Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Projeto de Graduação

No description
by

Luiz Bukzem

on 14 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Projeto de Graduação

A casa será voltada para o público GLS, de classe média e classe média alta na faixa etária dos 20 aos 35 anos.
Fazer da Dduck a primeira opção em espaço GLS de Belo Horizonte, uma vez que ja existem casas noturnas destinadas a isso.
DESAFIO PROJETUAL
Savassi
LOCALIZAÇÃO
Explanar de forma clara a contribuição da sinestesia na relação usuário/espaço.
Utilizar-se de relações entre os sentidos torna o projeto de design de ambientes mais interessante e divertido. Assim, há uma maior identificação do receptor com o espaço, provocando bem estar.

DESIGN PARA OS
SENTIDOS
Luiz Antonio Bukzem
O TEMA
CASA NOTURNA VOLTADA
PARA O PUBLICO GLS
Publico alvo
Demandas
Problema projetual
Localização
BRIEFING
CONCEITO GLS
VIDA NOTURNA
Vida noturna é o termo utilizado para qualquer entretenimento que esteja entre o período do anoitecer até às primeiras horas da manhã.
Década de 80
Decada de 90
Anos 2000
Década de 70
Danceterias
Boates
TCC
Discoteca, boate, danceteria ou casa noturna
CONTEXTO
local destinado à prática da dança, por motivos recreacionais ou profissionais.
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS
Design de Ambientes - 7º periodo - manhã
Professor orientador: Alencar Ferreira
Coordenadora de TCC: Paula Glória
Discotecas
Raves
Uma breve história
VIDA
NOTURNA
GLS
BELO
HORIZONTE
HISTÓRIA
O PÚBLICO GLS
O mercado voltado à comunidade GLS está em crescimento, é um público cuja característica é a exigência, são bem informados e pagam caro para ter um bom produto ou serviço.

DEMANDAS
Cliente
CLIENTE
Conhecida no circuito alternativo de Belo Horizonte, a casa é uma opção para quem procura uma programação variada e gosta de uma atmosfera urbana.
Com capacidade para apenas 280 pessoas, os proprietários sentem a necessidade de um espaço maior que possa abrigar mais de uma pista, possibilitando assim agregar um público com afinidades musicais diferentes.
dDuck Club
PERFIL
PÚBLICO ALVO
Localizada no Centro-Sul de Belo Horizonte, a região é conhecida por seu caráter boêmio e sua agitada vida noturna, com vários cafés, bares e boates.

Definição de acessos, fluxos e setorização;
Especificação de materiais utilizados ;
Agregar inovação e interatividade ao projeto;
Definição de mobiliários ou complementos necessários;

PESQUISA
O Design sinestésico e a sua contribuição para a valorização dos espaços voltados para o entretenimento noturno.
SI
NES
TESIA
SI
NES
TESIA
si·nes·te·si·a
(grego sunaísthesis, -eos, sensação simultânea, .percepção simultânea)
substantivo feminino
Produção de duas ou mais sensações sob a influência de uma só impressão.
“A relação subjetiva que se estabelece espontaneamente entre uma percepção e outra que pertença ao domínio de um sentido diferente. Ou ainda como sensação, em uma parte do corpo, pelo estímulo em outra parte” (KAWASAKI)
OBRAS ANÁLOGAS
OBJETIVOS
GERAL
ESPECIFICOS
Como tornar a experiência de uso e interação dos usuários com o espaço mais proveitosa e interessante através da aplicação da sinestesia?
Investigar o conceito de sinestesia e suas formas de aplicação nos espaços;

Verificar as demandas dos usuários com relação ao espaço ;

Analizar o funcionamento de uma casa notura;

Pesquisar novos materiais e tecnologias capazes de tornar a experiência sinestésica do usuário com o espaço mais rica.
PORQUE UMA CASA NOTURNA?
PROBLEMA
MERCADO
INTERESSE EM PESQUISAS QUE ENVOLVAM O TEMA
METODOLOGIA
Pesquisa teórica;
Pesquisa de campo;
Realização de entrevistas com o público alvo na região da Savassi;
AFINIDADE EM RELAÇÃO AO TEMA E INTERESSE PESSOAL
NORMAS TECNICAS
NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS
NR 17 - ERGONOMIA
NBR – 9050 – ACESSIBILIDADE
NBR - 10152 - Níveis de ruído para conforto acústico
NBR - 5413 - Iluminância interna

BIBLIOGRAFIA
18 milhões de brasileiros são gays, 10% da população
30% é o que eles gastam a mais do que os héteros
40% estão em SP, 14% no RJ, 8% em MG e 8% no RS
36% são da classe A, 47% são da B e 16%, da C
57% têm nível superior, 40% médio e 3% ensino fundamental
G
L
S
ays
ésbicas
impatizantes
Fonte das estatísticas: empresas e CENSO GLS – Instituto de Pesquisa e Cultura GLS (www.censogls.com.br)
Diesel Denim Gallery - Tokyo
The Mondrian South Beach (Morgans Hotel Group) - Miami
Loja Nanushka - Budapeste
Bangkok University
Shanghai Film Museum - Shanghai
Viktor&Rolf Fashion Store -Paris
Percepção ambiental e comportamento: visão holística da percepção ambiental na arquitetura e na comunicação
-Jun Okamoto

Design Yourself
-Karim Rashid

Ability of experience design elements to elicit emotions and loyalty behavio
-Madeleine E. Pullman e Michael A. Gross

Design para os sentidos e o insólito mundo da sinestesia
-Frederico Braida e Vera Lucia Nojima


OBRIGADO!
Full transcript