Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os Fundamentos da Colonização do Brasil.

No description
by

Fernando Costa

on 15 August 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os Fundamentos da Colonização do Brasil.

1530
1548
1763
1500
1565
Os Fundamentos da Colonização do Brasil.
Período Pré-Colonial:
Durante os primeiros 30 anos, o Brasil estava praticamente abandonado, pois aparentemente não possuia riquezas.
Brasil: A grande descoberta ( novas rotas de comércio)
A primeira riqueza explorada foi o "Pau-Brasil", que servia como corante vermelho, explorado com a mão-de-obra indígena.
Processo de exploração realizado pelos "arrendatários" ( o primeiro arrendatário foi Fernão de Noronha, um "cristão novo".
Principais motivos da Colonização Portuguesa no Território Brasileiro: Ameaça de invasão estrangeira ( principalmente franceses.) e a descoberta de ouro nas colônias espanholas.
"Utis Possidetis" - Ocupar para não perder.
Expedições para analisar o Brasil de norte à sul, até a foz do Rio da Prata ( Primeira expedição: Martin Afonso de Souza)
Objetivos das expedições: Expulsar os estrangeiros, organizar núcleos de povoamento para efetivar a ocupação.
Primeira Vila: São Vicente.
A Coroa não dava ao donatário a posse das terras, dava apenas o domínio de colonização.
As capitanias tinham dois objetivos: Defender o território e arrecadar impostos.
Para Portugal as capitanias foram rentáveis, mas não sustentáveis. ( As únicas capitanias que tiveram sucesso foram a de Pernambuco e de São Vicente.)
Problemas do sistema de Capitanias: Falta de interesse e renda dos donatários e a distância da Metrópole ( Portugal.)
O Governo Geral:
Medida para contornar o fracasso das capitanias em colonizar o território.
Objetivos: centralizar o processo de colonização e fortalecimento da Coroa Portuguesa.
Surgimento das câmaras municipais: Responsáveis pelas obras públicas, abastecimento das terras e admistração econômica.
As Capitanias Hereditárias:
Portugal já possuia experiência nesse sistema.
Dividiu-se o território em 14 capitanias para 12 donatários.
Os documentos básicos:
Carta de doação: dizia quais poderes seriam concedidos ao donatário.
Foral: Estipulava quais impostos seriam cobrados ao donatário.
Tomé de Souza: Governou da primeira capital (Bahia de Todos os Santos)
Tarefas: Pacificação Indígena, contato com Donatários e Colonos e auxiliar à economia local.
Encontrou resistência com Duarte Coelho ( Capitania de Pernambuco.)
Trouxe os primeiros Jesuítas ( Padre Manoel Nóbrega.)
Duarte da Costa: Assumiu em meio aos conflitos dos Jesuítas contra os colonos.
Durante seu governo, os franceses invadiram a Bahia de Guanabara:
Mem de Sá:
Substituiu a mão de obra indígena pelos escravos africanos.
Eliminou os Franceses do Rio de Janeiro.
Full transcript