Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

análise do setor Comércio

oficina de estágio supervisionado I
by

Sávia Pontes

on 25 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of análise do setor Comércio

COMÉRCIO ATUAL
E - COMMERCE
Forma on-line de compra e venda
-Não necessitam de espaço físico
-São abertas 24h por dia
-Oferecem serviços personalizados de acordo com o perfil do consumidor
COMPRA COLETIVA
Nova forma de comércio
Surgiu em 2008, nos EUA
Existem mais de 1000 sites nesse setor
TIPOS DE COMÉRCIO
Varejo: O produto é vendido que pequena quantidade.
Atacado: Um mesmo produto é vendido em grande quantidade por preços mais acessíveis.
Formal: legalmente estabelecido, com firma registrada, dentro da lei e pagando impostos.

Informal: atividades à margem da formalidade, sem firma registrada, sem emitir notas fiscais, sem pagar impostos.
COMÉRCIO ILEGAL
É a prática ilegal do transporte e comercialização de mercadorias e bens de consumo de venda proibida por lei.
Tráfico: drogas; produtos; pessoas; animais;
armas; órgãos, etc.
Comércio independente: empresas familiares; pequeno porte; número reduzido de funcionários; um único ponto de venda; centros habitacionais.

Comércio associado: independência jurídica; compras no atacado; oferecem ofertas; centros comerciais.

Comércio integrado: grande porte; várias áreas de atendimento; possui filiais .
COMÉRCIO
OFICINA
uma análise do setor
refere-se à negociação que tem lugar na hora de comprar ou vender generos/bens e mercadorias. Também se dá o nome de comércio a qualquer loja, armazém ou estabelecimento comercial, e ao conjunto ou à classe dos comerciantes.
CONCEITO
As grandes navegações
Expansão Marítima
Revolução Industrial
Mercantilismo
Atualidade
DESENVOLVIMENTO
DO COMÉRCIO
- inicio do século XV e XVI
- descoberta de novos mercados
- metalismo
- balança comercial favorável
- século XVIII
- A invenção da máquina a vapor
- empresas focadas na produção e clientes
- meios de comunicação
- internet

Tabela 1 - Dados gerais do comércio
SETOR COMÉRCIO
no BRASIL
Tabela 2 - Número de empresas, pessoal ocupado, salários
e receita total, segundo as divisões do comércio
Fonte: Pesquisa anual de comércio 2010. Rio de Janeiro: IBGE
(1) Valores expressos em mil reais
(1) Em mil pessoas. (2) Valores expressos em bilhões de reais.
Fonte: Pesquisa anual de comércio 2010. Rio de Janeiro: IBGE
VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA E COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO
Em janeiro, na série com ajuste sazonal, o volume de vendas do comércio varejista do país cresceu 0,4% e a receita nominal, 0,9% em relação a dezembro.
O comércio gerou emprego a 9,4 milhões de pessoas
O setor comercial brasileiro gerou R$ 1,9 trilhão de receita operacional líquida
Pagamento de R$ 112,4 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações.
Foram estimadas 1.526 mil empresas comerciais, distribuídas por 1.651 mil unidades locais que exerciam a atividade de revenda de mercadorias.


O comércio varejista manteve a posição histórica de maior setor do comércio, com maior número de empresas (1.204.841) e de pessoas ocupadas (6.887.617), além dos maiores valores em massa salarial paga (R$ 70,1 bilhões) e receita operacional líquida (R$ 789,3 bilhões). Neste item, ressalva-se que o atacado se equipara ao varejo, gerando R$ 788,4 bilhões.
SETOR COMÉRCIO
no CEARÁ
Histórico
Missão
Encantar pessoas promovendo a saudabilidade através de atitudes inovadoras e cidadãs.

Visão
Ser a maior e melhor empresa do varejo farmacêutico do Brasil até 2017, com ações listadas em Bolsa e com atuação em mercados internacionais, comprometida com a eficiência, inovação, conveniência e cidadania.

Valores
Atuamos em nossas operações baseados no tripé da "Conveniência", "Inovação" e "Cidadania".
MERCADO
FARMACÊUTICO
Em 2012, o mercado brasileiro de medicamentos movimentou R$ 48,65 bilhões (US$ 25,01 bilhões), de acordo com IMS Health. Ainda segundo a IMS Health, em 2011 o Brasil era o sexto maior mercado mundial de medicamentos, devendo crescer a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 12% a 15% entre 2012 e 2016, passando a representar o quarto maior mercado mundial.
O setor de medicamentos é um dos setores de maior crescimento no mundo, tendo superado de maneira consistente o crescimento da economia mundial nos últimos anos, tendência verificada também no Brasil, de acordo com dados divulgados pela IMS Health.
ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS
NO CEARÁ 2006-2011

O comércio constitui-se o principal ramo do setor de serviços no Estado, e este por sua vez, é responsável pela maior parcela do Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará.
Quanto ao comércio exterior, o Estado do Ceará exportou no ano de 2009 um total de 1.092.375 US$ mil FOB, enquanto que as importações registraram o valor de US$ mil FOB 1.230.594, revelando um saldo comercial negativo de 138.219 US$ mil FOB no citado ano.
Dentro do setor varejista, destacam-se os gêneros de atividades dos minimercados, mercearias e armazéns com 33,93%, seguido do gênero de atividades de tecidos, vestuário e artigos de armarinho (17,96%) e o gênero de atividades de empresas de material para construção (7,85%).
em SOBRAL
SETOR COMÉRCIO
Sobral é um município brasileiro do estado do Ceará com um PIB de R$ 2.436.463.000, o município acrescentou o valor de R$ 399.998.000 ao seu PIB, entre 2009 e 2010, valor superior a toda riqueza de Crateús, que tem um PIB de 384.606 (IBGE 2010). Sobral é a quarta economia do estado perdendo para Fortaleza, Maracanaú e Caucaia.
EQUIPE:
CRISTINO
EUGENIA
HANA
NATANAEL

SÁVIA
THIBÉRIO
THUANY
SIDNEY
OBRIGADO!
trabalho de estágio supervisionado I
prof.: Cristiane
Os números que destacam Sobral entre os municípios cearenses que mais têm garantido empregos formais são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com o Cadastro, os dados apontam que, de janeiro a outubro de 2013, no Município, foram gerados 6.443 novos postos de trabalho. Esse desempenho, antes mesmo do fechamento do ano, foi o segundo melhor da série do Caged, ou seja, desde 2002. A maior média foi registrada em 2009 com 9.871 postos de trabalho.
Os setores que puxaram o crescimento foram a indústria de transformação (2.359) e de calçados (881), acompanhadas da indústria de produtos alimentícios (522) e têxtil (479). Já os setores de serviços e comércio geraram 1.843 e 1.745 postos de trabalho respectivamente.
Fonte: Pesquisa anual de comércio 2010. Rio de Janeiro: IBGE
http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2012/06/pesquisa-anual-de-comercio-2010-movimenta-cerca-de-r-2-trilhoes-de-receita

http://empresasefinancas.hsw.uol.com.br/pmc2.htm

http://www.ipece.ce.gov.br/radar/comercio/radar-do-comercio

http://pt.scribd.com/doc/48572681/A-Evolucao-do-Comercio

ftp://ftp.ibge.gov.br/Comercio_e_Servicos/Pesquisa_Mensal_de_Comercio/Fasciculo_Indicadores_IBGE/pmc_201401caderno.pdf

http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1393264220.pdf
http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/2/bn_2013_v21.pdf

REFERÊNCIAS
Full transcript