Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Análise do software de apoio á logística e transporte (TMS)

No description
by

Juliana de Castro

on 12 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Análise do software de apoio á logística e transporte (TMS)

Bio (1991) segmenta o conceito para “sistemas de apoio á gestão” e diz que estes não são orientados para o processamento de transações rotineiras, mas, existem para auxiliar processos decisórios.

Oliveira (2008) diz que as empresas precisam estar preparadas para resolver problemas internos e externos do ambiente em que estão inseridas, para isso buscam nos sistemas de informações suporte para resolução de tais problemas.

Laudon e Laudon (1999, p.26) complementam com a afirmação de que "a razão mais forte pelas quais as empresas constroem os sistemas, então, é para resolver problemas organizacionais e para reagir a uma mudança no ambiente

Sistema de Informação
“Um sistema de informação pode ser considerado um subsistema de um todo que compõem as empresas.”

Oliveira (2008. P. 7) define:

“Sistema é um conjunto de partes integrantes e interdependentes que, conjuntamente, formam um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função".

A importância da Logística
Segundo Saliba (2000), a logística passou a ganhar importância na segunda guerra mundial ingressando a partir daí no mundo dos negócios.

Ballou (2010) afirma que a melhor forma de se atingir um melhor nível de rentabilidade na distribuição de produtos até o consumidor é planejando, organizando e controlando o movimento e estocagem.

Análise do software de apoio á logística e transporte (TMS) – um estudo na Ambev - DF.
O presente trabalho visa analisar o TSM, aplicada em uma unidade específica da AMBEV, localizada no SCIA (Setor Complementar de Indústria e Abastecimento – RA XXV) Distrito Federal;



Objetivo Geral:
Analisar o sistema de informação TMS como ferramenta auxiliar na gestão da Ambev – DF.

Objetivos Específicos: 

Descrever o sistema ou software utilizado pela empresa;
Apontar aspectos negativos e positivos do sistema em análise;
Através da análise do sistema/software dar feedback á empresa e elencar aspectos de melhoria

Justificativa

Auxiliar os acadêmicos na compreensão de como um sistema de informação pode englobar toda a cadeia de valor, da gestão de armazéns e transporte de insumos até a distribuição final dos produtos.

Beneficiar a melhoria do TMS já que é sempre importante sujeitar o sistema a avaliações constantes a fim de confirmar se o sistema ainda é o mais adequado para ser utilizado, se ainda é viável e se funciona na plenitude do seu desempenho.
Segundo Bio (1991) existem conceitos divergentes sobre o que de fato é sistema de informação e quais características ele deve ter, alguns destes são :

O sistema total é uma extensão do processamento integrado de dados que resulta na integração de todos os subsistemas principais num único sistema ;
O sistema deve incorporar as informações necessárias para auxiliar os administradores de todos os níveis a atingirem seus objetivos;
O sistema deve prover informações suficientes e precisas na frequência necessária.

Principais preocupações da logística;

O gerenciamento de transportes bem realizado e planejado com o auxílio de um sistema ou software gera muitas vantagens para a empresa.

Gestão de Transportes
Metodologia
quanto aos fins, a pesquisa é considerada exploratória e descritiva.

quanto aos meios, a pesquisa está classificada em bibliográfica e de campo.

questionários com perguntas abertas


Produtos

cerveja como principal produto
Trabalho foi realizado na empresa Ambev, unidade cidade Estrutural Brasília – DF

AmBev: maior indústria privada de bens de consumo do Brasil e a maior cervejaria da América Latina.


Missão da empresa - Criar vínculos fortes e duradouros com os consumidores e clientes, fornecendo-lhes as melhores marcas, produtos e serviços.

Visão - “Ser a melhor empresa de bebidas do mundo em um mundo melhor.“Valores - a empresa combina valores próprios com valores sociais e mercadológicos ou exigidos por este meio.
Ambev utiliza diversos modais de transporte: rodoviário, marítimo, ferroviário

Distribuição dos produtos em 2 canais: centros de distribuição direta (CDDs) e
165 revendas terceirizadas

Gerenciamento de serviço: empresa conta e investe em tecnologia de informação.

Funcionalidades do TMS
O TMS (Transportation Management Systems)
Software que tem como objetivo controlar os custos relacionados a cada operação, podendo assim medir o seu desempenho, simulando modelos de fretes, monitorando eventos de carga e descarga de veículos, rastreamento de rotas, emissões de relatórios de conhecimento e manifesto de carga, cadastros de taxas e tarifas.

Quando usado corretamente o TMS facilita a mensuração dos custos de cada elemento dentro da cadeia de transporte, que não envolve apenas veículo, mas também os funcionários, a carga a ser recolhida ou entregue, bem como avaliação das diversas tabelas de fretes existentes (peso, valor, volume) apresentando o modelo que melhor se ajusta ás necessidades da empresa.

Na parte de determinação de Rotas o TMS pode:
Determinação das melhores rotas a serem utilizadas;
Integração da sequência de entrega proposta com o WMS que direcionará a separação dos pedidos respeitando a programação de carregamento;
Análise da distribuição a partir de mais de um centro de distribuição, consolidando o melhor cenário;
Gerenciamento do tempo de entrega por cliente, a fim de identificar as dificuldades específicas de carga e descarga em cada empresa;
Reprogramações de entrega em função de imprevistos ocorridos (problemas de quebras, acidentes, congestionamentos etc.).

Necessidades de informação do usuário
As necessidades de informação do usuário foram identificadas a partir das respostas dadas pelo auxiliar de gerência logística ao questionário aplicado ;
Os usuários do sistema devem ter visão e informações interligadas sobre aspectos como : 1-gerenciamento de fluxo físico : que se inicia nos fornecedores e termina no consumidor, como informações referentes a fabrica, estoques, transporte, armazenagem, frete, rotas e etc.

Necessidades de informação do usuário
As informações citadas são essenciais para a “alimentação” do sistema que não se atualiza sozinho;
Com relação ao “manuseio” do sistema o entrevistado nos disse que este é de relativa;
Conclui-se então que pessoas leigas tanto nos assuntos gerenciais da empresa, quanto na área de informática teriam uma certa dificuldade em utilizar o sistema, porém do contrário a adaptação é rápida e a necessidade de informação dos usuários é relativamente simples.

A escolha por estudar o sistema de informação TMS se deu pelo o desejo de realizar um trabalho na empresa Ambev;

O sistema se encaixa bem nos planos estratégicos do sistema, proporciona economia de tempo e dinheiro através do cálculo de rotas mais viáveis, com fretes mais baratos, medição da emissão de CO2, controle do tempo de trabalho do motorista e emissão de relatórios de vários tipos (gráficos, mapas e etc) que dão maior suporte a tomada de decisão.

Análise do sistema - TMS
Análise do sistema – TMS
Pontos positivos
Repassar o conhecimento sobre o sistema;

Otimização de custos e melhoria no nível de serviço;

Menor custo de administração com gasto de pessoal especializado

Pontos negativos
Sistema ter que ser alimentado periodicamente com atualizações de rota, preço de frete, tipo de carga que está sendo entregue;

Condições ruins da estrada na indicação da rota mais curta, mas não necessariamente a mais rápida

Implantação do software é de alto custo e baixa rentabilidade.

CONCLUSÃO

Entre as principais barreiras da competitividade do agronegócio brasileiro pode-se destacar a logística. Estradas em péssimas condições, problemas com preço dos fretes e o uso intenso do modal rodoviário estão entre os principais desafios a serem superados.

Para as empresas do agronegócio e em geral, uma saída seria otimizar os custos e consequentemente aumentar sua renda, é isto pode ser feito através da implantação de sistemas de informação e softwares em geral. O TMS, por exemplo, pode ser considerado um dos mais importantes, pois o custo com transporte é o que mais impacta entre todos os custos. Perante as diversas vantagens apontadas durante o trabalho, é possível perceber que a tecnologia de informação pode melhorar ainda mais a posição brasileira em relação à produção agrícola.

Por fim, é essencial que os gestores percebam que as empresas “não sobrevivem” no cenário econômico atual sem as vantagens que os sistemas de informação podem proporcionar as empresas que ficarem fora desta tendência e não investirem no setor com certeza perdem em vantagem competitiva e lucro.
Full transcript