Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Alegria

No description
by

mélanie pinto

on 25 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Alegria

«Quando a alegria de um coração cristão se derrama nos outros homens, ali gera esperança, optimismo, impulsos de generosidade na fadiga quotidiana, contagiando toda a sociedade.»

João Paulo II
Esta é uma história que retrata de forma simples e tomando como exemplo as flores, a forma como, muitas das vezes, julgamos quem é diferente de nós. Apesar de serem várias as pessoas que aceitam as diferenças, existe sempre pelo menos um momento em que, ainda que inconscientemente, são formados juízos de valor acerca de outrém.
No entanto, este texto retrata a forma como diversos elementos se juntaram em favor da diferença, mostrando que a diferença não tem de ser algo negativo, muito pelo contrário.
Não é por alguém nascer sem um dos membros, possuir uma doença genética, uma deficiência, ou outra condição física ou psicológica, que perde valor ou direitos. Somos todos iguais e o facto de existirem doenças e entraves na vida já é demasiado injusto para que depois ainda exista discriminação.
Todos temos a obrigação de lutar pela nossa felicidade, só assim poderemos vivenciar momentos de grande alegria.
«Vivei sempre alegres, orai sem cessar, dai graças em todas as circunstâncias»

desejo de Deus segundo São Paulo
Nariz vermelho
Alegria

A operação Nariz Vermelho é um dos melhores exemplos de promoção da alegria. Esta instituição tem como principal objetivo assegurar de forma contínua um programa de intervenção dentro dos serviços pediátricos dos hospitais portugueses através da visita de palhaços profissionais.
Para isso, garante visitas semanais, durante 42 semanas por ano aos 13 hospitais abrangidos pelo programa. A equipa de artistas é constituída por 22 Doutores Palhaços e nos bastidores trabalham 8 profissionais.
Associações/Operações que contribuem para a alegria

Operação nariz vermelho
AVA ( Associação de Solidariedade Social Viver em Alegria)
Kastelo
Missão Sorriso
Código dá 20
Make a Wish
Haverá motivos para a alegria no mundo em que vivemos ou, até mesmo, será possível a alegria?
«Anuncio-vos uma grande alegria, que o será para todo o povo: nasceu-vos um Salvador.»
Como cristãos temos um Deus em quem acreditamos e a quem pedimos ajuda para a grande caminhada que é a nossa vida. Somos alegres porque sabemos que alguém superior a nós nos protege e ama incondicionalmente apesar das nossas falhas e imperfeições.

Aquilo que como crentes nos tranquiliza é o facto de termos a certeza de que no fim nunca iremos ficar sozinhos, nunca seremos abandonados pelo Pai.
É ao sermos alegres que anunciamos e testemunhamos o Evangelho, portanto, um cristão alegre é um cristão completo, realizado e capaz de pregar a palavra de Deus para que sejam cada vez mais aqueles que acreditam na palavra do Senhor.

Deus quer que mudemos o mundo, que o tornemos alegre, que mostremos a quem quer desistir da felicidade que somos nós que a fazemos e que há sempre uma saída; que todos temos como principal objetivo ser felizes e que, mesmo quando pensamos que perdemos essa oportunidade, um caminho se abre e sorrimos.
"No nosso mundo, acredito que tudo é possível de existir, a alegria nao é exceção, aliás, há algo mais bonito que ver a alegria dos outros?

Alegria de existir, de saber que gostam de nós, que se preocupam connosco. A alegria cria-se com pouca coisa, por exemplo, em África com um simples objeto cria-se alegria nas crianças. Pensamos que são pobres ou que não têm ninguém, que não são capazes de ser alegres. Quem pensa assim não sabe bem o que é a vida, a alegria afasta alguns problemas, na minha opinião."

Edmilson Ribeiro
"Até mesmo os pequenos motivos podem dar uma grande alegria, por isso, sim, a alegria é possível. Vivemos num mundo de imensas faces: a boa e a má; a da ajuda e do egoísmo; a do carinho e a da agressividade; a da confiança e da traição; a do amor e a do ódio …

Em toda a nossa vida vamos viver um bocadinho de todas as faces porque somos humanos e por isso não somos perfeitos... mas sempre com o objetivo de viver mais as boas faces para sermos felizes, porque isso é que nos dá o gosto de viver.

(E mais… muitas pessoas são felizes… mas penso que poucas são muito felizes… sabem porquê? Porque poucos têm os amigos e a família que eu tenho… obrigada amiguitos, por tudo, eu amo-vos com todas as letras e faço tudo o que seja melhor para vocês. Beijocas grandes, Joana Da Silva e Gomes)"
"O mundo em que vivemos talvez não seja como o idealizamos. Não é de todo perfeito e está longe de o ser. No entanto, a nossa vida é feita de pequenos momentos e recordações. E atrevo-me até a dizer que: a maior parte deles não poderiam ser mais perfeitos. Não temos é a capacidade de classificá-los como tal.

Aquela tarde passada sem fazer nada deitada na relva… aquele jantar de despedida de um amigo que se vai embora mas que fica para sempre no coração…a recordação de quando nos despedimos de ente querido que parte mas que fica para sempre na nossa memória. Muitos desses momentos são dolorosos… mas quantas vezes não dávamos tudo para os reviver? Não será isso sinónimo de alegria? Sim a alegria existe e está sempre presente no nosso dia-a-dia.

Pequenos motivos que nos tornam mais felizes e nos fazem ter força para continuar a viver de uma forma intensa."
Ana Raquel Ferraz
"Talvez não. Embora o Homem tenha aprendido a partilhar, esquece-se de pensar nos outros quando cresce.

Ao crescer perde a capacidade de acreditar e vê a vida fora da sua bolha, entra num mundo arbitrário e individualista.

Infelizmente, numa sociedade teatral erguida sob aparências e omissões, ninguém dá sem procurar receber algo em troca.

Desta forma poder-se-á concluir que não existe pobreza de facto, mas sim pobres de espírito, pois até o mais carente consegue encontrar a felicidade mais pura no simples e no mundano.

Contudo, independentemente da sua classe social ou situação económica, só o serão aqueles que forem capazes de manter viva a esperança dentro de si e de a partilhar com o mundo.

Assim, aqueles que derem valor ao que têm Hoje e não o que gostariam de ter Amanhã, terão sempre motivos para acreditar na verdadeira felicidade, porque esses já a terão presente nas suas vidas ao receber e partilhar."
Davide Silva



O que é, para ti, a alegria?
"A alegria é uma pessoa feliz.
A alegria é um sorriso rasgado.
A alegria é uma pessoa a saltar, a dançar, aos pulos, a brincar..."

Quando é que sentes a alegria?
"
Quando vou para o meu papá, quando durmo, quando eu brinco, quando leio!"
Ângela da Silva
Full transcript