Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A IMAGEM DA CIDADE

No description
by

on 6 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A IMAGEM DA CIDADE

A IMAGEM DA CIDADE
KEVIN LYNCH

Chicaco- 1918;
Formação singular;
Universidade de Yale;
Frank Lloyd Wright + pscicologia e antropologia;
Planejamento Urbano - MIT;
Trotski;
A imagem da cidade - 1960;
Pioneiro no envolvimento participativo dos cidadãos nas questões urbanas.

SUMÁRIO
INTRODUÇÃO
Estrutura e identidade
Kevin Lynch se destaca como um dos grandes autores do Urbanismo, responsável pela obra que influencia até os dias atuais:
A IMAGEM DA CIDADE.
Lynch apresenta conceitos de como fazer uma leitura da cidade e suas partes constituintes, baseado em pesquisas e estudos de três cidades norte-americanas (Boston, Jersey City e Los Angeles). No qual a própria população era interrogada sobre a percepção que eles tinham da cidade.

Com base nos estudos, Lynch identificou que as pessoas utilizavam de elementos para estruturar sua concepção e linguagem visual, podendo ser agrupados em cinco tipos: caminhos, limites, bairros, pontos nodais e marcos.

Outro ponto importante foi perceber que a linguagem é feita ao longo dos anos, pois o tempo é que define e estrutura a percepção e a memória do local. Verificou-se também que essas observações são experimentadas no âmbito social, sendo que cada cidadão tem sua percepção de partes da cidade.

Os estudos de Lynch representam um
marco no urbanismo
, no qual usamos até hoje. Mais tarde autores como, Gordon Cullen e Leonardo Benévolo vão falar do mesmo tema.

Sua prática é
estruturalista
, por ver a cidade e a própria construção como uma máquina.

KEVIN LYNCH
"Estruturar e identificar o ambiente é uma capacidade vital entre todos os animais que se locomovem. Muitos tipos de identificadores são usados: as sensações visuais de cor, forma, movimento ou polarização da luz, além de outros sentidos como o oufato, a audição, o tato, a cinestesia, o sentido da gravidade e, talvez, dos campos elétricos ou magnéticos."
(Lynch, Kevin. p.3)
Mercado Municipal- São Paulo
Veneza - Itália
FONTE: http://www.lugarzinho.com/mercado-municipal-de-sao-paulo/
Visualizada às 9:45; 01/03/2015.
FONTE: http://www.imagenswiki.com/galerias/galeria-de-imagens-de-veneza
Visualizada às 9:47; 01/03/2015.
Legibilidade
"Uma
cidade legível
seria aquela cujos bairros, marcos ou vias fossem facilmente reconhecíveis e agrupados num modelo geral."
(Lynch, Kevin. p.3)
"Um
ambiente característico e legível
não oferece apenas segurança, mas também reforça a profundidade e a intensidade potenciais da experiência humana"
(Lynch, Kevin. p.5)
Favela da Roçinha - R.J
FONTE: http://en.wikipedia.org/wiki/Favela
Visualizada às 10:17; 01/03/2015.
FONTE: http://thinkingwondering.blogspot.com.br/
Visualizada às 10:15; 01/03/2015.
Estrutura e Identidade
"Uma imagem viável requer, primeiro, a identificação de um objeto, o que implica sua diferenciação de outras coisas, seu reconhecimento enquanto entidade separável." (Lynch, Kevin. p.9)
Identidade
Estrutura
"A imagem deve incluir a relação espacial ou paradigmática do objeto com o observador e os outros objetos." (Lynch, Kevin. p.9)
Imaginabilidade
"A característica, num objeto físico, que lhe confere uma alta probabilidade de evocar uma imagem forte em qualquer observador dado. É aquela forma, cor ou disposição que facilita a criação de imagens mentais claramente identificadas." (Lynch, Kevin. 11)
"Uma cidade altamente "imaginável", pareceria bem formada, digna de nota; convidaria o olho e o ouvido a uma atenção e participação maiores." (Lynch, Kevin. p.11)
FONTE: http://selectitaly.com.br/blog/viagem-para-italia/pontos-turisticos-de-veneza-na-italia/
Visualizada às 11:39; 01/03/2015.
FONTE: http://pinguinhodetinta.com.br/?tag=familia-nalu-em-veneza
Visualizada às 11:42; 01/03/2015.
Anna Carolina Cruz
Paula Assis
Thyciane Noleto

Boston
Bairros muito característicos
Sistema viário confuso
Paisagens distintas

FONTE: Livro "A imagem da Cidade" - Lynch, Kevin. p.27)
Central Artery
FONTE: Livro "A imagem da Cidade" - Lynch, Kevin. p.28)
Jersey City
A estrutura visual
Sistema Viário
Forma da cidade
FONTE: Livro "A imagem da Cidade" - Lynch, Kevin. p.30)
Praça do Journal
"Esta é realmente uma das coisas mais lamentáveis Jersey City. Não há nada que me permita dizer a alguém que vier de longe: 'Ah, temos aqui uma coisa muito bonita que eu gostaria de lhe mostrar'."
Los Angeles
Pontos nodais
Paisagem exótica
Sistema Viário
FONTE: Livro "A imagem da Cidade" - Lynch, Kevin. p.37)
Centro Cívico
A imagem da cidade e seus elementos
FONTE: Livro "A imagem da Cidade" - Lynch, Kevin.
VIAS
(PATHS)
VIAS
(PATHS)

LIMITES
(EDGES)
BAIRROS
(DISTRICTS)
CRUZAMENTOS
(NODES)
“Os marcos ou elementos marcantes, são pontos de referência considerados exteriores ao observador, são simples elementos físicos variáveis em tamanho. Funcionam como indicadores absolutos de um caminho a seguir”.
(Lynch, 1960, p.90)
MARCOS
(LANDMARKS)
MARCOS
(LANDMARKS)

A forma da cidade
“A forma deve ser de algum modo descompromissada e adaptável aos objetivos e às percepções de seus cidadãos”.
O DESENHO DAS RUAS
Principais Referências da obra
Ryan, T. A e M. S., "Geographical Orientation", American Journal of Psychology, Vol.53, 1940, pp.204-15
Peterson, Joseph, "Illusions of Direction Orientation", Journal of Philosophy, Psychology and Scientific Methods, Vol. XIII, nº9, 27 de abril de 1916, .225-36
Wohl, R Richard e Strauss, Anselm L.,"Symbolic Representation and the Urban Milieu", American Journal of Sociology, Vol. LXIII, nº5, março de 1958, pp. 523-32
Yung, Emile, "Le Sens de la Direction", Encho des Alpes, nº4, 1918, p.10

Psicologia
Comunicação visual
Urbanismo
Reverberações
O método de analisar a cidade e levantar seus elementos de relevância são extremamente importates até os dias de hoje.

Françoise Choay, 1965:
"Professor de city-planning do M.I.T. (Massachusetts Institute of Technology). Em sua formação intervieram diversas disciplinas. Estudou arquitetura com F. L. Wright, fez estudos de psicologia e de antropologia, que o levaram a uma abordagem nova do problema urbano.

Voltou particularmente a atenção para o ponto de vista da consciência perceptiva. Limitando-se voluntariamente ao campo visual, estudou as bases da percepção específica da cidade e procurou isolar suas constantes, que deveriam integrar qualquer proposta de planejamento.

Co-diretor de uma pesquisa sobre ‘a forma perceptiva da cidade', trabalho financiado pela fundação Rockfeller, K. Lynch utilizou como terreno experimental Los Angeles, Boston e Jersey-City. Participou, como conselheiro, da elaboração de vários projetos de planejamento nos Estados Unidos, particularmente do projeto atual de remodelamento de Boston. [...]"

Fonte(s): CHOAY, Françoise. O Urbanismo: utopias e realidades, uma antologia. São Paulo: Editora Perspectiva, 2005. p. 307

Josep Maria Montaner, 1993:
"A imagem da cidade constituiu um dos subsídios mais importantes dos anos sessenta, e imediatamente influenciaram os escritos de Rossi ou de Norberg-Schulz. Lynch afronta nos seus trabalhos a interpretação da cidade a partir de critérios psicológicos e geométricos influenciados pelas teorias perceptivas da Gestalt. O objetivo deste livro é iluminar os estratos mais profundos para ver como a consciência coletiva e individual cria imagens da forma da cidade para torná-la ‘legível'. A introdução dos conceitos urbanos e formais de ‘caminho', ‘margem', ‘bairro', ‘nó' e ‘marco' exerce uma enorme influência até hoje."
Introdução
Kevin Lynch
Legibilidade
Estrutura e Identidade
Imagibilidade
Boston
Jersey City
Los Angeles
A imagem da cidade e seus elementos
Elementos de Goiânia
A forma da cidade
O desenho das ruas
Principais Referências
Reverberações
Full transcript