Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Importância da Sabedoria Humilde

No description
by

Kátia Torres

on 12 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Importância da Sabedoria Humilde

Humildade e Sabedoria
Leitura Bíblica em Classe
Não desampares a sabedoria e ela te guardará, ama e ela te conservará (Pv. 4.6)
INTRODUÇÃO
Tiago escreve para as igrejas
Uma vida de
Sabedoria
é uma vida pautada no conhecimento das coisas de Deus e o receber d’Ele os verdadeiros ensinos.

Humildade
é estar debaixo da vontade do Senhor inteiramente submisso e entendendo essa submissão, saber se importar em toda e qualquer situação em que estiver situado.
Nesta lição estudaremos os ensinamentos da Palavra de Deus acerca da importância da Sabedoria Divina para o nosso viver
A leitura bíblica de classe está baseada na epístola de
Tiago 1.5, 3.13-18
Mais eu quero destacar o cap. 3.17 de Tiago {mas a sabedoria que vem do alto é primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia}.
O escritor deste texto o próprio Salomão era expert em sabedoria ele na sua oração na sua primeira oração já como de rei de Israel ele pede a Deus sabedoria para poder adentrar no meio do povo e sair do meio do povo, como também para tratar as questões pelo qual ele como rei recebera esta responsabilidade, então desta forma Salomão tinha uma experiência, buscou sabedoria no próprio Deus.
A sabedoria que procede de Deus é humilde por isso equilibra o crente em todas as circunstâncias da vida, viver uma vida de equilíbrio é saber se importar em meio às situações da vida não sendo orgulhoso, nem soberbo, como também deixar de exercer o que Deus tem para revelar através de nós.


Isso é bom quando alguém sabe tratar as coisas pacificamente sermos pacífico, por natureza o homem desenvolveu uma natureza por instinto mais nervosa em meio a essa situação adversa em que vivemos hoje.Mas a sabedoria vinda do alto ela tem poder de em meio a uma grande fogueira ela pode baixar e por fim em definitivo a esse fogo, então é importante vc buscar a sabedoria e entender isso, pois bem a sabedoria do alto ela gera amor, bondade, benignidade, humildade, além dessas características que nós falamos aqui,
Porque ela gera amor? Porque o sábio ele sabe tratar as pessoas com benevolência, com misericórdia, numa situação que está numa pessoa dentro da igreja em pecado, numa situação adversa, o bom sábio aquele que sabe tratar as coisa ele sabe administrar essa situação e salvar a vida daquela pessoa pela qual está nesse processo, nesse problema.

Por que Tiago escreve justamente este texto sagrado para as igrejas que estavam na diáspora?

Ele escreve porque estava acontecendo dentro das igrejas muitos problemas de
invejas, espíritos facciosos, perturbação e toda obra perversa
, então ele veio dizer que esse tipo de atitude, esse tipo de obra, esse tipo de prática dentro da igreja não traria para igreja um crescimento espiritual, mas se todos buscassem a sabedoria para saber tratar as questões da igreja, essa sabedoria sendo de Deus com certeza colocaria em ordem aquilo pelo qual estava em desordem.
Então é importante dizer que essa sabedoria pregada pelo próprio apóstolo Tiago é uma sabedoria perfeita, que ela é pura, que ela é uma sabedoria pacífica e moderada.
É importante se dizer que na vida todos nós em algum momento da nossa história seremos colocados no meio de uma adversidade seja ela financeira, conjugal, na saúde, uma adversidade com os nossos vizinhos, com os nossos próprios irmãos, mas devemos buscar essa sabedoria de Deus para tratarmos todas as coisas de forma pacífica e moderada.
A sabedoria que procede de Deus é humilde, por isso, equilibra o crente em todas as circunstâncias da vida
A Importância da Sabedoria Humilde
Objetivos:

Descrever:
a sabedoria quem vem de Deus.
Demonstrar
na prática a sabedoria humilde.
Compreender
a distinção entre a verdadeira sabedoria e a arrogância
Tiago inicia a temática em tom de exortação enfatizando a necessidade da sabedoria divina, como condição básica de levar a igreja a viver a palavra de Deus com alegria, com coerência, com segurança, e com muita responsabilidade. E isso tudo sem precisar fugir das tribulações ou negar que o crente passa por problemas.
A nossa expectativa é que você abrace o estilo de vida proposto pelo Santo Espírito neta carta.
Sabedoria é um tema que pela bíblia é muito explorada, em muitos textos sagrados, nós temos por exemplo Salmos 111.10 quando o salmista diz o seguinte:
{O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, todos os que cumprem os seus preceitos, revelam bom senso, ele será louvado para sempre}
ou seja esse temor do Senhor o qual você reverencia, esse temor não de medo, mas de respeito, de submissão ao Senhor, leva o crente a uma verdadeira sabedoria.
Não importa a situação que você esteja, o que importa é se você teme ao Senhor de todo teu coração, Deus lhe dará a sabedoria para sair das situações adversas.

TÓPICO I
A NECESSIDADE DE PEDIRMOS SABEDORIA A DEUS
1. A Sabedoria que vem de Deus
Tiago fala da sabedoria que vem do alto para distiinguila da humana, de origem má (Tg3. 13-17) irrefutavelmente, a sabedoria que vem de Deus é o meio pelo qual o homem alcança o discernimento da boa, agradável e perfeita vontade divina.
Sem essa sabedoria, o ser humano vive a mercê de suas próprias iniciativas, dominado por suas emoções, sujeitando-se aos mais drásticos efeitos de suas das suas reações.
Enfim, a Palavra de Deus nos orienta a vivermos com prudência. Todavia, quando nos achamos em meio as aflições é possível que nos falte sabedoria. Por isso, o texto de Tiago revela ainda a nessidade de o crente desenvolver-se, adquirindo maturidade espiritual.
O texto bíblico não detalha a maneira pela qual Deus concede sabedoria. Tiago apenas afirma que o Altíssimo a dá. Juntamente com a súplica pela sabedoria que fazemos aos pai em oração, a epístola fornece riquíssimos ensinamentos (v.5):

a) O senhor é que dá sabedoria. Jesus ensina que o pai atende ás orações daqueles que o pedirem (Mt 7.7,8).

b) O Senhor dá todas as coisas. neste sentido, dizem as Sagradas Escrituras: " Aquele que nem mesmo ao seu filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com Ele todas as coisa?" (Rm 8. 32 Cf. Jó 2. 10).

c) O Senhor dá a todos os homens. Ele não faz acepção de pessoas (At 10. 34; Rm 2.11; Ef 6.9; Tg 2. 1,9 ).

d) O Senhor dá liberalmente. É de graça! Nosso Deus não vende bênçãos apesar de pessoas, em seu nome , "comercializá-las.

e) O Senhor dá sem lançar em rosto. A expressão é sinônima do adágio popular "jogar na cara". O pai Celeste não age dessa forma.
2. Deus é o doador da sabedoria
3. Peça a Deus sabedoria.
Ainda no versículo 5, Tiago estimula-nos a fazermos as seguintes perguntas: Falta-nos sabedoria espiritual? Sentimental? Emocional? Nos relacionamentos? Caso ache em si falta de sabedoria em alguma área, não desanime! Peça-a a Deus, pois é Ele quem dá liberalmente. E mais: Não lança em rosto! Ouça as Escrituras e ponha em prática este ensinamento. Fazendo assim, terás sabedoria do alto.
Tópico II
A DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA DA SABEDORIA HUMILDE
1. A sabedoria colocada em prática.
Tiago conclama os servos de Deus, mais notadamente aqueles que exercem alguma liderança na igreja local, a demonstrarem sabedoria divina através de ações concretas (Dt 1.13,15; 4.6; Dn 5.12). A sabedoria é a virtude que devemos cultivar em nossos relacionamentos neste mundo ( Mt 5. 13-16). O tempo do verbo "mostrar", utilizado por Tiago em 3.13, indica uma ação contínua em torno da finalidade ou do resultado de uma obra. Desta maneira, a Bíblia está determinando uma atuação cristã que promova as boas obras no relacionamento humano.
2. A humildade como prática cristã
Instruída pela Palavra de Deus, a humildade cristã promove as boas obras na vida do crente. (Tg 1.17-20; cf. Mt 11. 29; 5,5). Quem é portador dessa humildade revela a verdadeira sabedoria, produzindo para si alegria e edificação (MT 5.16). A fim de redundar em honra e glória ao nome do Senhor Jesus, a humildade deve ser uma virtude contínua. Isso a torna igualmente uma porta fechada para o crente não retornar ás velhas práticas.
O homem natural, dominado pelo pecado, não tem temor de Deus nem compromisso de viver para a honra e a glória dEle. Porém, o que nasceu de novo e, portanto, "ressuscitou com Cristo", busca ajuda do alto para viver em plena comunhão e humildade com o seu semelhante (Cl 3. 1-17).
3. Obras em mansidão de sabedoria
Vivemos em um tempo onde as pessoas se aborrecem por pouca coisa, onde tudo é motivo para desejar o mal ao outro.
Vemos descontrole no trânsito, o destempero na fila, a pouca cordialidade com o colega de trabalho e coisas afinns. Parece que as pessoas não convivem espontaneamente com as outras. Apenas se toleram! Nesse contexto, o ensino de Tiago é de sobemodo relevante:
"Mostre, pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria" ( v. 13). Amor, cordialidade e solidariedade são valores éticos absolutos reclamados no Evanglho. Ouçamos a sua voz!
Tópico III
O VALOR DA VERDADEIRA SABEDORIA E A ARROGÂNCIA DO SABER CONTENCIOSO ( Tg 3.14-18)
1. Administrando a sabedoria
A sabedoria mencionada por Tiag assinala a vontade de Deus para a vida do crente. Uma vez dada por Deus, tal sabedoria constitui-se parte da natureza do crente. É resultado do novo caráter lapidado pelo Espírito Santo. É um novo pensar, um novo sentir, um novo agir. Deus dá ao homem essa sabedoria para que ele administre as bênçãos, os dons e todas as esferas de relacionamentos da vida humana. Quando Jesus de Nazaré expressou "assim brilhe a vossa luz diante dos homens" (Mt 5.16), Ele estava refletindo sobre o propósito divino de o crente viver a inteireza do reino de Deus diante dos homens.
2. Sabedoria verdadeira e a arrogância do saber
Há pessoas orgulhosas que, por se julgarem sábias, não admitem serem aconselhadas ou advertidas.
Sobre tais pessoas as Escrituras são claras ( Jr 9.23). Entre os filhos de Deus não há uma pessoa que seja tão sábia que possa abrir mão da necessidade de aconselhar-se com alguém. O livro de Provérbios descreve que há sabedoria e segurança na multidão de conselheiros, pois do contrário: o povo perece (11.14). O rei Salomão orou a Deus pedindo-lhe sabedoria para entrar e sair perante o povo judeu (2 Cr 1.10). Disto podemos concluir que lidar com o povo sem depender dos sábios conselhos de Deus é um pedantismo trágico para a saúde espiritual da igreja. Portanto, leve em conta a sabedoria divina! É um bem indispensável para os filhos de Deus. Para quem sente falta de sabedoria, Tiago continua aconselhar: "peça-a a Deus".
3. Atitudes a serem evitadas
Onde há inveja e espírito faccioso. aí há perturbação e toda obra perversa" (v16). Aqui o autor da epístola descreve o resultado e uma "sabedoria" soberba e terrena.
Classificando tal sabedoria , Tiago utiliza dois termos fortíssimos, afirmando que ela é
"animal"
e
"diabólica"
.
Animal
porque é acompanhada de emoções oriundas de um instinto natural, primitivo, irracional e carnal, sendo por isso destituida de qualquer preocupação espiritual.
Diabólica,
porque o nosso adversário inspira pessoas a transbordarem desejos que em nada se assemelham aos que são oriundos do fruto do Espírito, ates, são sentimentos egoísticos, que se identificam com as obras da carne (2 Tm 4.1-3; Gl 5. 19-21).
Atitudes que trazem contenda, facções, divisão, gritarias e irritabilidade devem ser evitadas em nossa famíliaz, em nossa igreja ou em qualquer lugare onde nos relacionarmos com o outro. O Senhor nos chamou para a paz e não para confusão. Vivamos, pois uma vida cristã sábia e em paz com Deus.
CONCLUSÃO
Após estudarmos o tema "sabedoria e humildade" é impossível ao crente admitir a possibilidade de vivermos a vida cristã em qualquer esfera humana sem depender da sabedoria do alto. A sabediria divina não só garante a saúde espiritual entre os irmãos, mas da mesma maneira, a emocional e psiquica. Ela estabelece parâmetros para o convívio social sadio ao mesmo tempo em que nos previne para que não caiamos nos escândalos e pecados que entristecem o Espírito Santo.
Ouçamos o conselho de Deus. Que possamos viver de forma sóbria, justa e piamente. (Tt 2. 12)
Full transcript