Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sustentabilidade:

No description
by

Graciella Ferreira

on 14 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sustentabilidade:

Conceito de Política
"ação humana, revestida de poder, acionada a partir de interesses ou valores concretos existentes na sociedade, tendente a gerar normas que conformem essa mesma comunidade. Ação (e dinâmica) voltada a produzir efeito normativo na comunidade". (DELGADO, 1993, pág. 56).
Políticas de sustentabilidade e as empresas
Tendencias e desafios no plano global
Marcos Nacionais
1965 - Carta de Princípios do Dirigente Cristão de Empresas: “os antagonistas de classe, os aberrantes desníveis econômicos (...) decorrem, em parte, de não ter o setor empresarial tomado consciência plena das suas responsabilidades sociais” (ADCE Brasil, 1965)





Prioridades da Agenda
A origem do debate
Relação sociedade e natureza

Revolução Industrial

Modo de Desenvolvimento Capitalista

Sociedade de Consumo

Ser humano "Ter humano"

Repensar caminhos para a Sustentabilidade

Sustentabilidade:
Pacto Global no Brasil
Objetivo
: Impulsionar a adoção da cidadania empresarial
como padrão para a gestão.

2000
- Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social iniciou um processo de engajamento das empresas brasileiras, tendo 206 adesões.
2002
- Realização do evento "Diálogo Empresarial sobre os princípios do Pacto Global“, em Belo Horizonte, para debater sobre a aplicação dos princípios no Brasil
2003
- Criação do Comitê Brasileiro do Pacto Global (CBPG) para fortalecer a agenda da responsabilidade social corporativa e do Pacto Global no Brasil, contendo participantes do setor privado, sociedade civil organizada, academia e agências do Sistema das Nações Unidas no Brasil.
2012
- Carta ”Contribuição Empresarial para a Promoção da Economia Verde e Inclusiva”, composta por dez Compromissos

Atualmente 599 empresas brasileiras são participantes
Atores Sociais
Polissemias e Controversias
Referências Bibliográficas
Sustentabilidade
DELGADO, M. G. Política: Introdução à conceituação do fenômeno. In Revista Brasileira de Estudos Políticos, n. 76, de janeiro de 1993. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, p. 55. 1993.
"pressupõe a passagem do campo das ideias para o campo da ação prática transformadora, ou defensora do estado atual dos acontecimentos”. (CASTRO, 2010, p. 60)
gerenciamento de interesses diversos em torno de um mesmo objetivo (SOLHA, 2004)
CASTRO, J. A. D. Separação de poderes e exercício da função política no Brasil. Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado do Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP. 2010. 164 pág.
SOLHA, K. T. Órgãos Públicos Estaduais e o Desenvolvimento do Turismo no Brasil. Tese apresentada à Área de Concentração: Relações Públicas, Propaganda e Turismo da USP. São Paulo, 178 pág. 2004.
Base para este conceito em um provérbio de povos tradicionais norte-americanos :


Não herdamos a terra de nossos pais, nós a tomamos emprestada de nossos filhos
” (ENGELMAN, 2013, p. 5).

Respeito com as futuras gerações

Massificação do termo, "
greenwashing
"

Problematização e repensar o conceito

Desafios rumo a uma "Sustentabilidade crítica"




Marcos Internacionais
1972 - Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (ONU), em Estocolmo, e conceito de Ecodesenvolvimento.

1987 - Publicação do Relatório Brundtland, ou “O Nosso Futuro Comum”, pela ONU, com a criação do conceito de Desenvolvimento Sustentável: "
atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atenderem as

suas próprias necessidades
".

1992 - Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, Rio-92
1999
- Lançamento do Índice de Sustentabilidade Dow Jones, em Nova Iorque, para medir o desempenho das empresas da bolsa de valores com políticas de Responsabilidade Socioambiental.
Jul. 2000
– Lançamento do Pato Global da ONU, que reúne empresas comprometidas com dez princípios que envolvem questões éticas e socioambientais.
Set. 2000
– Cúpula do Milênio, que estabelece oito objetivos de desenvolvimento até 2015.
Abr. 2002
– Início das atividades do Global Report Initiative (GRI), para desenvolver padrões de relato de políticas e ações corporativas de sustentabilidade.
Ago. 2002
- Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+10), em Joanesburgo, aprova plano para implementar compromissos da Rio-92
2003
- Lançamento dos Princípios do Equador, nos EUA, com diretrizes para gerenciar riscos socioambientais do crédito bancário para grandes projetos industriais e de infraestrutura.
2005
- Lançamento da Avaliação Ecossistêmica do Milênio, que mostra os efeitos das modificações nos ecossistemas sobre o bem-estar humano.
2009
- 15ª Conferência das Partes, da Convenção sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhague, consolida o tema climático nas agendas pública, corporativa e da sociedade civil, porém fecha o acordo para diminuir as emissões somente após 2012.
2011
– Publicação do “Rumo à Economia Verde: Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável e a Erradicação da Pobreza” pelo PNUMA.

1901 - Theodore Roosevelt, Presidente dos EUA, afirmou que: “
O que fazemos agora afetará não apenas o presente, mas as gerações futuras


1962 - Publicação do Livro “Primavera Silenciosa”, de Rachel Carson, que alertava sobre os perigos do modo de vida das sociedades humanas.

1968 - Criação do Clube de Roma, que gerou o relatório "Os limites do Crescimento"
1969 -
National Environmental Policy Act:
"a política do governo norte-americano deve criar e manter condições sob as quais homem e natureza possam existir em harmonia produtiva, e atender às demandas sociais, econômicas e outras das presentes e futuras gerações”
ENGELMAN, 2013; IRVING e OLIVEIRA, 2012
Marcos Internacionais
para contextualizar a discussão
para contextualizar a discussão
para contextualizar a discussão
Marcos Internacionais
para contextualizar a discussão
De Estocolmo ao "Futuro que queremos"
Carta da Terra

Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento

Convenções Internacionais com força de lei:

Convenção de Combate à Desertificação
Convenção sobre a Diversidade Biológica
Convenção do Clima

Participação da Socieade Civil

Engajamento do Setor Empresarial com a questão socioambiental

Marcos Internacionais
para contextualizar a discussão
Marcos Internacionais
para contextualizar a discussão
20 a 22 de junho de 2012
Temas principais:
“Economia Verde e a Redução da Pobreza”.
“Governança para o Desenvolvimento Sustentável”
Publicação do Relatório "O Futuro que Queremos“
Mais de 500 eventos oficiais paralelos
Fórum de Sustentabilidade Corporativa

2012
- Realização da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20)
Perfil da Rede Brasileira do Pacto Global
Alguns Objetivos:
- Massificação dos princípios;
- Ampliação da adesão de empresas e organizações;
- Apoio na implantação dos princípios;
- Promover troca de experiências e aprendizado;
- Exercer articulação internacional com as demais redes do PG.
- Promover vínculo entre princípios do PG e os ODM.


- Para participar do PG, a empresa deve enviar anualmente seu Relatório de Progresso à ONU para garantir seu compromisso como signatária, manter a integridade desta iniciativa e criar um local de boas práticas para o aprendizado e aprimoramento.
Objetivos da Rede Brasileira do Pacto Global
Fórum de Sustentabilidade Corporativa
Realizado antes da Rio +20, de 15 a 18 de junho de 2012.
Organizado pelo Pacto Global, organização da ONU que mobiliza o setor empresarial a adotar boas práticas de sustentabilidade.
Mais de 2.700 participantes, entre investidores, setor privado, pela sociedade civil, academia, representantes de Estados e as Nações Unidas.
Documento final: “Visão Geral e Resultados”
Eixos temáticos:
Compromissos firmados
e destaques:
200 ações individuais e coletivas;
incorporar sustentabilidade na Educação e Pesquisa assumido por 260 conceituadas Universidades ao redor do mundo;
5 Bolsas de Valores (4.600 Empresas Listadas) para promover investimento sustentável.
Fortalecimento da cultura de Sustentabilidade Empresarial e das parcerias Público-Privadas para alavancar inovações em Sustentabilidade;
Aumento da consciência sobre a urgência da adoção de práticas sustentáveis em larga escala;
Maior envolvimento do setor privado e de investidores no Desenvolvimento Sustentável;
Chamamento do Governo para adoção de incentivos e de um ambiente que privilegiem a Sustentabilidade;
Demonstração de que parcerias são fundamentais para o avanço da Sustentabilidade;
www.pactoglobal.org.br/artigo/62/Rio-20
Full transcript