Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

SANGUE, LINFA E SISTEMA IMUNOLÓGICO

IFPB- Campus Patos
by

Julianna Kelly

on 4 February 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SANGUE, LINFA E SISTEMA IMUNOLÓGICO

Sangue, linfa e sistema imunitário
Orgãos linfóides
Sistema
Imunológico
EQUIPE:
Anderson Wanderley
Erika Vitória
Igor Daniel
Julianna Kelly
Maria do Socorro

O sistema imunológico humano consiste numa rede de células, tecidos e órgãos que atuam na defesa do organismo contra o ataque de invasores externos.



SANGUE
O sangue é um tecido conjuntivo líquido que circula pelo sistema vascular em animais com sistemas circulatórios fechados; formado por uma porção celular de natureza diversificada - pelos "elementos figurados" do sangue - que circula em suspensão em meio fluido, o plasma.
FUNÇÃO
O sangue tem como função a manutenção da vida do organismo no que tange ao transporte de nutrientes, excretas (metabólitos), oxigênio e gás carbônico, hormônios, anticorpos, e demais substâncias ou corpúsculos cujos transportes se façam essenciais entre os mais diversos e mesmo remotos tecidos e órgãos do organismo.
COMPOSIÇÃO
PLASMA
Leucócitos
Plaqueta
HEMÁCIAS
Também chamados de glóbulos vermelhos, realizam a respiração celular, ao transportar oxigênio e gás carbônico pela hemoglobina. Essas células duram aproximadamente 120 dias, ´após isso, são repostas pela medula óssea.
transportA hemácias, leucócitos, plaquetas e outras substâncias dissolvidas, como proteínas, anticorpos, nutrientes, excretas, hormônios, hemoglobinas, sais/íons, gases. O plasma transporta essas substâncias por todo organismo, permitindo às células a receber nutrientes e excretar e/ou secretar substâncias geradas no metabolismo.
Também chamados de glóbulos brancos, os leucócitos formam verdadeiros exércitos contra os micro-organismos causadores de doenças e qualquer partícula estranha que penetre no organismo: vírus, bactérias, parasitas ou proteínas diferentes das do corpo. Eles também "limpam" o corpo destruindo células mortas e restos de tecidos.
São fragmentos de células da medula óssea que realizam a coagulação sanguínea, evitando assim sua perda excessiva de sangue. Elas geralmente agem quando os vasos sanguíneos sofrem danos.
É um líquido contido dentro de vasos linfáticos e só circula no sentido periferia para o coração. Assim, a linfa surge em vários pontos do corpo e se dirige ao coração onde se mistura ao sangue, passando a fazer parte deste.
LINFA
FUNÇÕES
Reintegrar as proteínas ao sangue.
Drenar o excesso de líquido intersticial
Transportar as vitaminas e os lipídeos, absorvidos durante o processo de digestão
Defesa (respostas imunes)
As barreiras externas são conjunto de barreiras físicas e bioquímicas que impedem que os microorganismos provoquem uma infecção. São também chamadas de mecanismos de defesa não específicos, pois defendem o organismo de qualquer tipo de invasor.
a principal barreira contra os microorganismos é a pele devido a sua constituição de queratina, que impede a entrada deles.
resposta imune
Para produzir a defesa, o organismo precisa primeiramente reconhecer o patógeno ou qualquer que seja este invasor. existem dois tipos de resposta imune: inata e adaptativa. A resposta imune adaptativa é muito mais eficiente, pois ela é mais específica.
resposta imune inata
Assim que um organismo estranho invade o corpo, células tentam destruí-lo através de um processo chamado fagocitose. Essa é nossa primeira força de defesa, mas sem muita força para reconhecer os micro-organismos.
Resposta imune adaptativa
Nesse caso os linfócitos conseguem identificar o invasor. Existe os linfócitos B, que produzem anticorpos que se ligam ao antígeno e os linfócitos T, que estão envolvidos na produção de linfócitos B.
São células sanguíneas leucocitárias responsáveis pela defesa do organismo, sendo sempre as primeiras a chegarem nas áreas de inflamação.
Eosinófilos
São células com função de apreender e danificar os invasores, principalmente os parasitas extracelulares grandes. Os eosinófilos combatem principalmente os vermes, pois não podem ser fagocitados.
Basófilos
Estas células estão em quantidades muito pequenas no sangue. Possuem grânulos no citoplasma que produzem inflamação no tecido circundante. Estão associados com as reações alérgicas.
Fagócitos mononucleares
Os fagócitos têm a função de neutralizar, englobar e destruir as partículas estranhas e microorganismos invasores. Quando estas células estão no sangue circulante são chamadas de monócitos, quando estão nos tecidos são chamadas de macrófagos
Linfócitos
Os linfócitos são responsáveis pelo reconhecimento do invasor e produção da resposta imune.
Os linfócitos B
são produzidos na medula óssea e os
linfócitos T
são produzidos no timo.
Neutrófilos
os linfócitos B reconhecem o receptor de superfície do antígeno e transformam-se em plasmócitos, que produzem e secretam anticorpos que se ligam especificamente com o antígeno.
interagem com os linfócitos B. As células T auxiliares (TH) auxiliam os linfócitos B na produção de anticorpos, divisão e diferenciação celular. Os linfócitos T citotóxicos destroem células infectadas do hospedeiro, utilizando um receptor especifico para antígenos das células T (TCR). Os efeitos dos linfócitos T estão relacionados com a liberação de citocinas, que são emissores químicos de sinais para as células.
Mas como funciona o sistema imune?
Órgãos linfóides primários




São os locais onde os linfócitos são produzidos. Compreendem o timo e a medula óssea.
Órgãos linfóides secundários
Após serem produzidos nos órgãos linfóides primários, migram para os secundários, onde se encontram e interagem. Compreendem o baço, linfonodos e tecidos linfóides associados a mucosas.
Citocínas
dor, vermelhidão e aumento da tempertura
Resposta inflamatória
produz Rapidamente
vacina
soro
o que pode baixar a sua imunidade?
alimentos que turbinam sua imunidade
Full transcript