Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Classificação dos Sistemas

No description
by

Nelio Herzmann Junior

on 21 August 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Classificação dos Sistemas

Classificação dos Sistemas
I. Sistemas Fechados e Abertos
Sistemas Fechados são assim chamados por serem considerados isolados de seu ambiente; isto é, sem receber influência qualquer ao mesmo e também sem permitir influenciar o meio ambiente externo.
O Sistema Aberto tem relações de troca e interdependência dos demais sistemas a sua cerca, com abordagem sistêmica e possibilitando receber influências e influenciar os outros sistemas externos a ele.
As empresas devem ser sistemas abertos, com integridade, planejamento, normas, procedimentos, regras, envolvimento das pessoas, tudo de forma estruturada e organizada, possibilitando uma dinâmica de funcionamento sistêmico e integrativo.
II. Sistemas Naturais
A maioria dos sistemas naturais não é feita por pessoas. Eles são encontrados na natureza e, de modo geral, servem a seus próprios propósitos.

É conveniente dividir esses sistemas em duas subcategorias básicas: sistemas físicos e sistemas vivos.
Os sistemas físicos incluem exemplos tão diferentes como:

Sistemas Estelares: galáxias, sistemas solares, etc.
Sistemas Geológicos: rios, cadeias de montanhas, etc.
Sistemas Moleculares: organizações complexas de átomos.

Os sistemas físicos são interessantes de serem estudados porque, como humanos, muitas vezes tentamos modifica-los.

Desenvolvemos, também, diversos sistemas, incluindo-se aí os sistemas em computadores, que devem interagir harmoniosamente com os sistemas físicos; dessa forma é importante estarmos capacitados a modelar esses sistemas para nos assegurarmos que os entendemos tão bem quanto possível.

Os sistemas vivos, naturalmente, abrangem as miríades de animais e plantas em volta de nós e também a espécie humana.
III. Sistemas feitos pelo homem
Como vimos, alguns sistemas são construídos, organizados e mantidos por seres humanos.
Entre eles podemos considerar:

Sistemas Sociais: organizações de leis, doutrinas, costumes, etc.
Sistemas de transporte: redes rodoviárias, canais, linhas aéreas, petroleiros e semelhantes.
Sistema de Comunicações: telefone, telex, sinais de fumaça, sinais manuais utilizados pelos comerciantes atacadistas, etc.
Sistemas de manufatura: fábricas, linhas de montagem, etc.
Sistemas Financeiros: contabilidade, inventários, livros-razão, controle de estoques, entre outros.

Hoje, a maioria desses sistemas usa computadores; na verdade, muitos deles não poderiam sobreviver sem os computadores. Contudo, também é importante ressaltar que esses sistemas já existiam antes que surgissem os computadores; alguns deles, na realidade, não estão ainda totalmente computadorizados e podem permanecer assim por muitas décadas mais.
Sistemas Automatizados
Os Sistemas Automatizados são sistemas feitos pelo homem, que interagem ou são controlados por um ou mais computadores.
A divisão dos sistemas automatizados é feita pela aplicação: sistemas industriais, sistemas de contabilidade, sistemas de defesa militar, etc.
Vemos abaixo, uma divisão mais prática dos sistemas automatizados:

Sistemas Batch
Sistemas On-Line
Sistemas Real-Time (Tempo Real)
Sistemas Empresa
Sistemas baseados no conhecimento (Sistemas Especialistas)

1. Sistemas Batch

Os Sistemas Batch (Processamento em lotes) consistem em deixar acumular os dados referentes a determinado período e processar todos estes dados de uma só vez.

Esta modalidade de processamento apresenta a desvantagem de uma defasagem entre o momento em que se origina a informação e o momento em que ela é acessada.

Nos sistemas de processamento em lote, as informações são normalmente recuperadas na modalidade sequencial, o que significa que o sistema de processamento lê todos os registros do banco de dados para encontrar um único.


2. Sistemas On Line

Significa que o sistema só funciona quando conectado ao computador, não gravando as ligações de entrada ou saída, quando o micro estiver desligado.

Os usuários podem interagir com o computador através de terminais que podem estar localizados a centenas de milhas de distância de outros terminais e do próprio computador.

Outra característica de um sistema on-line é que os dados armazenados, isto é, os arquivos de banco de dados, são habitualmente organizados de forma tal que os dados individuais podem ser recuperados e ou modificados rapidamente sem necessariamente precisar ter acesso a outros dados do sistema.

3. Sistemas de Tempo Real (Real-Time)

Um sistema de processamento em tempo real pode ser definido como aquele que controla um ambiente pelo recebimento de dados, seu processamento e apresentação dos resultados com rapidez suficiente para afetar o ambiente naquele momento.

A expressão “rapidez suficiente” está, naturalmente, sujeita a muitas interpretações.

Evidentemente existem muitos sistemas on-line: sistemas bancários, sistemas de reserva de passagens aéreas, sistemas de controle de estoques – que se espera que reajam em um ou dois segundos às mensagens digitadas no terminal.

Entretanto, na maioria dos sistemas de tempo real, o computador deve reagir em milissegundos e às vezes microsegundos às entradas recebidas.

Isto é característico dos seguintes tipos de sistemas:
Sistemas de controle de processos – sistemas de processamento usados para monitorar e controlar refinarias de petróleo, processos da indústria química, operações de moagem, etc.
Sistemas de caixa automático – os “caixas eletrônicos” que muitos de nós usamos para pequenos depósitos e retiradas em um banco são exemplos.
Sistemas de obtenção de dados de alta velocidade – são exemplos os sistemas de processamento que recebem dados de telemetria de alta velocidade de satélites em órbita, ou computadores que recebem maciças quantidades de dados de experiências laboratoriais.
Sistemas de orientação de mísseis – sistemas de processamento que acompanham a trajetória de um míssil e fazem contínuos ajustamentos na orientação e ativação dos propulsores do míssil.
Sistemas de comumunicação telefônica – sistemas de processamento que monitoram voz e transmissão de dados entre milhares de chamadas telefônicas, detectando os números discados, condições de no-gancho e fora-do-gancho e todas as outras inúmeras condições de uma rede telefônica típica.
Sistemas de monitoramento de pacientes – sistemas de processamento que monitoram diversos “sinais vitais” de pacientes (temperatura e pulso) e administram a medicação ou soam um alarme se esses sinais vitais se alteram além de certas condições predeterminadas.
4. Sistemas Empresa
Uma Empresa é considerada como um sistema aberto, pois interage continuamente com o meio externo.

Internamente, uma empresa é constituída por várias áreas funcionais que através de um processo total de interação vão formar toda a organização.

Sistemas de Automação e Operacionais

a) Foco no processamento, fluxo e armazenamento de dados no nível operacional
b) Processamento de transações operacionais
c) Arquivos integrados para atividades afins
d) Relatórios para acompanhamento e conferência de dados

Sistemas Gerenciais (Informações Gerenciais)

a) Foco na informação direcionada a gerentes de nível médio
b) Fluxo de informações estruturado
c) Integração de sistemas por área funcional (sistema de informação comercial, de informação financeira, etc)
d) Geração de relatórios e consultas, normalmente com o uso de computador.

Sistemas Gerenciais (Apoio à Decisão)

a) Voltados para problemas menos estruturados e menos especificados.
b) Buscam incluir ferramental de recursos que facilitam o uso por pessoal não qualificado em informática
c) Servem de apoio a todas as etapas do processo decisório (captação do problema, elaboração de soluções e implementação).
d) Enfatizam a flexibilidade e adaptabilidade para acomodar mudanças no ambiente de negócios e na abordagem de tomada de decisão utilizada pelo usuário.

Sistemas Estratégicos

a) Direcionado para disponibilidade imediata
b) Eficiência para análise de tendências
c) Direcionado aos fatores críticos de sucesso
d) Facilidade para ação gerencial e tomada de decisão.

5. Sistemas Baseados no Conhecimento
Uma expressão relativamente nova na indústria do processamento é “sistemas especialistas” ou “sistemas baseados no conhecimento”.

Esses campos são associados ao campo da inteligência artificial.
A meta dos cientistas da computação que trabalham no campo da inteligência artificial é a produção de programas que imitem o desempenho humano em uma ampla variedade de tarefas “inteligentes”.
No caso de alguns sistemas especialistas essa meta está próxima de ser atingida.

Nos demais casos, apesar de ainda não sabermos como construir programas que funcionem bem por eles mesmos, podemos começar a elaborar programas que auxiliem as pessoas de forma significativa, na execução de suas tarefas.
Um sistema especialista é um programa que tem embutido o conhecimento e a capacidade que o permitirão funcionar como especialista.
Desempenho especialista significa, por exemplo, o nível de desempenho de um medidor em diagnose e terapêutica, ou de doutores ou pessoas de grande experiência em exercer tarefas de engenharia, científicas ou administrativas.
Muito obrigado
Desenvolva a atividade sugerida pelo professor
Equipes:

1 - Sistema Natural;
2 - Sistema Criado pelo homem;
3 - Sistema Empresa;
4 - Sistema baseado no conhecimento.

a) Criar o exemplo sistema;
b) Explicar o funcionamento do sistema;
c) Descrever a interação com outras classificações de sistema.
Full transcript