Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

C&A

No description
by

Bruna Cardoso

on 18 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of C&A

Apresentar a marca C&A é um tremendo desafio. Misteriosa e com 172 anos de existência, sabemos muito sobre a C&A da vitrine: Suas lojas sempre cheias e suas roupas com pegada jovem e preço justo.
Como é a operação da CeA no Brasil e no mundo?
Quanto fatura? Quem manda? Como inova? Quais seus pontos fortes e fracos? Quem são seus concorrentes?
E a sustentabilidade?
Apresentar a marca C&A é um tremendo desafio. Misteriosa e com 172 anos de existência, sabemos muito sobre a C&A da vitrine: Suas lojas sempre cheias e suas roupas com pegada jovem e preço justo.
Como é a operação da C&A no Brasil e no mundo?
Quanto fatura? Quem manda? Como inova? Quais seus pontos fortes e fracos? Quem são seus concorrentes?
E a sustentabilidade?

PERFIL DA ORGANIZAÇÃO

Fundada em 1841 pelos irmãos holandeses Clemens e August.
No Brasil, tudo começou em 1976, com a inauguração da primeira loja no Shopping Ibirapuera, em São Paulo.
A C&A é reconhecida pela comunicação ousada. É a maior anunciante do varejo de moda brasileiro.
Cases de Sucesso: Gisele Bündchen e a campanha “Abuse, Use C&A”, estrelada pelo bailarino Sebastian.
Gasta por ano R$125 milhões (2,5% do faturamento) com publicidade e marketing.
Suas principais concorrentes são a Riachuelo, Marisa e a Renner.
Desde 1999, são eleitos consecutivamente, como a empresa de varejo de moda mais admirada do país.
Na atualidade mundial, somam mais de 1,8 mil unidades em 23 países da Europa, América Latina e Ásia.
No Brasil, a C&A conta com 240 lojas, 18 mil funcionários e um faturamento aproximado de R$ 5 bilhões, R$ 1,2 bilhão acima da maior concorrente, a Renner.


5 FORÇAS DE PORTER

Rivalidade entre os concorrentes


Principais concorrentes da C&A:

H&M
– Multinacional sueca presente em 54 países com mais de 3.000 lojas. A H&M e a C&A são líderes do mercado na Europa, trocando eventuais primeiros e segundos lugares em alguns países. A H&M já estudou a compra das operações da concorrente C&A há alguns ano. As operações da C&A no Brasil são alvo de seu maior interesse, que há tempos estudam a entrada no país.
Zara
– Atualmente, a Zara é provavelmente a rede de lojas de roupas em mais rápido crescimento, possuindo 1.770 lojas em 86 países. No Brasil, possui 42 lojas. Os preços da Zara costumam estar acima dos praticados pela C&A e H&M.
Renner
– Concorrente brasileira, teve seu início em 1912, hoje em dia conta com aproximadamente 221 lojas pelo Brasil e é a segunda maior rede varejista de moda do país ficando atrás somente da C&A.
Riachuelo
– Também concorrente no Brasil, iniciou suas atividades em 1947, e teve sua grande mudança no ano de 1979 quando foi comprada pelo grupo Guararapes. Hoje em dia, com 169 lojas pelo Brasil. Em 2013, a Riachuelo foi eleita a marca de moda mais valiosa do Brasil, avaliada em US$ 690 milhões.


AMEAÇA DE NOVOS ENTRANTES (BARREIRAS DE ENTRADA)

Potenciais concorrentes que ainda não atuam no mesmo mercado:


O mercado Norte Americano não é muito explorado pela C&A, mas lá existem grandes potências varejistas como Macy’ s, Dillard’s e Nordstrom.

Potenciais concorrentes que ainda não oferecem os mesmos produtos, mas têm potencial para fazê-lo:

A Di Santinni, em 2011, lançou uma linha própria de roupas. Porém a tentativa não deu muito certo por falta de investimento em propaganda, principalmente.

Lojas Americanas, conta com uma fatia mínima do mercado de consumo de vestuários.

Principais estratégias para evitar a entrada de novos concorrentes:


Parcerias com estilistas. Em 2014, lançou 13 coleções em parceria e deve repetir a marca este ano.

Sete de suas 160 lojas no Brasil tem um novo conceito de arquitetura, design e decoração, capaz de diferenciá-la das rivais nacionais Renner e Riachuelo. O objetivo é transmitir para o cliente a percepção de um atendimento personalizado.
PODER DE BARGANHA DOS FORNECEDORES

Pesquisa sobre situação atual do mercado:


A C&A ainda é a líder do seguimento, apesar de não divulgar resultados, foi a rede que mais vendeu em 2014.

É a maior do país em número de lojas. São hoje 261 unidades no total, das quais 28 inauguradas no ano passado. Os mais recentes dados disponíveis mostram a segunda colocada, a Renner, com 200 unidades e a Riachuelo, 196.

Os fornecedores tem um poder de negociação muito bom com a C&A, pois por ela ser a mais forte neste ramo, preza pelo preço justo aos clientes, tendo uma negociação melhor com seus fornecedores que no caso não são fixos.
PODER DE BARGANHA DOS FORNECEDORES

Pesquisa sobre situação atual do mercado:

A C&A ainda é a líder do seguimento, apesar de não divulgar resultados, foi a rede que mais vendeu em 2014.

É a maior do país em número de lojas. São hoje 261 unidades no total, das quais 28 inauguradas no ano passado. Os mais recentes dados disponíveis mostram a segunda colocada, a Renner, com 200 unidades e a Riachuelo, 196.

Os fornecedores tem um poder de negociação muito bom com a C&A, pois por ela ser a mais forte neste ramo, preza pelo preço justo aos clientes, tendo uma negociação melhor com seus fornecedores que no caso não são fixos.
PODER DE BARGANHA DOS CLIENTES

Principais clientes da C&A:


Perfil formado tanto por jovens quanto por pessoas de meia idade, embora toda a comunicação seja totalmente focada no público jovem.

O poder de barganha dos clientes juntamente com o crescimento de lojas online proporcionam o benefício de produtos de qualidade com melhores preços para todos, desde clientes da classe C até clientes da classe A. Sendo assim, todos saem ganhando.


AMEAÇA DE PRODUTOS SUBSTITUTOS

Principais substitutos:

Lojas Leader e a Marisa, que seguem a mesma linha de Fast Fashion.

Lojas populares localizadas em grandes centros de comercialização.

Os chamados “Feirões de Malhas”, onde pode-se comprar roupas e acessórios no varejo e atacado diretamente das fábricas, e ainda, sites de e-commerce internacionais, como o Ali Express, que exporta produtos, inclusive roupas e acessórios, para todos os cantos do mundo.
SWOT

Forças:

Mundialmente conhecida.

Sempre inova e oferece coleções únicas e inspiradas em tendências internacionais.

Facilidades no pagamento.

Ofertas e preços acessíveis.

Projetos de sustentabilidade.

A C&A faz parte do programa ETHOS com participação de todas as lojas da rede C&A, além do escritório central e dos três centros de distribuição. Em dois anos foram arrecadados mais de 88 mil itens, dos quais 7.500 celulares, 40 mil pilhas e 24 mil baterias, entre outros.
Fraquezas:

Comparações à outras lojas que oferecem pouca qualidade nas roupas.

A ideia de inserção das classes A e B, pode-se tornar uma fraqueza, porque para que isso aconteça, os preços vão ter que se elevar. A solução seria demarcar uma área na própria loja para esses produtos e públicos, colocando uma qualidade ainda maior.
Oportunidades:

Datas festivas e comemorativas.

Promoções.

Brindes.

Facilidades de pagamento.

Parcerias com novos estilistas.

Localização da loja (onde o fluxo de pessoas é maior)

Loja Online.
Ameaças:

Quantidade não é sinônimo de inovação.

Qualidade do produto.

Identidade da região nas peças produzidas (influencia da moda globalizada principalmente dos países europeus)

SUSTENTABILIDADE E MARKETING VERDE

C
&
A
VERSUS CONCORRENTES

A H&M
não possui fábricas, compra produtos de fornecedores independentes. Conta com a expansão da lista pública de fábricas fornecedoras; ambição de utilizar eletricidade renovável sempre que possível; objetivo de aumentar em 300% a quantidade de produtos feitos de algodão reciclado a partir de peças recolhidas nas lojas.

A ZARA
possui lojas Eco Eficientes (incluindo uma em SP) onde se economiza muita energia e conta com a redução da produção de resíduos com reciclagem.A loja já enfrentou denúncias contra exploração de trabalhadores.

A RENNER
conta com o Programa de Gestão de Resíduos Sólidos e o projeto EcoEstilo, que administra as emissões de gases efeito estufa. Utiliza materiais de baixo impacto ambiental em seus catálogos e sacolas biodegradáveis em suas lojas.

A RIACHUELO
tem um foco maior em projetos sociais do que em sustentabilidade. Mas conta com um trabalho de tratamento de água em suas fábricas.
Nos últimos anos a C&A implementou ações de conscientização e de sustentabilidade, como:

• Assinou o pacto empresarial “Na Mão Certa”, lançado em 2007 pela ONG Childhood Brasil e pelo Instituto Ethos, que mobiliza e conscientiza os caminhoneiros a combater a exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas.

• Comprometida com as questões trabalhistas, a C&A foi a primeira empresa do varejo de moda a assinar o Pacto Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo.

• Com o Instituto C&A, a rede também investe em educação de crianças e adolescentes, com atividades, que desenvolve desde 1991, como a criação de polos de leitura e bibliotecas comunitárias, a formação de professores nas escolas públicas e o apoio a organizações sociais.

• O programa Voluntariado também envolve mais de 5,6 mil associados em todo o Brasil. A participação compreende 94% do quadro de funcionários, que são incentivados a dedicar parte de seu período de trabalho à promoção do desenvolvimento de cidadãos.

• Focada em sustentabilidade, a C&A desenvolveu ações como o Programa de Coleta de Lixo Eletrônico, no qual mais de 72 mil itens (celulares, baterias e pilhas) receberam descarte ambientalmente só em 2013.

• A C&A utiliza papel reciclado nas suas lojas e sede e também trabalha com o sistema de coleta seletiva em todas as unidades. Outra iniciativa para contribuir com o meio Ambiente é o controle de ruído e da poluição de todos os caminhões da empresa.

• A empresa também utiliza 40% de material reciclado no volume total de matéria-prima da produção de cabides.
Inaugurou em Porto Alegre a Primeira Loja Ecoeficiente do Varejo da Moda, com o selo LEED de construção sustentável em 2013.
Alunos:
Bruna Cardoso
Dayane Cunha
Raiane Lopes
Fátima Thays
Lucas Araújo
Full transcript