Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Melhoria de processo: VER e VAL segundo os modelos CMMI, MPS e ISO/IEC 15504

Apresentação elaborada para palestra no TDC Trilha de Testes - Floripa 2012
by

Fernanda Thiesen

on 28 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Melhoria de processo: VER e VAL segundo os modelos CMMI, MPS e ISO/IEC 15504

Melhoria de processo:
VER e VAL segundo os modelos
CMMI, MPS e ISO/IEC 15504

CMMI - nível 3 MPS.BR - nível D ISO 15540 - nível 2
Verificação e Validação
Avaliação do processo de desenvolvimento
Há muito para se melhorar.
Processo longo.
Mudança de hábitos (pessoais, culturais, institucionais).
Conscientização da importância para o processo.
E muito mais!
E agora?
Fernanda Thiesen Matos
fernanda.thiesen@gmail.com

CMMI
Prática específica
Mapeamento dos processos
CMMI + MPS.BR + ISO 15504 (Validação)
Prática 1: Selecionar produtos para validação (CMMI)
Prática 2: Estabelecer ambiente de validação (CMMI)
Prática 3: Estabelecer procedimentos e critérios de validação (CMMI)
Prática 4: Realizar validação (CMMI)
Prática 5: Analisar resultados de validação (CMMI)
Prática 6: Disponibilização para as partes interessadas (MPS.BR)
Prática 7: Validação final do produto (MPS.BR)
Obrigada!!!
VERIFICAÇÃO
Prática 1: Selecionar produtos para verificação P
Prática 2: Estabelecer ambiente de verificação N
Prática 3: Estabelecer procedimentos e critérios de verificação P
Prática 4: Preparar-se e conduzir revisão por pares N
Prática 5: Analisar dados de revisão por pares N
Prática 6: Realizar verificação P
Prática 7: Analisar resultados da verificação N
Prática 8: Verificação final do produto N
Estado atual
VALIDAÇÃO
Prática 1: Selecionar produtos para validação P
Prática 2: Estabelecer ambiente de validação T
Prática 3: Estabelecer procedimentos e critérios de validação P
Prática 4: Realizar validação T
Prática 5: Analisar resultados de validação N
Prática 6: Disponibilização para as partes interessadas P
Prática 7: Validação final do produto T
Estado atual
twitter: @theladybugblog
theladybugblog.wordpress.com
Formação:
Especialista em Qualidade e Engenharia de
Software
MBA em Teste de Software
TDC Floripa
Experiência:
Analista de qualidade - Softplan / Citalk
Analista de qualidade - Instituto Stela
Analista de testes - Instituto de Estudos Avançados
Analista de testes - Weev Brasil
Um pouquinho de mim
Sobrou tempo para as perguntas?
MPS.BR
ISO/IEC 15504
Resultado esperado
Prática base
VALIDAÇÃO
Meta Específica 1: Preparar-se para validação
Prática Específica 1.1: Selecionar produtos para validação
Prática Específica 1.2: Estabelecer ambiente de validação
Prática Específica 1.3: Estabelecer procedimentos e critérios de validação
Meta Específica 2:Validar produto ou componentes de Produto
Prática Específica 2.1: Realizar validação
Prática Específica 2.2: Analisar resultados de validação
VERIFICAÇÃO
Meta Específica 1: Preparar-se para verificação:
Prática Específica 1.1: Selecionar produtos para verificação;
Prática Específica 1.2: Estabelecer ambiente de verificação; e
Prática Específica 1.3: Estabelecer procedimentos e critérios de verificação.


Meta Específica 2: Realizar Revisão por pares:
Prática Específica 2.1: Preparar-se para revisão por pares;
Prática Específica 2.2: Conduzir revisão por pares; e
Prática Específica 2.3: Analisar dados de revisão por pares.

Meta Específica 3: Verificar produtos de trabalho selecionados:
Prática Específica 3.1: Realizar verificação; e
Prática Específica 3.2: Analisar resultados da verificação.
VAL 5: Problemas são identificados e registrados;
VAL 6: Resultados de atividades de validação são analisados e disponibilizados para as partes interessadas; e
VAL 7: Evidências de que os produtos de software desenvolvidos estão prontos para o uso pretendido são fornecidas.
VAL 1: Produtos de trabalho a serem validados são identificados;
VAL 2: Uma estratégia de validação é desenvolvida e implementada, estabelecendo cronograma, participantes envolvidos, métodos para validação e qualquer material a ser utilizado na validação;
VAL 3: Critérios e procedimentos para validação dos produtos de trabalho a serem validados são identificados e um ambiente para validação é estabelecido;
VAL 4: Atividade de validação são executadas para garantir que o produto esteja pronto para usos no ambiente operacional pretendido;
VER 1: Produtos de trabalho a serem verificados são identificados;
VER 2: Uma estratégia de verificação é desenvolvida e implementada, estabelecendo cronograma, revisores envolvidos, métodos para verificação e qualquer material a ser utilizado na verificação;
VER 3: Critérios e procedimentos para verificação dos produtos de trabalho a serem verificados são identificados e um ambiente para verificação é estabelecido;
VER 4: Atividades de verificação, incluindo testes e revisões por pares são executadas;
VER 5: Defeitos são identificados e registrados; e
VER 6: Resultados de atividades de verificação são analisados e disponibilizados para as partes interessadas.
PRÁTICA 1: Desenvolvimento de uma estratégia de validação;
PRÁTICA 2: Desenvolvimento de critérios de validação;
PRÁTICA 3: Executar atividade de validação;
PRÁTICA 4: Identificação de problemas;
PRÁTICA 5: Fornecer dados de validação; e
PRÁTICA 6: Manter os resultados de validação disponíveis para o cliente e outras partes envolvidas.
PRÁTICA 1: Desenvolvimento de uma estratégia de verificação;
PRÁTICA 2: Desenvolvimento de critérios de verificação;
PRÁTICA 3: Conduzir a verificação;
PRÁTICA 4: Determinar as ações para os resultados obtidos na verificação; e
PRÁTICA 5: Disponibilizar os resultados aos interessados.
fernanda.thiesen@gmail.com
O que é Qualidade?
Qualidade de Software é um processo sistemático que focaliza todas as etapas e artefatos produzidos com o objetivo de garantir a conformidade de processos e produtos, prevenindo e eliminando defeitos.
Definição comum de testes
Teste é o processo de demonstrar que os defeitos não estão presentes.
Teste é o processo de demonstrar que algo funciona corretamente.
Teste é o processo de provar que determinadas coisas fazem o que deveriam fazer.
Teste é um processo sistemático e planejado que tem por finalidade única a identificação de erros.
CMMI + MPS.BR + ISO 15504 (Verificação)
Prática 1: Selecionar produtos para verificação (CMMI)
Prática 2: Estabelecer ambiente de verificação (CMMI)
Prática 3: Estabelecer procedimentos e critérios de verificação (CMMI)
Prática 4: Preparar-se e conduzir revisão por pares (CMMI)
Prática 5: Analisar dados de revisão por pares (CMMI)
Prática 6: Realizar verificação (CMMI)
Prática 7: Analisar resultados da verificação (CMMI)
Prática 8: Verificação final do produto (MPS.BR)
AVOS
Full transcript