Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A REPRESENTAÇÃO DO EU NA VIDA COTIDIANA

No description
by

Hugo Souza

on 30 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A REPRESENTAÇÃO DO EU NA VIDA COTIDIANA

LIVRO
Classificação: 1.Comportamento humano; 2.Integração social;
3. Psicologia social.
HIPÓTESE
Goffman (2011) acredita que quando um indivíduo se apresenta diante de outros, terá muitos motivos para procurar controlar a impressão que estes recebem da situação.


Erving Goffman
Nasceu em Mannville, Alberta (Canadá) em 11 de junho de 1922, filho de imigrantes judeus russos.

Em 1945 recebeu seu grau de bacharel da Universidade de Toronto

Tese inédita de Doutorado: Communication Conduct in an Island Comunity. (Ilha de Shetland, Escócia)
CRENÇA NO PAPEL QUE O INDIVÍDUO ESTÁ REPRESENTANDO
Indivíduo cínico: não crê na sua própria atuação.


Não é provavelmente um mero acidente histórico que a palavra "pessoa", em sua acepção primeira, queira dizer máscara. Mas, antes, o reconhecimento do fato de que todo homem está sempre e em todo lugar, mais ou menos conscientemente, representando um pápel [...] É nesses papéis que nos conhecemos a nós mesmos.

Em certo sentido, e na medida em que esta máscara representa a concepção que formamos de nós mesmos - o papel que nos esforçamos por chegar a viver -, esta máscara é o nosso mais verdadeiro eu, aquilo que gostaríamos de ser. Ao final a concepção que temos de nosso papel torna-se uma segunda natureza e parte integral de nossa personalidade. Entramos no mundo como indivíduos, adquirimos um caráter e tornamos pesssoas. (PARK apud GOFFMAN, 2011, p.27)
FACHADA
De acordo com Goffman(2011, p.29) fachada é "o equipamento expressivo de tipo padronizado intencional ou inconscientemente empregado pelo indivíduo durante sua representação".
A REPRESENTAÇÃO DO EU NA VIDA COTIDIANA
OBJETIVO
O livro trata de algumas das técnicas comuns que as pessoas empregam para manter as impressões que desejam passar. "Ocuparei dos problemas dramatúrgicos do participante ao representar a atividade perante aos outros." (GOFFMAN, 2011, p.24.)
CONCEITOS IMPORTANTES
Interação (face a face): influência recíproca dos indivíduos sobre as ações uns dos outros. "Encontro".
Desempenho: toda atividade de um determinado participante que sirva para influenciar qualquer um dos outros participantes.
Movimento ou prática: padrão de ação preestabelecido que se desenvolve durante a representação, que pode ser apresentado em outras ocasiões.
Relacionamento social: o ator[indivíduo] desempenha o mesmo movimento para o mesmo público em diferentes ocasiões.
Papel social: a promulgação de direitos e deveres ligados a uma determinada situação social.
Perspectiva é a da representação teatral.
Princípios são de caráter dramatúrgico.
Teatro
Palco
Ator
Plateia
Vida real
Indivíduo/Ator
Outros/Platéia
A EXPRESSIVIDADE DO INDIVÍDUO ( capacidade de dar impressão)
Expressão que ele transmite: símbolos verbais
Expressão que ele emite: natureza não verbal
Indivíduo sincero: acredita na impressão criada por sua representação.
FACHADA PESSOAL
"aparência": estímulos que funcionam para revelar o status social do ator.
"maneira": estímulos que funcionam para informar sobre o papel de interação que o ator espera desempenhar.
REALIZAÇÃO DRAMÁTICA
O indivíduo inclui em suas atividades sinais que irão acentuar e configurar alguns fatos.

A atividade do indivíduo precisa se tornar significante para os outros, logo, precisa expressar o que ele deseja transmitir durante a interação.

INTRODUÇÃO
O indivíduo quando chega na presença de outros, estes buscam obter informações. Para que?
Servem para definir a situação.
A plateia pode dividir o que assistem em duas partes: as expressões que o indivíduo emite e expressa.
Assimetria no processo de comunicação.
Exemplo na Ilha de Shetland, p.16
Modus vivendi
interacional
Os participantes contribuem para uma única definição geral da situação.
Cada indivíduo estabelece as questões importantes para ele.
O outro se mantém neutro ou se abstem em questões importantes para os outros.
FACHADA SOCIAL

Pode ser dividida em três partes: cenário, aparêcia e maneira.
A informação transmitida pela fachada social possui a característica de ser abstrata e ter um caráter de generalidade.
No Prefácio do livro, Goffman escreve:
No meu entender, este trabalho serve como uma espécie de manual que descreve detalhadamente uma perspectiva sociológica a partir da qual é possível estudar a vida social, principalmente aquela que é organizada dentro dos limites físicos de um prédio ou de uma fábrica. Descreverei uma série de aspectos que formam, juntos, um quadro de referência aplicável a qualquer estabelecimento social concreto, seja ele doméstico, industrial ou comercial. (GOFFMAN, 1983, p. 9).
IDEALIZAÇÃO
A representação é socializada.
A representação ressalta valores oficiais comuns da sociedade.
Mobilidade social.
MANUTENÇÃO DO CONTROLE EXPRESSIVO
Eu demasiado humano
Eu socializado
MISTIFICAÇÃO
Relação entre elementos informacionais e rituais
REALIDADE E ARTIFÍCIOS
Representação verdadeira
Representação falsa
"O indivíduo foi considerado como ator, um atormentado fabricante de impressões envolvido na tarefa demasiado humana de encenar uma representação".(GOFFMAN, 2011, P.229)
"Encontros sociais - a estrutura daquelas entidades da vida social que surgem sempre que as pessoas entram na presença física imediata umas das outras". (Idem, 2011, p.231)
Representação: toda atividade de um indivíduo por um período contínuo junto a um mesmo grupo de observadores e que exerce influência sobre eles.
CONCEITOS IMPORTANTES
Full transcript