Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TCC

No description
by

Aluizio Cidral Júnior

on 30 July 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TCC

Relógio Pen Drive
Aluizio Cidral Junior
Lucas Monteiro Lima
Luis Salfer
Apresentação do Projeto
Atualmente, quase todas as pessoas, utilizam, o pendrive para a troca de informações. Porém, devido ao seu tamanho, a perda e o extravio são muito constantes.
Objetivos
Gerais
Específicos
Desenvolver um projeto de um relógio com dispositivo de armazenamento de dados, com um display de LED.
- Pesquisar sobre os problemas relacionados, através de questionários;
- Realizar pesquisas de materiais que possam ser utilizados;
- Realizar pesquisa de mercado, verificando se é viável ou não;
- Pesquisar o tipo de fabricação ;
- Projetar utilizando o software Solidworks;
Problematização
Hodiernamente, grande parte da população que tem acesso à computadores, utilizam o dispositivo pendrive que tem como objetivo a troca de informações, cabendo no seu bolso. Porém, devido à sua mobilidade e o seu tamanho, o extravio e a perda são muito constantes. Pensando nisso, como podemos então reduzir esse problema?
Orientador: Mestre Cleberson Jean de Souza
DESENVOLVIMENTO DO PRODUTO
Segundo Mike Baxter (1998), o desenvolvimento de um novo produto necessita pesquisa, planejamento cuidadoso, controle meticuloso e métodos sistemáticos, exigindo uma abordagem interdisciplinar, compreendendo métodos de marketing, engenharia de métodos e utilização de conhecimentos sobre estética e estilo.
PROJETO DO PRODUTO
Segundo Harada (2004) para o desenvolvimento de uma peça plástica é necessário analisar alguns fatores: é possível moldar o produto nas formas desejadas?; qual será o material plástico indicado para este produto?; a conformação e a determinação das medidas do produto são compatíveis com as exigências requeridas em sua aplicação?; O método de moldagem é o mais conveniente para a forma e o material do produto?
EMBASAMENTO TEÓRICO PARA A RESPOSTA.
MOLDAGEM POR INJEÇÃO
Segundo Provenza (1976), é um processo de manufatura que “permite obter produtos por meio da introdução de uma quantidade dosada de material plástico, fundida em forma homogênea, nas cavidades de moldes que reproduzem, em negativo, o produto desejado”
Processo de Injeção Multicomponentes
Com a necessidade de combinar propriedades, desenvolveu-se o processo de injeção multicomponente. Utilizado em diversos segmentos, é um processo empregado para obter além de peças plásticas de diferentes materiais como também de diferentes cores. Na injeção de múltiplos componentes, a produção ocorre sem etapas adicionais de montagem ou pós-processamento fora da injetora.
PLÁSTICOS
Os plásticos se classificam em termoplásticos e termoestáveis. Uma das características dos termoplásticos é a facilidade de moldagem ao ser aquecido. Isto não altera a estrutura química, ou seja, após resfriado, pode ser novamente aquecido e reaproveitado.
POLIPROPILENO
Elevada rigidez
Resistência à temperatura
Elevada resistência química
Baixa absorção de umidade
Baixa condutividade elétrica
Atóxico
Capacidade para ser moldável e soldável
ACRÍLICO
Todas as chapas de acrílico são fortes, estáveis, resistentes às condições do tempo. O processo de extrusão é a opção mais econômica para a produção de chapas de acrílico.
DESIGN
ERGONOMIA
A ergonomia visa as condições específicas do trabalho humano colocando a higiene e a segurança sempre em primeiro lugar.
ANTROPOMETRIA
A antropometria trata de medidas do corpo humano, mas de uma forma bastante complexa. É necessáro definir onde ou para quê serão utilizadas as medidas antropométricas, dessa definição decorre a aplicação.
PÚBLICO-ALVO
“Público-alvo ou Target é o foco das áreas de marketing da empresa.
São as pessoas a quem dirigimos nossas estratégias, buscando atender seus desejos e necessidades.” (KOTLER, 2000)
É de conhecimento comum que a base de um projeto é o seu público-alvo, visto que são estes que irão consumir o produto final, se não conseguir atrair consumidores todos os esforços de um projeto serão desperdiçados.
SOLID WORKS
Este software é de suma importância para quem quer começar um produto novo, ou fazer alterações em um existente, independente disso o projeto terá que passar pelo software.

Segundo Fialho, Arivelto Bustamante(2009) com base no que temos estudado sobre essa plataforma CAD/CAE, bem como ministrando cursos, podemos afirmar, sem sombra de dúvidas, que o SolidWorks é atualmente o melhor e mais completo software paramétrico bidirecional CAD/CAE do mercado, de interface amigável e intuitiva.
Figura 1: Compatibilidade de materiais
Fonte: Portal dos Moldes (2012)
SOLUÇÃO PROPOSTA
JUSTIFICATIVA
PRODUTO
Visor
Estrutura Interna
Pulseira (Parte Externa – Borracha)
Fecho
Pen-Drive
Botões
ANTROPOMETRIA
A antropometria se deu necessário para a utilização das medidas padrões para a pulseira.
MATERIAIS
O polipropileno será utilizado no projeto do Relógio Pen Drive devido às suas propriedades que se encaixaram no padrão requisitado, como o baixo custo(por ser facilmente reciclado), fácil moldagem, boa estabilidade térmica, soldável e moldável, entre outras.
Polipropileno
O TPE-S será utilizado pois é um termoplástico, de alta qualidade, boa durabilidade e é macio para se utilizar no pulso. A nova geração dos TPE-s que estão sendo utilizadas no mercado atual, possui uma característica de ser muito resistente aos arranhões.
TPE-S
Parafuso
RELAÇÕES VOLUMETRICAS
Figura 15: Relações Volumétricas
TCC
Löbach(1976) define como " a concretização de uma ideia em forma de projetos ou modelos, mediante a construção e configuração resultando em um produto industrial passível de produção em série."
Neste trabalho foi estudada uma forma de acompanhar o ritmo da tecnologia crescente e ganhar tempo ao mesmo tempo, unindo conforto e praticidade. Para isso foi pensado num relógio pen-drive, onde diferente do convencional, o engate na pulseira possui um pen-drive.
Fonte: Os Autores (2012)
Fonte: Os Autores (2012)
Figura 2: Visor
Figura 3: Estrutua Interna
Fonte: Os autores (2012)
Figura 4: Estrutura externa
Fonte: Os Autores (2012)
CONCLUSÃO
Após a realização das pesquisas e do estudo, foi concluído que hodiernamente há uma certa carência de inovação no mercado dos relógios. Sendo necessário assim, projetos que buscam a inovação.

Com a realização do projeto executado do relógio pen-drive, podemos concluir que os resultados apresentados foram positivos.
Figura 5: Fecho
Figura 6: Modelo original Cruzer Edge
Fonte: C2 Wireless (2012)
Figura 7: Modelo adaptado p/ o relógio
Fonte: Os Autores (2012)
Figura 8: Cola Loctite 422
Fonte: Loctite (2012)
Figura 9: Botão
Fonte: Os Autores (2012)
Fonte: Os Autores (2012)
Referência Bibliográfica
PARAFUSO 1.5MM
COMPRIMENTO 3,5MM
CABEÇA 2,4MM
Pesquisa de Mercado
15.5 cm
16.8cm
18.5cm
P
M
G
Fonte: Os Autores (2012)
Figura 10 : Relações Antropométricas da Mão
Fonte: Gatech (2012)
Figura 12: Comparativo de Custo por Unidade de Volume entre Diversos Termoplásticos
Fonte: BNDS (2005)
BAXTER, Mike. Projeto de produto: guia prático para o design de novos produtos. 3. ed.
São Paulo (SP): Blucher, 2011.

BITTENCOURT, Edison. Injeção de plásticos: elementos práticos. São Leopoldo:
Coplasul.

BRASILEIRO, Paulo. Processo De Injeção Multicomponentes. 2006. Disponível em
<http://www.moldesinjecaoplasticos.com.br/multicomponentes.asp> Acesso em 17 out.
2012.

COUTO, Hudson de Araújo. Ergonomia aplicada ao trabalho. Ergo editora Ltda., 1995.

FERRO, Simone. Multicomponentes Avançam No Brasil. 2004. Disponível em
<http://www.plastico.com.br/revista/pm345/injetoras1.htm>. Acesso em 17 out. 2012.
Fonte: Omnexus (2012)
Figura 13: Comparação entre a atual geração de TPE-S e a antiga.
GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. 5. ed. Porto
Alegre: Bookman, 2005.

IIDA, Itiro. Ergonomia projeto e produção. São Paulo-SP: Edgard Blucher Ltda., 2000.

HARADA, Júlio. Moldes para injeção de termoplásticos. Projeto e princípios básicos.
Editora Artliber. São Paulo. 2004.

LOBACH, Bernd. Design industrial: bases para a configuração dos produtos industriais.
São Paulo, SP: Edgard Blücher, 2001.

METALICA. Tudo Sobre Acrílico. 2012. Disponível em <http://metalica.com.br/tudo-sobreacrilico>
Acesso em 17 out. 2012.

MONTENEGRO, et al. Polipropileno. 2005. Disponível em
<http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conh
ecimento/bnset/polipr2a.pdf> cessado em 16/10/12

MORAES, Anamaria; MONT’ALVÃO, Cláudia. Ergonomia: conceito e aplicações. Rio de
Janeiro: 2AB, 2000.
Figura 14: Parafuso 1,5mm de diâmetro.
Fonte: Acesso Oculos (2012)
OMNEXUS. Higher Scratch Resistance With a New Generation of TPE-S:
Bring Differentiation and Reduce Costs for Automotive Interior Applications. 2012.
Disponivel em <http://www.omnexus.com/sds/scratch-resistant-tpe-s/index.aspx>. Acesso
em 25 out. 2012.

RECICLA BRASIL. PP – Polipropileno. 2010. Disponível em
<http://reciclabrasil.net/pp.html> Acesso em 23 out. 2012.
BRASKEM. Resistência Quimica do Polipropileno. 2012 . Disponível em
<http://www.braskem.com.br/Portal/Principal/Arquivos/html/boletm_tecnico/Resistencia_qui
mica%20_PP.pdf> Acesso em 17 out. 2012.
Figura 11: Comparativo de temperatura necessária para sua utilização
Fonte: BNDES (2012)
Fonte: Os Autores (2012)
Figura 16: Pesquisa de Mercado
Fonte: Os Autores (2012)
Full transcript