Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fôrmas Convencionais

No description
by

Bianka Oliveira

on 18 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fôrmas Convencionais

Fôrmas Convencionais
Processo Produtivo
Gastalhos - Madeira serrada

Sarrafos - Madeira processada e reduzida

Panéis - Compensados ou madeira serrada

Pontaletes - Madeira roliça e/ou cortada

Gravatas - Pontaletes ou madeira serrada
Características de Fôrmas de Pilar
Elementos principais: faces de pilar, gravatas, gravatas de pé-de-pilar e escoras.
Características de Fôrmas de Laje
Elementos principais: painéis, travessões, guias, pés-direitos, talas, cunhas e calços.


Características de Fôrmas de Viga
Elementos principais: faces de viga, fundo de viga, travessa de apoio das gravatas, gravatas (gastalhos), pontaletes (similar ao pé-direito da laje).

Sistema Convencional de Fôrmas de Madeira
- Para a execução dos moldes desses elementos atualmente empregam-se tábuas ou chapas de madeira compensada

- A madeira compensada utilizada em obras, pode ter diferentes acabamentos
*
ACABAMENTO RESINADO
*
ACABAMENTO PLASTIFICADO

DIMENSÕES
- TÁBUA
*2,5cm de espessura *4,00m comprimento
*30,0cm de largura
- Chapas com função estrutural
* 6,0mm até 25mm de espessura
RESINADOS
- 1,10m de largura* 2,20 de comprimento
PLASTIFICADOS
- 1,22m de largura* 2,44 de comprimento
Estimativa de custo
-Chapa de Madeira Compensada E=12mm –R$21,32 (para 5,304m² temos)= R$ 113,08
-Forma comum de madeira-R$45,24 M²...=R$239,95
-Peça de madeira 3a qualidade 2,5x10 cm não aparelhada –R$ 2,99 M

Elementos Constituintes
O sistema de fôrmas é constituído por molde, estrutura do molde, escoramento e acessórios.
Conceito Estrutural
- São ESTRUTURAS provisórias

- A estrutura do sistema de fôrmas tem que suportar os esforços atuantes em quaisquer de suas peças

- Definido o esforço atuante, tem-se que o mesmo:

a) atua sobre o painel que constitui o molde, isto é, sobre a chapa de madeira, de compensado, metálica ou mista;

b) a chapa do molde ‚ enrijecida por um reticulado de barras (estrutura do molde);

c) complementando e equilibrando a estrutura do molde tem se as escoras (pontaletes e pés-direitos) transmitindo a carga para o solo ou para a estrutura já executada.

Propriedades ou requisitos de desempenho
resistência mecânica á ruptura;

resistência a deformação;

estanqueidade;

regularidade geométrica;

textura superficial adequada;

estabilidade dimensional;

possibilitar o correto posicionamento da armadura;

baixa aderência ao concreto;

proporcionar facilidade para o correto lançamento e adensamento do concreto;

não influenciar nas características do concreto;

segurança;

economia;
Normas de Referência
Acessórios
Máquinas e Ferramentas utilizadas
ABNT/ NBR 15696: 2009 - Fôrmas e escoramentos para estruturas de concreto - Projeto, dimensionamentoe procedimentos executivos

ABNT NBR ISO 2074:2012 - Madeira compensada -Vocabulário
ABNT NBR ISO 1096:2006 - Madeira compensada - Classificação
Molde
Principais Materiais
Caracteriza a forma e a textura do elemento.
Genericamente é constituído por painéis de laje, fundos e faces de vigas e de pilares.

Estrutura do Molde
Principais Materiais
Responsável pela sustentação e travamento do molde.
Comumento constituído por gravatas, sarrafos e travessões.

Madeira aparelhada na forma de treliça ou perfis de madeira colada;

Materiais metálicos: perfil dobrado de aço, perfis de alumínio, ou treliças;

Mistos: combinação de elementos de madeira e elementos metálicos.
Madeira na forma de tábua ou de compensado;

Materiais metálicos - alumínio e aço;

Outros materiais como o concreto, a alvenaria, o plástico e a fôrma incorporada (por
exemplo, o poliestireno expandido).
Escoramento (Cimbramento)
Principais Materiais
Fornece apoio à estrutura da fôrma.
A sua função é transmitir os esforços da estrutura do molde para algum ponto de suporte como o solo. Constituido por guias, pontaletes e pés-direitos.

Madeira bruta ou aparelhada;
Aço na forma de perfis tubulares extensíveis e de torres.

Componentes para nivelamento, prumo e locação das peças.
Constituídos por aprumadores, sarrafos de pé-de-pilar e cunhas.

Comum a utilização de elementos metálicos (aço) e cunhas de madeira.
Principais Materiais
Grupo:
Bianka Oliveira
Danielle Loreto
Estevão José
Gabriel Magalhães
Giovanna Miranda

Referências

http://www.comunidadedaconstrucao.com.br/sistemas-construtivos/3/formas-producao/execucao/50/formas-producao.html
http://www.uepg.br/denge/aulas/formas/conteudo.htm
http://187.17.2.135/orse/esp/ES00062.pdf
http://www.comunidadedaconstrucao.com.br/sistemas-construtivos/3/formas-producao/execucao/50/formas-producao.html
http://www.comunidadedaconstrucao.com.br/sistemas-construtivos/3/formas-praticas/execucao/52/formas-praticas.html
http://sites.unicentro.br/jornalagora/regiao/conheca-como-e-feito-o-compensado


Ferramentas:
•Pregos;
• Martelo comum;
• Trena;
• Cunhas de madeira;
• Prumos de face e de centro;
• Esquadro;
• Desmoldante;
• Brocha, pincel e rolo (aplicação do desmoldante)
• Espaçadores;
• Barras e porcas de ancoragem;
• Tubos de PVC;
• Serrote;
• Furadeira.

Máquinas :
• Serra circular de bancada (cortes longitudinais);



• Serra esquadrejadeira (cortes transversair);




• Desengrossadeira (bitolamento).


Tábuas (2,5X30,0cm);
Sarrafos (2,5X5,0cm; 2,5X10,0cm);
Caibros ou pontaletes (5,0X6,0cm ou 7,5X7,5cm);
ESTRUTURA DO MOLDE
ESCORAMENTO
Pontaletes 7,5x7,5 cm, de pinho ou de peroba, até 5,0m de comprimento;
Emprega-se também madeira roliça (eucalipto), até 20,0m de comprimento;



Manual x Comprado
- Área
- Equipamento
- Profissionais
- Prazo de execução
- Custos
Projeto de execução
- Otimização
- Geometria
- Reutilização
-Podutividade
Montagem
Uma fôrma para desempenhar adequadamente as suas funções, apresentará, de modo
geral, o seguinte percentual de custo com relação ao edifício:

. custo da fôrma = 50% do custo de produção do concreto armado;
. custo da fôrma = 10% do custo global da obra.
Cabe observar aqui que a fôrma ‚ um elemento transitório, isto ‚, não permanece
incorporado ao edifício, tendo uma significativa participação no custo da obra como um
todo. É pois uma parte da obra que merece estudos específicos para a sua
racionalização e portanto melhor aproveitamento e conseqüente redução de custos
Full transcript