritismo é uma ciência que trata da
natureza, da origem e da destinação dos
Espíritos, e das suas relações com o mundo
corporal (allan kardec)
O que é o Espiritismo?
Fundamentos básicos do Espiritismo
A existência de Deus
A imortalidade da alma ou espírito.
A reencarnação.
A comunicabilidade dos espíritos.
A pluralidade dos mundos habitados.
Visão Espirita
A criação do mundo;
O céu e inferno;
1.anjos e demônios;
2.O Umbral;
3.Nosso lar;

Mediunidades
Vidência;
Audição;
Desdobramento;
Psicografia;
Psicofonia;
Efeitos Físicos;
Cura;
sensitivo.
Literatura Espírita
Principais nomes (encarnados):
Allan Kardec;
León Denis;
Chico Xavier.
Principal nomes:(desencarnados)
André Luíz;
Emannuuel.
1857 - 1869
Ku Klux Klan
1865-Hoje
História
Fundada pelo General Nathan Bedford Forrest .
Os primeiros tipos de repressão foi sobre os direitos do negro(ele não tinha o direito de ser como o branco).
Melhor período:1915-1954.
Lutavam a favor dos brancos protestantes.
Linchavam os negros,judeus,asiáticos e imigrantes
Decadência
Iniciou-se após a Grande Depressão e a Segunda Guerra
Seus métodos brutais,violentos,ilegais e covardes degradou seu prestígio.
Foi dissipada na Segunda Guerra quando muitos lutaram contra os nazistas.
Tentaram se juntar novamente,mas se enfraqueceu .

Religiões Teístas
Monoteísmo
Cristianismo;
Islamismo;
Babismo;
Fé Bahá'í;
Rastafári;
Maniqueísmo;
Yarsanismo;
Cao Dai;
Iazdânismo;
Politeísmo
Africana
Angolana
Árabe
Armênica
Asteca
Assíria
Babilônica
Bantu
Brasileira
Chinesa
Céltica
Congolesa
Egípica
Etrusca
Eslava
Etíope
Teísmo Indefinido
Hinduísmo
Teve-se início no séc VIII a.C
Terceira religião com o maior número de seguidores.
Possui cerca de 1 bilhão de adeptos (905 milhões indianos)
O termo Hinduísmo significa em hindu ordem e plenitude.
Deuses
Possui mais de 33 milhões de divindades diferentes.
Os mais importantes depois da trindade são:
Ganesha
Indra
Ganga
Yama
Surya
Trindade
Brahma: Deus criador do universo.
Vishnu: Deus responsável pela manutenção do Universo.
Shiva: Deus destruidor, que destrói para criar algo novo. É o criador da Ioga. É também conhecido como o deus "transformador".
Brahma
Vishnu
Shiva
Karma
Karma é a parte do nosso destino já definida por nossos erros ou acertos passados, sejam eles nessa mesma vida ou em outra.
Karma pode ser tanto bom quanto ruim.
Ou seja, sendo frutos bons e/ou ruins você irá pagar na outra vida.
Vedas
São as escrituras sagradas da cultura hindu.
Apesar do que muitos pensam os Vedas não têm um intuito de propragar o Hinduísmo.
Seu propósito é ser um meio de conhecimento para assuntos que o ser humano não poderia descobrir sozinho.
Testemunhas de Jeová
Protestantismo
Mormonismo
Adventismo
Catolicismo
Ortodoxia
Assíria
Gnosticismo
Rosacrucianismo
Opus Dei
Espiritismo
Ebionismo
Reconstrucionista
Messiânico
Humanístico
Israelitas negros
Haymanot
Samaritanismo
Bnei Noah
Parte obscura do cristianismo.
É uma instituição da Igreja Católica que diz que todos podem viver uma vida santificada com Deus no seu dia-a-dia.
Sunismo;
Xiismo;
Carijismo;
Wahhabismo;
Ismaelismo;
Sufismo.
Principais princípios:Santidade para todos,nós temos que viver como filhos de Deus,oração e sacrifícios e caridade.
Líder: São José Maria.
Sikhismo

-Religião Monoteísta
-Fundada no Século XV por Baba Nanak em Punjab
-União entre Hinduísmo e Islamismo
-Templo semelhante
ao do Hinduísmo
- Guru Granth Sahib
-Três pilares do Sikh:
Ter deus presente em todos os momentos
Sustentar-se do trabalho honesto
Compartilhar o que se consegue no trabalho com os necessitados

-Rituais:
Casamento
Nascimento de um Bebê

-Templos
Amish
-Característica do povo do século XVIII
-Tecnologia não é aceitável
-São "viciados" no Cristianismo
-O inglês é a língua oficial
-Localizam-se nas áreas rurais
-Bíblia e, principalmente o Novo Testamento, é o livro oficial dos Amishs.

Transilvânica
Estoniana
Escocesa
Fenícia
Fino-húngara
Filandesa
Greco-romana
Grega
Guaraní
Germânica
Havaiana
Hitita
Inca
Inuíte
Iorubá
Khoi
Letã
Líbio-amrênica
Lusitana
Malaia
Mamaiu
Maori
Mongol
Moabita
Navajo
Nórdica
Persa
Polinésia
Polonesa
Rapa nui
Romana
Russa
Síriaca
Suméria
Siamesa
Samoieda
Tupi-guarani
Tailandesa
Transilvânica
Origem
Surge entre 2697 a.C. e 2597 a.C
Lao tsé e o Tao te Ching séculos 6 e 5 a.C.
Imperador Amarelo

Chang Tao-ling
Lao tsé
Politeísmo
Deuses
Mitologia
Oráculos e Pitonistas
Deuses Gregos
Zeus - rei de todos os deuses
Atena - sabedoria, guerra, justiça e artes.
Afrodite - amor
Ares - guerra
Hades - mundo dos mortos e do subterrâneo
Hera - protetora das mulheres,
do casamento e do nascimento
Poseidon - mares e oceanos
Eros - amor, paixão
Héstia - lar

Apolo - luz do Sol, poesia, música, artes, beleza masculina
Ártemis - caça, castidade, animais selvagens e luz
Deméter - colheita, agricultura
Dionísio - festas, vinho e prazer
Hermes - mensageiro dos deuses, protetor dos comerciantes, dos viajantes e dos diplomatas.
Hefesto - metais, metalurgia, fogo e trabalho.
Crono - tempo
Gaia - planeta Terra

Atualidade
Hoje a religião predominante na Grécia é o Cristianismo.


Cristianismo (92,9%) , outras (4,7%), sem religião e ateísmo (2,4%).

Indígenas brasileiros
Os indígenas temiam ao mesmo tempo um bom Deus – Tupã – e um espírito maligno, tenebroso, vingativo – Anhangá, ao sul e Jurupari, ao norte.
Algumas tribos pareciam evoluir para a astrolatria, embora não possuíssem templos, e adoravam o Sol (Guaraci – mãe dos viventes) e a Lua (Jaci – nossa mãe).
Crença
Neopaganismo
O que é o neopaganismo?

Fundamentos
Tao (caminho)
Não-ser sobre o Ser
Satanismo
Luciferianismo
Ocultismo
Taoísmo
Jainismo
Tenrikyo
Ayyavazhi
Budismo
Não-Teístas
Conscienciologia
Confucionismo
Considerada uma seita hindu
Irreligião
> Incredulidade, ausência, indiferença ou a não prática de uma religião.
Fiosófico x religioso
Práticas
Zhu ji lian Yi
Lian jing hua gi
Lian gi hua shen
Lian shen huai xu
Lian xu He
Meditação
zuowang
(sentar e esquecer)
Shouyi
(concentrando-se no AUM )
zuochan
(meditação sentada )
Existência ou inexistência
de Deus
Argumentos dedutivos:
O problema do inferno é a ideia de que a condenação eterna por ações cometidas numa existência finita contradiz a benevolência ou a onipresença de Deus.
(Onipresença: Jr 23. 23-24, enquanto o ato de benevolência é citada inúmeras vezes na bíblia.)
Mediunidades
Influência do não-ser sobre o ser
O argumento da incoerência ou das propriedades incompatíveis contesta a existência de um deus onisciente com livre-arbítrio, ou que tenha atribuído as mesmas propriedades as suas criações, argumentando que as duas propriedades são contraditórias. De acordo com o argumento, se Deus realmente conhece o futuro, a humanidade está destinada a corroborar com o seu conhecimento do futuro e não terá o livre-arbítrio para se desviar dele. Portanto, o nosso livre arbítrio contradiz um Deus onisciente.
Auxílio
Um contra-argumento contra o argumento cosmológico ("ovo ou a galinha") leva a suposição de que as coisas não podem existir sem os criadores e aplica-o a Deus, levando a uma regressão infinita. Isso ataca a premissa de que o universo é a segunda causa (depois de Deus, que é reivindicada a ser a primeira causa).
Pedras e Cristais
Manipulação de energia
Referências
filosofiataoista.no.comunidades.net
sociedadetaoista.com.br
pt.wikibooks.org
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ku_Klux_Klan
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hindu%C3%ADsmo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Opus_Dei
Referências
03/11/14
Curiosidades
Argumentos Empíricos
O problema do mal contesta a existência de um Deus que é onipotente e benevolente, argumentando que tal deus não deve permitir a existência do mal ou sofrimento.

O destino dos incultos: pessoas que nunca ouviram falar de uma determinada revelação podem ser severamente punidas por não seguir seus ditames.

O argumento da descrença contesta que, se Deus existe (e quer que a humanidade saiba disso), ele criaria uma situação em que cada pessoa sensata acreditara nele. No entanto, existem muitos incrédulos sensatos ​​e, portanto, este fator pesa contra a possibilidade da existência de Deus.
Argumentos subjetivos
O argumento das religiões conflitantes observa que muitas religiões dão diferentes relatos sobre o que é Deus e o que Deus quer.

O argumento da decepção afirma que quando se pede algo a Deus, e não há nenhuma ajuda visível, não há nenhuma razão para acreditar que existe um Deus.
Literaturas
Uma versão popular do argumento das propriedades incompatíveis questiona a possibilidade de um Deus ser ao mesmo tempo onisciente e onipotente. Um Deus onisciente, que tem todo o conhecimento acerca dos acontecimentos futuros, é impotente para mudá-lo visto que este futuro (que já é conhecido de antemão) já está determinado, embora o cristianismo aponta que o ser humano possui livre arbítrio então o futuro já não precisa ter sido alterado.
Tao Te Ching
Liezi
Argumento da Improbabilidade
Não se tem como provar cientificamente a existência de um ser que, caso exista, extrapolaria o espaço-tempo perceptível ao homem e aos equipamentos por este criado. O único meio de pesquisa e estudo das demais dimensões que constituem o universo só pode se dar através de conceitos de física, de filosofia e de fórmulas matemáticas, que são todas imateriais. Devido a isto, pela impossibilidade de medir Deus através de instrumentos científicos, muitos declaram a inexistência de Deus. A critica desse argumento é do fato de que também não existem maquinas que possam visualizar sonhos humanos e nem entender o seu funcionamento completo em nenhuma parte da física e química, alem do fato de em estados de sonho lucido pode passar dias numa dimensão imaterial e a "volta" para "vida real" seria apenas poucos minutos que passariam. Mas é uma crítica sem fundamentos já que se pode medir a atividade cerebral durante o sono com equipamentos e analisar a química que ocorre no cérebro e forma tais ilusões chamadas "sonhos". Outra crítica referente ao argumento é que por algo ser desconhecido não significa necessariamente que inexiste, os que usam desta crítica fazem uma analogia com os átomos, que não eram conhecidos e nem detectáveis há 5000 anos, mas mesmo assim existiam.
Clássicos do Tai Chi
Deus existiria como forma de "provar o improvável".
A Volta
Argumentos da inexistência
Argumentos da existência
O primeiro argumento ontológico, feito por Anselmo de Cantuária propõe que a existência de Deus é autoevidente. A lógica, dependendo da formulação, lê-se aproximadamente as seguintes:

Existe na mente de todo homem a ideia de um ser que não se pode pensar outro maior
Existir só na mente é menos perfeito do que existir na mente e também na realidade (a existência é uma das qualidades da perfeição)
Se o ser maior do que o qual não se pode pensar outro só existisse na mente seria menor do que qualquer outro que também existisse na realidade.
Logo, o ser do qual não se pode pensar outro maior deve existir também na realidade (existência real necessária), logo conclui-se que existe Deus e esse ser é o mais perfeito de todos
Argumento Ontológico
As cinco provas de Tomás de Aquino
Primeiro Motor Imóvel ;
Causa Primeira ou Causa Eficiente;
Ser Necessário e Ser Contingente;
Nem todos os seres podem ser desnecessários, caso contrário o mundo não existiria.

É preciso que haja um Ser Necessário que fundamente a existência dos seres contingentes e que não tenha a sua existência fundamentada em nenhum outro ser.
Ser Perfeito e Causa da Perfeição dos demais;
Inteligência Ordenadora;
" 'Deus soberanamente bom, não permitiria de modo algum a existência de qualquer mal em suas obras, se não fosse poderoso e bom a tal ponto de poder fazer o bem a partir do próprio mal'. (Santo Agostinho) Assim, à infinita bondade de Deus pertence permitir males para deles tirar o bem".
O Mal do mundo
Argumento utilizado pela inexistência.
Imagem e semelhança de Deus
O homem é sua imagem, não sua semelhança. Portanto, o fato do homem ter órgãos vestigiais ou deficiências físicas não implica na inexistência de Deus.

Sendo assim, o homem supera os demais animais por ser a imagem de Deus.
anticlericalismo;
antiteísmo ;
antirreligião;
hostis às religiões:
Indiferente:
apateísmo.
Rejeição da crença religiosa
ateísmo;
humanismo secular.
agnosticismo;
ignosticismo;
não teísmo;
deísmo;
pandeísmo;
ceticismo religioso;
livre-pensamento;
não-crença.
Ausência de crença religiosa
Pode-se incluir algumas pessoas do:
(16% da população mundial)
"O que está em movimento deve ser posto em movimento por uma outra coisa, por isso não deve ser um motor imóvel."
Não se encontra, nem é possível, algo que seja a causa eficiente de si próprio, porque desse modo seria anterior a si próprio: o que é impossível. É necessário que haja uma causa primeira que por ninguém tenha sido causada, pois a todo efeito é atribuída uma causa, do contrário não haveria nenhum efeito pois cada causa pediria uma outra numa sequência infinita e não se chegaria ao efeito atual.
Logo é necessário afirmar uma Causa eficiente Primeira que não tenha sido causada por ninguém.
"Deve existir um ser que tenha o padrão máximo de perfeição e que é a Causa da Perfeição dos demais seres."
Há uma ordem em todos os seres, o menor vegetal, por exemplo, tem órgãos para cada função ordenados para a preservação da espécie. Esta ordem pressupõe uma Inteligência ordenadora, pois a ordem não vem do caos e nem do acaso.
Logo a ordem existente no mundo prova a existência de uma Inteligência que ordenou todas as coisas nos mínimos detalhes. É necessário que exista uma Inteligência Suprema que tenha ordenado o Universo criado.
Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Irreligi%C3%A3o
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ayyavazhi
Referências
http://pt.wikipedia.org/wiki/Exist%C3%AAncia_de_Deus#Argumentos_pela_inexist.C3.AAncia_de_Deus
http://pt.wikipedia.org/wiki/Exist%C3%AAncia_de_Deus#Ignosticismo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Irreligi%C3%A3o#
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_religi%C3%B5es_e_tradi%C3%A7%C3%B5es_espirituais#Te.C3.ADsmo_indefinido
Bíblia - Antigo Testamento
www.esbocandoideias.com
Magia do Caos
História
Austin Osman Spare
Formação dos sigilos
Ideologia
sigilos
quebra de paradigma mágico
Goétia
Anjos e demônios
Selos
Demonologia
72 espíritos
História
Sistema concebido à Salomão
Controle sobre os demônios da Terra
Andras
Flauros

Espíritos
Wicca
Princípios da Wicca
1) O papel preponderante da Deusa em suas práticas e ritos em vez de um Deus masculino, cultuando também os Antigos Deuses da natureza e o Deus Cornífero, considerado filho e consorte da Deusa.

2) A utilização da Magia Natural como forma de atingir nossos desejos e mudar os fatos.

3) A crença na reencarnação, vista não somente como uma forma de evolução, mas também como o desejo de retornar no mesmo tempo e local das pessoas amadas.

SABBATHS e Esbats
Essa Roda é marcada por oito Sabbaths, são eles:
Yule - 21 de junho
Imbolc - 2 de agosto
Ostara - 21 de setembro ( Equinócio de Primavera )
Beltane - 31 de Outubro
Litha - 21 de dezembro ( Solstício de Verão )
Lammas ou Lughnasadh - 2 de fevereiro
Mabon - 21 de março ( Equinócio de Outono )
Samhain - 1 de maio
Não é a religião original, mas uma reconstrução moderna;
Bruxaria, culto ao sagrado feminino e à fertilidade.
"Faça o que desejar, desde que não prejudique ninguém, inclusive você mesmo"
Xamanismo
Princípios do Xamanismo
Druidismo
Não há escrituras ou Dogmas

Desafios na atualidade
Semelhanças ao hinduísmo;
"Pisar mais suavemente sobre a Terra".
Para um druida, Magia é a arte de compreender os ciclos do corpo, mente e alma, perceber as oportunidades que eles trazem e desfrutar delas.
Desmistificando o passado.
Judaismo
-Referência: Biblia
-Primeira Religião Monoteísta
-Deus fez um acordo com os Hebreus fazendo com que eles se tornassem o povo escolhido e prometendo-lhes a terra prometida.

-Os livros sagrados dos judeus : A Torá ou Pentateuco, de acordo com os judeus, é considerado o livro sagrado que foi revelado diretamente por Deus. Fazem parte da Torá : Gênesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronômio. O Talmude é o livro que reúne muitas tradições orais e é dividido em quatro livros: Mishnah, Targumin, Midrashim e Comentários.

-Os cultos judaicos são realizados num templo chamado de sinagoga e são comandados por um sacerdote conhecido por rabino. O símbolo sagrado do judaísmo é o memorá, candelabro com sete braços.
Rituais:

-A circuncisão dos meninos ( aos 8 dias de vida ) ;
-Bar Mitzvahe a Bat Mitzvah
-A kippa (pequena touca)
Arca dentro das Sinagogas

As Festas Judaicas :
Purim - os judeus comemoram a salvação de um massacre elaborado pelo rei persa Assucro.
Páscoa ( Pessach ) - comemora-se a libertação da escravidão do povo judeu no Egito, em 1300 a.C.
Shavuót - celebra a revelação da Torá ao povo de Israel, por volta de 1300 a.C.
Rosh Hashaná - é comemorado o Ano-Novo judaico.
Yom Kipur - considerado o dia do perdão. Os judeus fazem jejum por 25 horas seguidas para purificar o espírito.
Sucót - refere-se a peregrinação de 40 anos pelo deserto, após a libertação do cativeiro do Egito.
Chanucá - comemora-se o fim do domínio assírio e a restauração do tempo de Jerusalém.
Simchat Torá - celebra a entrega dos Dez Mandamentos a Moisés.
Como surgiu o Judaismo:

-Abraão recebeu uma sinal de Deus para abandonar o politeísmo e para viver em Canaã
-Jacó luta com um anjo de Deus e tem seu nome mudado para Israel.
-Os doze filhos de Jacó dão origem as doze tribos que formavam o povo judeu.
-O povo judeu migra para o Egito, porém são escravizados pelos faraós
- A libertação do povo judeu ocorre por volta de 1300 AC.
- A fuga do Egito foi comandada por Moisés, que recebe as tábuas dos Dez Mandamentos no monte Sinai. Durante 40 anos ficam peregrinando pelo deserto, até receber um sinal de Deus para voltarem para a terra prometida, Canaã.
O que é o islamismo e em que os muçulmanos acreditam?

-É um sistema religioso fundado no século VIII por Maomé.

-Acredita-se que o islã é a fé primordial que foi revelada em muitas épocas e lugares,
isso inclui as ações de Abraão, Moisés e Jesus, os quais eles acreditam ser antigos profetas.

- Os mulçumanos seguem os ensinamentos do alcorão e seguem os Cinco Pilares.

Significado de algumas palavras

-Islã significa “submissão”

-Mulçumanos significa “aquele que se submete a Alá”

- Ramadã é o nono mês do calendário muçulmano, mês no qual Maomé teria recebido de Deus o livro sagrado Alcorão.

A história do islamismo
- Anjo Gabriel
Maomé clamou ter recebido a visita do anjo Gabriel continuamente por cerca de 23 anos, onde o anjo o revelou as palavras de Alá. Durante estes anos Maomé redigiu o alcorão.
http://www.suapesquisa.com/judaismo/
http://www.brasilescola.com/religiao/judaismo.htm
http://www.gotquestions.org/Portugues/Judaismo.html
Referências:

Catolicismo
Referências:
http://super.abril.com.br/tecnologia/boom-amishi-740147.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Amish
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sikhismo
Referências:
http://www.infoescola.com/religiao/sikhismo/
Criado por Jesus;
Defendia a paz, a harmonia, o respeito, um único Deus, o amor entre os homens e era contrário à escravidão.
Doutrina Cristã;
O Messias ( Salvador );
Difusão do Cristianismo;
A Bíblia;
Principais festas religiosas;
Dez mandamentos
Envio de um salvador;
Ressureição;
Vida eterna após a morte através da fé e seguimento dos mandamentos;
Importância do amor divino sobre todas as coisas;
Trindade;
Difusão das ideias cristãs;
Discípulos
Referências
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hindu%C3%ADsmo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Opus_Dei
http://opusdei.org.br/pt-br/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ku_Klux_Klan
Cultura
mesoamericana
As religiões dos grandes imperios do Novo Mundo
Astecas
Eras "governadas" por sóis

1°: Tezcatlipoca; deus das estrelas e senhor da morte
2°: Quetzalcóatl; deus que representava a vida, a vegetação, os alimentos e a força espiritual
3°: Tlaloc; deus da chuva, dos raios e dos trovões
4°: Chalchiuhtlicue ; deus das pestes, doenças e pragas
5°: Xiuhtecuhtli; Deus do fogo e do calor

Maias
Sabe-se pouco
Popol Vuh sobrevive
Incas
Religião baseada no "camaquem"
Mito da criação(O quinto sol):
-Conselho em Teotihuacán
-Tecuciztecatl retrocede ante o fogo;
Nanahuatzin pula em seu lugar
-Recriação do sacrificio original

Sacrificio
Recriar o sacrificio original
Alimentar o sol (guerra das flores)
Apaciguar os deuses
Mito da criação:
3 tentativas
1°:Huracán; deus do vento, do fogo, e da tempestade. Gucumatz e Tepeu; deuses supremos do Panteão;primeiros seres a existir.
2°:
Gugamatz. Huracan. Tepeu.
Alom; deus do céu. Bitol; deus do céu. Qaholom, deus da vegetação. Tzacol, deus dos ventos.
3°:
Gugamatz. Huracan. Tepeu. Alom. Bitol. Qaholom. Tzacol.
Chac, deus maia da chuva. Quetzalcóatl, deus do milho. Os Bacab's; Hobnil, Cantzicnal e Saccimi e Hosanek.
Xibalbá
Os 13 senhores
Xiquiripat; Ah Puch; Kinich-ahau
Hun-Camé. Vucub-Camé. Chuchumaquic. Ahalpuh. Ahalcaná. Chamiabac. Chamiaholom. Patán. Quicré. Quicrixcac.
Sacrificios
Cotidiano
Inusitado
Mito da criação:
Con Tiqui Viracocha sai do lago Titicaca
Primeiros homens
Desagrado
Pachmac, filho de Inti( deus sol )
Manco Capac, novo governante
Os 3 mundos:
1°: Uku Pacha
2°: Kay Pacha
3°: Hanan Pacha
Sacrificios:
Cotidiano
Inusitado
O sacrificado
O sacrificio
O Alcorão
-O livro é organizado em 114 suras ou capítulos, dispostos por tamanho tendo o maior 286.
- Não há um clero islâmico, com uma hierarquia fixa e estabelecida. Quem coordena as orações em público é o imã.
-Os muçulmanos realizam suas cerimônias religiosas dentro de templos chamados de mesquitas.
- Há algumas nações islâmicas em que o Governo permite a poligamia, prescrita pelo Corão, e nestes lugares o marido pode se unir a quatro esposas.
-Os muçulmanos formam basicamente dois blocos maiores – Sunitas e Xiitas.
-Os sunitas subdividem-se em Hanafitas, Malequitas, Chafeitas e Hambanitas. Eles são herdeiros da tradição de Maomé
-Os Xiitas são discípulos de Ali, marido de Fátima, filha do Profeta; consideram-se os sucessores espirituais de Maomé.

Outros fatos
1. A crença em um único Deus;
2. A crença nos anjos, seres criados por Deus;
3. A crença nos livros sagrados. O Alcorão é o principal e mais completo livro sagrado, constituindo a coletânea dos ensinamentos revelados por Deus ao profeta Maomé;
4. A crença em vários profetas enviados à humanidade, dos quais Maomé é o último;
5. A crença no dia do Julgamento Final, no qual as ações de cada pessoa serão avaliadas;
6. A crença na predestinação: Deus tudo sabe e possui o poder de decidir sobre o que acontece a cada pessoa.

• As seis crenças
Cinco pilares da fé islâmica
1. A recitação e aceitação da crença
Ao acreditar e proclamar em árabe que há somente um Deus, Alá e que Maomé é seu profeta, uma pessoa se torna muçulmana. Está escrita nas paredes das mesquitas. É recitada várias vezes por dia pelos muçulmanos

2. As orações diárias
As orações devem ser praticadas diariamente por todo mulçumano adulto, com exceção das mulheres durante o período menstrual e logo após o parto. Ao nascer do sol, ao meio-dia, a tarde, ao pôr-do-sol e a noite.

3. A caridade
O muçulmano é obrigado a praticar a caridade, ajudando os mais pobres. Além de reduzir as desigualdades sociais, a caridade também serve para purificar o crente de seu egoísmo.
4. O jejum
Durante o mês sagrado do ramadã (o nono mês do calendário muçulmano, mês no qual Maomé teria recebido de Deus o livro sagrado Alcorão), os muçulmanos devem se abster do sexo, fumo, comida e bebida, do nascer ao pôr do sol.

5. A peregrinação
Todo muçulmano deve, ao menos uma vez na vida, peregrinar a Meca. Tal obrigação somente deixa de existir quando o crente não tem condições econômicas ou físicas para realizar a viagem.
"ama sua, ama llulla, ama chella" (Não roube, não minta, não seja preguiçoso)
Full transcript