Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Linguagem e Propaganda Nazista

Trabalho de Atualidades, 2° trimestre de 2013: "Nazismo Subverte e Corrompe a Linguagem"
by

Ana C. R. Pastorelli

on 2 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Linguagem e Propaganda Nazista

"Com a chegada de Adolf Hitler ao poder na Alemanha, há 80 anos, o Estado criou uma imensa máquina de propaganda que submeteu à sua lógica todo o conjunto de trocas simbólicas que caracteriza a cultura."
NAZISMO SUBVERTE E CORROMPE A LINGUAGEM
Linguagem e Propaganda
O "herói" nazista
Os comícios
Mein Kampf
O Cinema
Victor Klemperer
Durante o período nazista Hitler concedeu a Joseph Goebbles extremo poder ao nomeá-lo ministro da propaganda e transformá-lo no responsável por fazer política através da manipulação.


É de sua autoria a famosa frase:
De acordo com os ideais nazistas é considerado "herói" aquele que demonstra destemor e coragem beliciosa, ou seja, tecnicamente um arruaceiro se enquadra nessa categoria.
Os comícios nazistas possuiam mais em comum com uma celebração mística do que com um ato político convenvional, uma vez que nele homens e mulheres geravam o sentimento de força do qual eles próprios se alimentavam para depois retornar aos sacrifícios do cotidiano.
Não há dúvidas que a ascensão do nazismo necessita uma análise complexa que considere muitas variáveis, tais como:

Questões políticas
: desde a divisão das esquerdas (socialistas e comunistas) à fragilidade das instituições democráticas;


Questões econômicas:
conseqüências do Tratado de Versalhes e da Crise de 29;


Antissemitismo:
forma de hostilizar os judeus (semitas) e árabes sem motivo aparente senão o ódio;


Concepções raciais e evolucionistas:

justificavam o extermínio.
No entanto, destacaremos o papel da linguagem e propaganda nazista, que foram grandes responsáveis pela chegada e manutenção do poder de Hitler durante o Terceiro Reich.
“(a língua) conduz meu sentimento, dirige minha mente, de forma tão mais natural quanto mais eu me entregar a ela inconscientemente.”
Victor Klemperer (1881 – 1960) foi um judeu alemão convertido ao protestantismo que manteve um diário durante os 12 anos de governo nazista no qual analisa, entre outros tópicos, a força da propaganda nazista.
Trabalho de Atualidades - 2° ano EM
Profª Orientadora: Marili Bassini

Ana Carolina R. Pastorelli, n° 2
Giovana Teizen, n° 15
Lívia Diniz, n° 26
Marcela Buratto, n° 28
Ele era filho de judeus e casado com uma protestante,
esse casamento "misto" foi um fator primordial para
que ele não fosse deportado para campos de
concentração como muitos outros judeus.
Propaganda Política
Dentre as diversas formas de propaganda nazista, cabe destacar os longas-metragens, pois trata-se de uma produção abundante que retrata a perspectiva alemã de diferentes temas através de comédias, musicais, filmes de guerra e documentários.
"Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade."
Logo, uma ação heroica era se lançar à guerra até a morte ou, quando na cidade, aceitar os sacrificios gerados por um quadro de guerra. Em ambos casos a razão e o questionamento são desprezados em favor ao fanatismo.
Basicamente, o roteiro se caracterizava da seguinte forma:
1º: Entrada de tochas e estandartes nazistas;
2º: Desfile da tropa nazista;
3°: Canto dos hinos;
4°: Discurso do Führer, no qual prometia um futuro glorioso e expressava sua fúria contra os inimigos.
Em seu livro, Minha Luta (1925), Hitler destaca o papel da propaganda, para disseminar mais facilmente o racismo, o antisemitismo e o anti bolchevismo.
Os filmes exaltavam o heroísmo e a brutalidade inimiga, dentre os quais cabe destacar os ingleses e os russos. Nesses filmes os ingleses eram retratados como fracos e opressores, enquanto os russos passavam-se por brutos e alcoólicos.
Ao decorrer dos doze anos de nazismo foram filmados aproximadamente 1.350 longas-metragens
"as grandes massas têm uma capacidade limitada, uma inteligencia modesta, uma memória fraca"

"A propaganda política busca imbuir o povo, como um todo, como umadoutrina... A propaganda para o público em geral funciona a partir do ponto de vista deuma ideia, e o prepara para quando da vitória daquela opinião."
Victor
Kemplerer
Adolf Hitler
Joseph
Goebbels
Full transcript