Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Evolução da Tabela Periódica

No description
by

Grupo - 4 FQ 11 A

on 4 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Evolução da Tabela Periódica

Evolução da Tabela periódica Raio atómico Raio atómico e
respectivo raio iónico Energia de Ionização Henry Moseley Antoine Lavoisier Introdução Antoine Lavoisier ordenou e sistematizou um conjunto de observações e hipóteses que deram origem à química científica.
Publicou em 1789 o "Tratado Elementar da Química" e nele Lavoisier deu a conhecer uma lista de “substâncias simples que não poderiam ser decompostas por qualquer tipo de processo de análise”, ou seja, deu a conhecer uma lista de elementos, dividindo-a em vários grupos.
Construiu uma tabela com 33 elementos. Dmitri Mendeleev O raio atómico é uma das propriedades periódicas dos elementos químicos, e representa a distância entre o centro do núcleo de um átomo e a camada mais externa (camada de valência). O raio iónico, como o próprio nome indica, refere-se ao valor designado para o raio de um ião num sólido cristalino, baseado no pressuposto de que os iões possuem uma forma esférica. Os iões apresentam um tamanho superior ou inferior
ao do átomo de onde provêm consoante sejam aniões
(iões negativos) ou catiões (iões positivos).

Ião positivo ou catião - o raio iónico é menor que o raio atómico devido à perda de um ou mais electrões (que pode corresponder à perda de um nível ou camada), mantendo a mesma carga nuclear.
Ião negativo ou anião – o raio iónico é maior que o
raio atómico devido ao ganho de um ou mais
electrões mantendo a mesma carga nuclear. Energia de Ionização é a energia necessária
para remover um ou mais eletrões de um átomo
isolado no estado gasoso. O tamanho do átomo
interfere na sua energia de ionização. Se o átomo for grande, a sua energia de ionização será menor. A Tabela periódica dos elementos químicos é a disposição sistemática dos elementos químicos, na forma de uma tabela, em função de suas propriedades. É muito útil para prever as características e tendências dos elementos atómicos.
O árduo trabalho por parte de algums cientistas levou à "construção" da Tabela Periódica atual. Vários anos de pesquisa e dedicação por parte destes cientistas, tornaram-nos merecedores de prémios ficando os seus nomes para a história da evolução da Tabela Periódica, na Química. Afonso Teles – 10A nº1
Ana Amado – 10A nº2
Fernando Monteiro – 10A nº8
Hugo Silva – 10A nº9 Jöns Jacob Berzelius (1779-1848) (1770-1789) Construiu uma tabela de "pesos atómicos". Introduziu as letras para simbolizar os elementos.
Num período de dez anos estudou em torno de dois mil compostos químicos, descrevendo vários elementos químicos até então desconhecidos: o cério , o selénio e o tório. Johann Döbereiner (1780 – 1849) Organizou as tríades, grupos de 3 elementos com propriedades semelhantes.
Iniciou a noção de grupo. John Newlands Os elementos já conhecidos (>60) foram organizados por ordem de "pesos atómicos". Odenou os elementos químicos com propriedades semelhantes, em 11 grupos, nos quais, os elementos semelhantes possuíam massas em uma relação de multiplicidade 8.
Propôs a Lei das Oitavas e iniciou a noção de período. Lothar Meyer (1837 - 1898) (1830 - 1895) Compilou uma tabela periódica de 56 elementos baseada na periocidade das propriedades com o volume molar em função do peso atómico. Organizou um tabela baseada nos "pesos"atómicos mas tendo em conta, simultaneamente, os elementos e as propriedades semelhantes entre eles.
Deixou espaços vazios para os elementos ainda não conhecidos e previu as suas propriedades (os elementos eram o gálio, escândio e germânio). A ordem dos elementos era alterada se as suas propriedades assim o ditavam, como, por exemplo, o telúrio era mais pesado que o iodo mas aparecia primeiro na Tabela Periódica. (1834 - 1907) William Ramsay (1852 - 1916) Descobriu cinco elementos gasoso inertes, os denominados gases nobres: o árgon em 1894, o hélio em 1895 e posteriormente o Krípton, o néon e o xénon. (1887 - 1915) Determinou o número atómico de cada um dos elementos.
Modificou a " Lei Periódica" para que fosse entendida como a variação periódica das propriedades dos elementos em função dos seus números atómicos. Glenn Seaborg (1912 - 1999) Sintetizou os elementos transuranianos (os elementos depois do urânio na Tabela Periódica). Outras versões da Tabela Periódica Existem outras versões diferentes da tabela periódica. Quase todas estão divididas nos mesmos grupos e períodos. No entanto, acentuam algumas relações entre os elementos químicos. Outra versão conhecida da tabela periódica é indicada na figura, as linhas evidenciam uma pronunciada semelhança no comportamento
químico dos elementos. Uma tabela periódica um pouco invulgar. Nesta Tabela Periódica os elementos estão organizados de acordo com o nível de energia preenchido. O raio atómico cresce conforme aumenta o número de camadas e diminui com o aumento do número atómico. Assim, num mesmo grupo, o raio aumenta
de cima para baixo. E, no mesmo período,
da direita para a esquerda. A energia de ionização, regra geral, aumenta ao longo
de um grupo e diminui ao longo de
um período. Bibliografia http://www.explicatorium.com/Tabela-periodica.php
http://www.infopedia.pt/$raio-ionico
http://www.infoescola.com/quimica/energia-de-ionizacao/
http://www.infoescola.com/quimica/raio-atomico/
http://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/Raio_at%C3%B3mico
http://www.tabelaperiodicacompleta.com/propriedades-periodicas Conclusão A Tabela periódica dos elementos químicos é a disposição sistemática dos elementos químicos, na forma de uma tabela, em função de suas propriedades. É muito útil para se preverem as características e tendências dos átomos.A primeira descoberta científica de um elemento, ocorreu em 1669, quando o alquimista Henning Brand descobriu o fósforo. Durante os 200 anos seguintes, foi adquirido um grande volume de conhecimento relativo às propriedades dos elementos e seus compostos, pelos químicos. Com o aumento do número de elementos descobertos, os cientistas iniciaram a investigação de modelos para reconhecer as propriedades e desenvolver esquemas de classificação. Tabela Periódica atual. Quanto menor for o raio atómico de um elemento, maior será a energia de ionização, necessária para retirar um eletrão do seu átomo. SIMÕES, Teresa Sobrinho; QUEIRÓS, Maria Alexandra; SIMÕES, Maria Otilda, Química em contexto 10, Química – Física e Química A, Porto Editora, 2012, pág. 73 As Trìades (Döbereiner) A Lei das Oitavas (Newland) Tabela Periódica de Mendeleev Elementos descobertos por Ramsay Tabela Periódica (Lothar Meyer) Elementos sintetizados por Seaborg (transuranianos)
Full transcript