Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação de ADM

Processos Decisórios
by

Girlã Santos Carneiro

on 11 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação de ADM

FUNDAMENTOS
DA ADMINISTRAÇÃO

PROCESSOS
DECISÓRIOS
TÉCNICAS PARA
TOMADA DE
DECISÃO
Equipe:

ANDRÉS SILVA FRANCISCO
CARLOS LEONARDO M. CORREIA
DANILO CRUZ
GIRLÃ SANTOS CARNEIRO
HUGO CHAVES
LANA EDUARDA

FASE - I
IDENTIFICAR A SITUAÇÃO
FASE - II
OBTER DADOS E INFORMAÇÕES
Processos decisórios
Conceito básico:
É o processo de escolher a melhor alternativa, dentre várias disponíveis, para a solução de um problema. Mesmo quando temos uma única ação a tomar, temos a alternativa de tomar ou não esta ação.
Fases do
processo
decisório
Basicamente envolve seis elementos
Mapear e identificar a situação. A situação do ambiente onde está o problema, deve ser claro na sua identificação.
Ouvir pessoas, avaliar pessoalmente, analisar relatórios. A ideia principal é reduzir as incertezas com avaliação de riscos.
FASE - III
GERAR ALTERNATIVAS
Criar o maior número de alternativas para a solução do problema após a avaliação das informações geradas.
Ser criativo.
FASE - IV
ESCOLHER A MELHOR ALTERNATIVA
Definir a alternativa preferida.
Momento de escolher a melhor dentre elas que sejam satisfatórias dentro do objetivo da organização.
FASE - V
AÇÃO EFETIVA
Transformar o curso de ações escolhida em ação efetiva.
FASE - VI
AVALIAR OS RESULTADOS OBTIDOS
Monitorar e verificar os resultados no ambiente em geral, da solução.
Todas elas influenciam umas nas outras e nem sempre as etapas são seguidas a risca. Podem existir situações onde algumas etapas serão suprimidas e seguir à risca todas as etapas, não garante a decisão correta, mas seguir as etapas aumenta a probabilidade de acerto.
1 - Método Cartesiano
Técnica baseada no ceticismo mitológico.
Só existe se puder provar.

Possue 4 princípios:

1- Princípio da dúvida sistemática;
2- Princípio da Análise;
3- Princípio da Síntese;
4- Princípio da Enumeração.
2 - Brainstorming
Palavra que vem do inglês e significa tempestade cerebral ou tempestade de ideias

Definir o problema
Estabelecer tempo
Anotar as ideias
Selecionar a melhores
Feedback
3- Análise do campo de forças
Todo problema existe em um campo de forças e afetado por duas forças: as forças positivas e as negativas.

Enfraquecer com força contrária

Utilizar 5 técnicas:
1- Descrever o problema;
2- Definir o objetivo;
3- Identificar as forças positivas;
4- Identificar as forças negativas;
5- Analisar forças:
- Redução das forças contrárias;
- Fortalecer forças favoráveis ao processo.
4 - Princípio de Pareto
Basea-se no princípio do maior valor. Por exemplo 80% do problemas é causado por 20% dos fatores.

Seguir as seguintes etapas:
1- Identificar o objetivo;
2- Definir o aspecto do tipo de perda;
3- Organizar por ordem de aspecto;
4- Calcular a frequência de cada categoria;
5- Traçar o diagrama.


Identificar a ordem de prioridade para resolução do problema
5- Diagrama de Ishikawa
Conhecido como diagrama de espinha de peixe, visa identificar todas as possíveis causas do problema.

Na parte frontal o problema, nas laterais as causas.
6- Técnica da programação dinâmica
Técnica aplicada para problemas com várias fases inter-relacionadas.

Avaliar por cada fase.
Avaliar o efeito de cada decisão de cada fase, para efetuar a escolha final.
7- Teoria da análise de filas
Identificar restrições e gargalos que atrasam o processo.
ABORDAGEM DE 7 TÉCNICAS
O diagrama ilustra as várias causas
que afetam o processo, por classificação e a relação das causas
A exemplo temos um motorista que precisa ir de uma cidade para outra, interrompendo o percurso para almoçar.
Toda corrente é tão fraca quanto o seu elo mais fraco.
Exemplo:
Adimento ao cliente;
Processos produtivos.
Conclusão
Possui grande relevância, visto que o aumento de informações disponíveis em tempo real e a complexidade do ambiente na qual as organizações estão inseridas.
É importante perceber que a decisão não é um fim em si mesmo e sim uma etapa para que os objetivos sejam alcançados.
Todos os modelos buscam organizar de forma racional, amenizar as dificuldades encontradas na fase do processo.
Referências
CHIANENATO, Idalberto, Introdução à teroria geral da administração. 7. ed. rev. e atual. - Rio de Janeiro: Elsevier, 2003
http://meuartigo.brasilescola.com/filosofia/o-metodo-cartesiano.htm - 08/11/2012

http://coachingsp.wordpress.com/2011/08/06/modelo-13-analise-do-campo-de-forca/ - 12/11/2012

http://www.infoescola.com/administracao_/diagrama-de-pareto/ - 12/11/2012

http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAOuoAF/kaoru-ishikawa-vida-obra - 13/11/2012
Diponível em:
Fatores de influência no processo da decisão
Cultura do decisor;
O emocional;
Influências externas e internas;
Psicossocial
Por sua atenção,
obrigado!!
Full transcript