Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Renascimento na Inglaterra

No description
by

Thawany Araújo

on 30 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Renascimento na Inglaterra

Renascimento na Inglaterra
O renascimento inglês tem inicio no final do século XV, consideravelmente mais tarde do que o italiano, iniciando-se com a dinastia de Tudor.
Fatores:
grande expansão marítima
relativa estabilidade interna depois da devastação da longa Guerra das Duas Rosas
. A guerra das duas rosas foi uma série de longas e interminantes lutas pelo trono da Inglaterra. A casa York contra Lencastre é a partir deste conflito que surge a dinastia Tudor.


Foi com o fim dos conflitos que foi possível pensar em cultura e arte. O ápice do Renascimento inglês ocorre durante o Período Elisabetano, ou seja, o reina de Elizabeth I ( 1533- 1603).
William Shakespeare ( 26/04/1564 – 23/04/1616)
poeta e dramaturgo inglês
maior escritor inglês e maior dramaturgo influente do mundo.
38 peças, 154 sonetos, 2 longos poemas narrativos, e diversos outros poemas.
Muitos de seus textos e temas, especialmente os do teatro, permaneceram vivos até aos dias de hoje, sendo revisitados com frequência pelo teatro, televisão, cinema e literatura.
Suas peças foram traduzidas para os principais idiomas do mundo, e são mais encenadas do que qualquer outro dramaturgo.
Shakespeare nasceu e foi criado em Stratford-upon-Avon.
Aos 18 anos, segundo alguns estudiosos, casou-se com Anne Hathaway, que lhe concedeu três filhos: Susanna, e os gêmeos Hamnet e Judith.
Acredita-se que William Shakespeare foi filho de John Shakespeare, um bem-sucedido luveiro e sub-prefeito de Straford (depois comerciante de lãs), vindo de Snitterfield, e Mary Arden, filha afluente de um rico proprietário de terras.

na época de Elizabeth I de Inglaterra a ortografia não era fixa e absoluta, então encontrou-se nos documentos os nomes Shakspere, Shaksper e Shake-speare.
Tragédias:
Romeu e Julieta
Júlio César
Macbeth
Antônio e Cleópatra
Timão de Atenas
Rei Lear
Hamlet

Obras:
Dramas históricos
Rei João
Ricardo II
Ricardo III
Henrique IV, Parte 1 e 2
Henrique V
Henrique VI, Parte 1, 2 e 3
Eduardo III

Comédias
Sonho de uma Noite de Verão
O Mercador de Veneza
A Comédia dos Erros
A Megera Domada
Thomas Morus: ( 07/ 02/ 1478- 1535).
Era filho do juiz John More com Agnes Graugner.
muito bom humor fez sua carreira como advogado e se tornou um profissional respeitado.
Sua erudição e sua habilidade o levaram à cátedra universitária por algum tempo.
escritor, diplomata, advogado e um dos grandes humanistas.
perto da família real, foi embaixador e tornou-se cavaleiro.
homem caseiro e de família.
Se casou pela segunda vez, com Alice Middleton;
Não fazia distinção na educação entre filhos e filhas;
Casou-se pela 1º vez com Jane Colt, em 1505, com quem teve quatro filhos. Ela faleceu em 1511;
Thomas era muito apegado aos seus filhos e os deu excelente educação e muito avançada para época;
Era amigo dos mais proeminentes humanistas europeus, como Erasmo de Roterdã.
Thomas Morus teve uma vasta produção literária.
Seu livro mais conhecido e mais importante é chamado Utopia, publicado em 1516. Nele o autor fala de uma ilha imaginária de forma alegórica permitindo muitas interpretações

Obra:

Francis Bacon: ( 1561- 1626)
filósofo, político e ensaísta inglês.
Recebeu os títulos de Visconde de Alban e Barão de Verulam.
Foi importante na formulação de teorias que fundamentaram a ciência moderna.
É considerado o pai do método experimental
Filho caçula de Sir Nicholas Bacon, Guardião do Selo Real, e de sua segunda esposa Ann.
Em 1576 formou-se em Direito, pela Universidade de Cambridge. Nessa época já tinha fama e prestígio.
Em 1584, Bacon toma assento na Câmara dos Comuns, como representante de um pequeno distrito.
Sob o reinado de Jaime I, foi nomeado cavalheiro, nomeado no posto de conselheiro, destacado como representante real dos debates parlamentares e agraciado
Em 1607, com o cargo de solicitador real. Nesse período casou-se com Alice Barnham, filha de um conselheiro municipal londrino.

Francis Bacon morreu de complicações respiratórias, em Londres, Inglaterra, no dia 9 de abril de 1626.
Obras:
Em 1605, dedicou ao rei, seu trabalho "O Avanço do Conhecimento".
Escreveu sobre questões do estado e de relações entre a coroa e o parlamento.

Francis Bacon escreveu tratados filosóficos, obras literárias e jurídicas.
Em 1620 publicou "Novum Organum", em que expõe sua filosofia da ciência, onde salienta a primazia dos fatos em relação à teorização e rejeita a especulação filosófica como cientificamente válida.
Em 1624 publica "Nova Atlântida", onde descreve uma utopia, onde as possibilidades de experimentação científica seriam ilimitadas.
Em 1622 publicou "História de Henrique VII"
Em 1625, a terceira edição de seus "Ensaios", aumentados para 58, onde revela um pensamento elevado e um estilo.
foi citado ao lado de
William Shakespeare
como o consolidador da língua inglesa.
Inigo Jones: ( 15/06/ 1573 – 21/ 07/ 1652).
Arquiteto inglês
nascido nas vizinhanças de Smithfield, na parte central de Londres
primeiro arquiteto do país e considerado o principal introdutor, na Inglaterra, das formas arquitetônicas do Renascimento italiano.
Filho de um alfaiate católico
iniciou-se como aprendiz de marceneiro.
Patrocinado por Roger Manners, foi o primeiro inglês a estudar arquitetura na Itália (1598-1603), onde adquiriu prática em pintura e desenho, e trabalhou para Cristiano IV da Dinamarca.
Retornou à Inglaterra
Nomeado arquiteto do príncipe de Gales (1610), voltou à Itália (1613), sob o patrocínio do Lord Arundel, onde estudou em profundidade as ruínas antigas e as obras dos mestres modernos, sobretudo de Andrea Palladio.
Trabalhou como arquiteto de Jaime I e Carlos I (1615-1642).
Durante a guerra civil, foi detido (1645) e teve seus bens confiscados, mas obteve o perdão no ano seguinte, mas não recuperou efetivamente seu cargo como arquiteto real, passando seus últimos dias afastado, sucedido por John Denham e Christopher Wren.
Valiosas contribuições para a cenografia e vestuário teatral
Morreu em Londres e foi enterrado na igreja de São Bento.
Entre suas obras são destaques históricos:
Queen's House, em Greenwich,
A reconstituição do Banqueting House, em Whitehall (1622), considerada sua obra mais importante,
projeto para as propriedades do conde de Bedford, em Covent Garden (1630),
Restauração da catedral de São Paulo, em Londres (1634-1642).
Etec, ''Profº Armando Bayeux da Silva''
Alanna Moreira nº 03
Ariana Bella nº 07
Beatriz Lopez nº 08
Maria Karine nº 24
Thayná Carolina nº 34
Profº Ana Paula
2ºB
Fontes:
http://www.historiadigital.org/curiosidades/top-10-mentes-mais-influentes-do-renascimento-cultural/
http://www.setelagoas.com.br/component/content/article/163-projeto-leia-mais/3293-william-shakespeare-vida-e-obra-26041564-23041616
http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=762
http://www.e-biografias.net/francis_bacon/
http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/InigJone.html
Full transcript