Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Cargos e Funções em Eventos

No description
by

Maria Jose Alves

on 28 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cargos e Funções em Eventos

Cargos e Funções em Eventos
• Engenheiros
• Técnicos de Som
• Técnicos de Vídeo
• Técnicos de Iluminação
• Outros

Nível Técnico
PAPEL DO MESTRE DE CERIMÔNIAS
MESTRE-DE-CERIMÔNIAS
:
Pessoa que conduz, dirige uma cerimônia, solenidade, festa, seguindo roteiro, ordenado e anunciando cada ato e identificando pessoas e seus papéis nas devidas fases.

Em parceria com a equipe de cerimonial, atua exercendo atividades nos preparativos que antecedem aos eventos e que norteiam o roteiro. Por exercer atividade em um lugar de destaque, o palco, o mestre-de-cerimônias precisa ter, além de boa voz e familiaridade com microfones, outros requisitos imprescindíveis para sua atuação.
• Participar de reuniões preparatórias junto aos responsáveis pelo evento;
• Colaborar na preparação do check list para subsidiar a pauta do roteiro;
• Redigir o roteiro e repassar ao cerimonial ou aos organizadores do evento para apreciações e ajuste, se necessário;
• Relacionar nomes de autoridades e personalidades convidadas para o evento e preparar nominata;
• Conferir, com antecedência, a pronúncia de termos em outros idiomas e nomes de pessoas;
• Participar de reuniões para contratação de profissionais que envolvem seu trabalho: sonorizador, iluminador, maquiador, figurinista, cenógrafo ou decorador;

COMPETÊNCIAS DO MC
• Testar som (de púlpito, mesa de honra, auditório);
• Ajustar o microfone à sua altura;
• Testar a posição do púlpito;
• Verificar fitas, CDs, DVDs, Slides, etc;
• Verificar a iluminação do púlpito;
• Verificar se a decoração do púlpito não irá interferir em sua apresentação;
• Fazer ajustes com a equipe envolvida nos atos do roteiro: câmeras, técnicos de som, técnicos de iluminação, recepcionistas, apoio, etc;
• Conferir mesa de honra (todo o material: display, medalhas, documentos a serem lidos ou assinados, enfim, tudo que estiver contido no roteiro);
• Treinar a leitura do texto;
• Ler o roteiro do evento.

O QUE NÃO É PERMITIDO AO MC
• Inserir no roteiro termos técnicos ou palavras totalmente reservadas ao segmento do evento, sem consulta prévia junto aos organizadores do evento.

• Dar “pitacos”, ou tentar ancorar em momentos de descontração das autoridades que estão palestrando ou conduzindo uma mesa de debates. O MC deverá mostrar aprovação, caso seja envolvido em um debate, por meio de um gesto com a cabeça, ou discreto sorriso;

• Demonstrar intimidade com as autoridades, principalmente em eventos solenes, ou aqueles em que o MC não foi convidado para animar o ato, mas apenas conduzir o roteiro;

• Chamar as autoridades ou personalidades sem usar a forma de tratamento e título adequado ao seu cargo;

• Tocar ou cumprimentar as autoridades ao chamá-las para compor a mesa de honra ou após os discursos.


ATRIBUTOS DO MESTRE-DE-CERIMÔNIAS
• BOA VOZ;
• DESENVOLTURA;
• CAPACIDADE DE DOMÍNIO E ENTRETENIMENTO DE UMA PLATÉIA;
• BOA APARÊNCIA;
• CARISMA;
• DISCIPLINA;
• CULTURA;

COMPETE AO MC QUE FOI ADEQUADAMENTE CAPACITADO, ATRIBUIÇÕES NÃO SÓ DE ELABORAÇÃO E LEITURA DO ROTEIRO, MAS DE PARTICIPAÇÃO CONJUNTA COM A EQUIPE ORGANIZADORA DO EVENTO, EM TODOS OS ITENS QUE ENVOLVE O ROTEIRO, OU NELE POSSA, DURANTE O ATO, INTERFERIR, PARA EVITAR DESENCONTROS E CONSEQUENTES DESENTENDIMENTOS.

Name
Operadores (Quadro Fixo)
• Assistente de Vendas
• Assessores de Comunicação
• Auxiliares Administrativos e de Recursos Humanos
• Auxiliares de Informática
• Coordenadoria Geral
• Mensageiros (Office-boy)
• Secretárias
• Recepcionistas
• Outros

Empresas de Serviços Terceirizadas
• Empresas da Área Médica
• Transportes
• Segurança
• Bilheterias e Caixas
• Alimentos e Bebidas
• Idiomas
• Recepção e Informações
• Conservação e Limpeza
• Audiovisual
• Iluminação
• Artífices de manutenção (eletricistas, pedreiros, pintores, carpinteiros entre outros)
• Auxiliares de Serviços Gerais


Apoio Direto ao Evento
• Recepcionistas
• Carregadores
• Garçons
• Seguranças
• Mestre-de-cerimônias
• Fotógrafos
• Tradutores e Interpretes
• Supervisores de Áreas
• Brigada de Cozinha
• Brigada de Incêndio
• Coordenador Geral
• Montagem e Desmontagem
• Outros



É imperdoável, ao identificar a autoridade, emitir comentários sobre a imagem, sobre a família, sobre os fatos desagradáveis ou agradáveis demais, ocorridos em sua vida profissional ou social, em destaque no momento. Claro que o MC foi contratado para apresentar ou fazer o “espetáculo”, o tipo de evento irá permitir alguns comentários, mas mesmo assim não devem ser maldosos ou desagradáveis.

• Improvisos em eventos solenes, com ordem do dia pré-estabelecida, para tentar sair do roteiro, sem ter sido previamente combinado com os responsáveis;

• Querer enriquecer o roteiro de última hora, apenas para demonstrar conhecimento;

• Tentar impressionar a platéia, chamando a atenção para si, principalmente em eventos públicos e aqueles de caráter solene;


Redigir o roteiro utilizando termos arcaicos e locuções difíceis, de pouca compreensão e familiaridade do público;

• Exageros na demonstração de simpatia. “Menos” poderá ser “mais” para conquistar a plateia.

• Ter iniciativa demais. A dosagem para tomar iniciativa deve ser a conta-gotas, acrescida de uma boa pitada de bom senso;

• Aproveitar o momento de uma tomada de decisão para favorecer alguma pessoa de interesse pessoal.

• Demorar muito tempo para tomar uma decisão no palco, durante o ato, o MC deve lembrar que a platéia está aguardando seu próximo comando. O MC é quem conduz a cerimônia, devem-se evitar grandes pausas em eventos.

• Demonstrações exageradas de sentimentos: chorar ao anunciar uma tragédia ou propor um minuto de silêncio em homenagem ao ocorrido ou ao falecimento de ídolo;

• Dar gargalhadas exageradas ao anunciar algo divertido e agradável





ROTEIRO PARA O MESTRE-DE-CERIMÔNIAS


Para se elaborar um bom roteiro para mestre de cerimônias devemos seguir os seguintes itens:

• Texto deve ser digitado em fonte que promova clareza e boa leitura: Arial, Times New Roman e Vedana;
• O corpo do texto deve ter, 12, 14 ou 16 de tamanho;
• Utilize caixa alta e negrito para todo o texto;
• As frases devem ser antecedidas com hífens (-) e separadas por espaços;
• As folhas devem ser avulsas. Evite grampear ou encadernar o texto;
• As etapas do evento podem ser separadas por “momentos”, “frases”, “ou partes”;
• Utilizar-se um corpo menor para as frases que comentam ou explicam um ato (tamanho 10 de letra) e podem ser grafadas em itálico (palavra do senhor presidente);
• Os comentários feitos pelo autor também podem receber, na impressão, uma cor diferente de tinta.
Exemplo: (CA: o vídeo deve estar posicionado em local de destaque)

LEGENDA
Um roteiro pode conter abreviaturas, sendo-lhe necessário uma legenda, que irá facilitar a identificação de seu significado:

MC: Fala do Mestre-de-cerimônias, Locutor ou Apresentador
PC: Fala do Presidente do Congresso (do evento, do ato)
N.da A.: Nota da Autora, com comentários
SUP: Superintendente
JU: Jurado
CEL.: Celebrante
COM: Comentarista
(texto em Itálico): Comentários e descrição de um ato.

MODELO BÁSICO DE ROTEIRO SEGUINDO RECOMENDAÇÕES
MC- SENHORAS E SENHORES, BOA NOITE.
-TERÁ INÍCIO A ABERTURA DO X CONGRESSO MUNDIAL DE PEDIATRIA,
-OU...
-SEJAM BEM VINDOS AO CONGRESSO ANUAL DE JORNALISTAS

-ANUNCIAMOS A CHEGADA DO SENHOR SICRANO DE TAL, PRESIDENTE DO GRUPO TAL, ACOMPANHADO DO SENHOR FULANO DE TAL, DIRETOR DA EMPRESA TAL.

-SOLICITAMOS A TODOS QUE DESLIGUEM SEUS APARELHOS CELULARES, PAGERS, IPODS E SIMILARES.
(Início da solenidade pelo mestre-de-cerimônias)

OS ORADORES PODEM USAR FRASES QUE ORIENTAM O EVENTO, COLOCANDO OS PARTICIPANTES EM ALERTA, ABAIXO ALGUNS EXEMPLOS:


“- OUVIREMOS AGORA O PRONUNCIAMENTO DO SENHOR PRESIDENTE TAL...”


“- NESTE MOMENTO, ASSITIREMOS A UM ESPETÁCULO CIRCENSE, APRESENTADO PELAS MALABARES FULANA DE TAL E SICRANA DE TAL”.


PARA CONHECIMENTO DA PLATÉIA DO QUE VIRÁ A SEGUIR USAMOS:

“- SENHORAS E SENHORES, A SEGUIR, SERÁ APRESENTADO UM VÍDEO INSTITUCIONAL DE TELEGOMES”. “- ESTE GRUPO MUSICAL FOI INSTITUÍDO EM 2002, PELA ARTISTA PLÁSTICA ROUSEBEL FONSECA, NA CIDADE DE CARMO DO PARANAÍBA, ESTADO DE MINAS GERAIS.”

Full transcript