Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PIC Políticas dos Estados

No description
by

Rafael Ávila

on 28 February 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PIC Políticas dos Estados

Política Internacional Contemporânea
Prof. Rafael Ávila Os Estados podem adotar políticas diferentes para lidar com os demais Estados no sistema Mearsheimer usa o termo estratégia Três são as orientações políticas gerais utilizadas pelos Estados Poder Relativo versus Poder Absoluto 1. Políticas para adquirir Poder Relativo;
2. Políticas para Prevenir agressores de mudar o equilíbrio de poder;
3. Políticas para Conceder poder a um rival Políticas para adquirir poder relativo Guerra O que é a guerra? Clausewitz e o conceito de guerra Problemas do uso da guerra Conquista não paga os custos pois cria impérios e sua manutenção enfraquece o crescimento doméstico.
Não dá para aproveitar tudo do outro por causas de nacionalismos que surgem no povo subjugado. uso de parte da população como empregados ou escravos;
conquista de um território estratégico [Ccriação de buffer zone];
elimina adversário do equilíbrio de poder;
pode dividir o menor em Estados menores ainda Vantagens da guerra Chantagem ou Blackmail A Vantagem da Chantagem é que seu custo é zero Schelling e sua obra Arms and Influence A desvantagem da chantagem é que ela é raramente eficaz contra grandes potências Bait and Bleed Consiste em criar uma longa e custosa guerra de atrito entre 2 rivais enquanto o Baiter mantêm sua forças intactas Convencer os 2 rivais é um dos problemas O outro problema é que um dos dois vença facilmente e ganhe muito poder Bloodletting Variação do Bait and Bleed Consiste em criar uma longa e custosa guerra de atrito entre 2 rivais e entra na guerra para garantir a aniquilação de um deles Políticas para prevenir agressores de modificar o equilíbrio de poder Balancing Envolve: a) recado diplomático que enfatiza a confrontação e não a conciliação;
b) criação da aliança defensiva (equilíbrio externo);
c) mobilização de recursos (equilíbrio interno); Buck-Passing Cria uma situação em que incita outro a agredir enquanto permanece de fora 4 medidas para facilitar o buck-passing: a) manter boas relações diplomáticas com o agressor ou pelo menos não o provoca; b) manter relações frias com o buck-catcher; c) mobilizar recursos adicionais para fazer com que o buck-passing funcione, atraindo o agressor para alguém menos forte; d) permitir ou facilitar o crescimento em poder do buck-catcher Buck-passing é uma estratégia de deterrência enquanto bait and bleed visa provocar uma guerra Bipolaridade (não ocorre o buck-passing); Multipolaridade Desequilibrada (deveriam tender os Estados a operar contra o potencial hegemona de forma a impedir com que ele domine a região mas o que ocorre é diferente); Multipolaridade Equilibrada (onde é mais fácil ocorrer o buck-passing) Geografia (fronteiras comuns) facilitam o balancing. Se há buffer zone ou água torna-se difícil usar seu exército para pressionar o Estado Políticas de conceder poder para um rival Appeasement ou Apaziguamento cessão de poder ao agressor de forma a faze-lo se sentir mais seguro, eliminando assim os motivos para a agressão. Visa uma modificação de comportamento Bandwagoning União com o agressor de forma a tentar obter algo ao final. Mearsheimer acha que não é produtivo em um mundo realista. De fato, vai contra a lógica da maximização do poder relativo
Full transcript