Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Identidade Cultural - padronização e diversidade

No description
by

Silvia Beltrane Cintra

on 18 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Identidade Cultural - padronização e diversidade

Etnia: grupo de indivíduos que se diferenciam por suas especificidades socio culturais, refletidas principalmente na língua, religião e maneiras de agir.
http://www.scielo.br/pdf/dpjo/v15n3/15.pdf
Identidade Cultural - Padronização e Diversidade
Não existem culturas inferiores ou superiores. Existem culturas diferentes!
Existe uma unidade na diversidade: o que nos iguala é o fato de sermos diferentes e de lutarmos pela afirmação dessa diferença.
A cultura engloba os padrões de comportamento, as crenças e os valores, os conhecimentos e os costumes de cada grupo social.
Elementos culturais praticamente universais: a maioria dos povos cultiva alguma forma de prática religiosa, todas elas com a mesma finalidade de aproximar o ser humano de uma realidade transcendente, que ele acredita existir.
As teorias deterministas validaram ideologias preconceituosas e legitimar crenças que diziam por exemplo, que pessoas que nascem em países tropicais são mais preguiçosas.
Determinismo: teoria pseudocintífica difundida no final do séc. XIX e início do séc. XX.
As diferenças entre os agrupamentos humanos não podem ser explicadas em termos das limitações que lhes são impostas´pelo seu aparato biológico ou pelo seu meio ambiente. A grande qualidade da espécie humana foi a de romper com suas próprias limitações. Tudo isso porque difere dos outros animais por ser o único que possui cultura. (Roque de Barros Laraira)

Os homens são, ao mesmo tempo, construídos pela sua cultura e construtores dela.
Padrões culturais: formas relativamente homogêneas e socialmente aceitas de pensamentos, sentimentos e ações, assim como objetos materiais que lhes são correlatos. Um padrão cultural resulta na interação social e exerce função de conservar uma forma de organização social.
As pessoas pertencentes a um mesmo grupo seguem os mesmo padrões culturais, uma vez que estão sujeitas as mesmas coerções.
A padronização pode ser inevitável, mas também é perigosa, na medida em que pode tornar-se uma regra a ser seguida, além de levar aos etnocentrismos, pois os diferentes podem ser tachados de inferiores.
Além disso, um povo mais forte que outro (econômica ou militarmente) pode tentar impor seus ´padrões culturais como forma de aumentar seu domínio.
Além das guerras, as imposições culturais podem ocorrer por meio do cinema, música, imprensa, poder do capital... a própria globalização, ao diminuir as fronteiras culturais gera uma forma de padronização cultural.
Interessa aos detentores dos meios de produção no mundo capitalista ampliar os mercados consumidores.

Uma cultura altamente padronizada é garantia de aumento dos lucros daqueles que detêm os meios de produção.

Embora não seja tarefa fácil, os povos geralmente buscam modos de resistir à dominação.
A padronização é consequência da participação das pessoas num mesmo grupo. A identidade cultural passa pela existência de um padrão de conduta, mas torna-se perigosa na medida em que transforma-se em regra a ser seguida, podendo resultar em etnocentrismos.
A cultura é viva e pode se alterar devido a fatores externos ou internos. Quando a cultura é alterada por fatores externos, temos o que é denominado de aculturação, ou seja, processo de modificação cultural por meio do qual um grupo se adapta a outra cultura. Esse processo pode significar a perda de traços culturais ou simplesmente uma troca cultural.
Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade - antropofagia:
deu origem a um movimento cultural. Com frases de impacto, o texto reelabora o conceito eurocêntrico e negativo de antropofagia como metáfora de um processo crítico de formação da cultura brasileira. Se para o europeu civilizado o homem americano era selvagem, ou seja, inferior, porque praticava o canibalismo, na visão positiva e inovadora de Andrade, exatamente nossa índole canibal permitira, na esfera da cultura, a assimilação crítica das idéias e modelos europeus. Como antropófagos somos capazes de deglutir as formas importadas para produzir algo genuinamente nacional, sem cair na antiga relação modelo/cópia, que dominou uma parcela da arte do período colonial e a arte brasileira acadêmica do século XIX e XX.
http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=74
A antropofagia, pela sua postura revolucionária e provocativa, foi influência decisiva, para o tropicalismo, movimento artístico que, em 1968, mudou os rumos da cultura brasileira.
A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), adotou no dia 20 de outubro de 2005 uma convenção sobre a proteção e promoção da diversidade das expressões culturais.
Exemplos de determinismo:
A religião budista se desenvolve mais facilmente em regiões quentes e úmidas, isso por causa do cansaço e fadiga dos indivíduos que habitam esse espaço geográfico. (Ellen Churchill Semple – Geógrafa dos E.U.A)

O modo de produção da vida material determina o caráter geral do processo social, político e intelectual da vida (Karl Marx). Isso quer dizer que se o trabalho do indivíduo é alienado, a sua participação no processo de construção da sua vida e sociedade também será.

Full transcript