Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Não faça xixi na rua

No description
by

Nanna Moura

on 3 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Não faça xixi na rua

"xixi na rua'': NÃO!
1. Convivência

2. Liberdade incorreta

3. Justificativa

Extra: Prática de atos sem se importar com o outro

Introdução
histórico
Conviver: O mais político dos atos
''Não fique apertado, mas seja educado.
Xixi tem local adequado''
Entre o confronto e o consenso:
Formas de lidar com as diferenças


“acho que alguns hoje entendem liberdade e direito como uma propriedade ou como um objeto de consumo.
Por essa razão, o indivíduo reivindica o direito a fumar, a viver sua sexualidade, ou seja o que for, mas a partir de uma visão consumista.”.

Pesquisa:
Ulliane Nascimento | Alessandra Lima
Texto:
Lidiane Carvalho | Tatiane Madeiro
Design de Apresentação:
Rayanne Moura | Renata Esperandio
Pesquisa de Imagens:
Jean Diego | Pamella Vollrath
EQUIPE
metodologia científica - prof.: Marcio mori
UNICARIOCA - CENTRO UNIVERSITÁRIO CARIOCA
Visão
Comportamento
Prática
Crítica
Espaço do outro
Rua
Situação desagradável
Segundo Cortella e Janine (2010, p.14)
Ultrapassar os limites que delimitam o respeito ao outro.

Não se trata de crime, mas de falta de educação e higiene.

O crime é a exposição de partes íntimas em lugares públicos.

O sujeito é detido e multado, segundo o artigo 233.
Somos responsáveis por aquilo que fazemos,
logo também por suas consequências.
Conclusão
A tal "liberdade"
Nossos direitos terminam onde começam os dos outros, como sinal de respeito e para termos um meio social saudável e a sensação de bem-estar.
Viver em sociedade é complexo e difícil, assim como a tal liberdade que tanto acreditamos que temos.
Não há como viver em sociedade se o indivíduo não tiver o senso
do que é bom e ruim não só para ele, mas para o coletivo.
Assim, todos devem agir de maneira ética.
Carnaval
Coerência entre número de pessoas e banheiros químicos disponibilizados
Insalubridade
Maioria das vezes é praticado pelos homens devido a praticidade e a formação cultural
Para as mulheres é bem mais difícil.
Full transcript