Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

SEMINÁRIO OI

No description
by

Lídia Ornelas

on 31 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SEMINÁRIO OI

Reestruturação Produtiva e Precarização do Trabalho da Indústria de Calçados no Brasil
Vera Lúcia Navarro
Alunos:
Bruna Biasotto
Helen Albani
Lídia Ornelas
Luis Felipe

Professora:
Fernanda
Introdução:
A partir da década de 90 o acirramento da globalização dos mercados aumentou a concorrência entre os produtores mundiais de calçados.


As principais mudanças no interior das fábricas foram redução de postos de trabalho, utilização do trabalho em grupo e rotação de tarefas.

Características da Indústria de Calçados no Brasil
Setor importante da economia do país;

Segundo a ABIC, a indústria atacadista emprega
diretamente cerca de 200 mil pessoas e é responsável pela produção de 600 milhões de pares por ano, sendo que cerca 190 milhões são destinados à exportação.

Os principais polos produtores nacionais estão localizados nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Paraíba e Ceará.

Características da Indústria de Calçados no Brasil
Com a intensificação da
concorrência nos mercados
interno e externo fez com
que fosse intensificado o
processo de reestruturação
produtiva;

Objetivando o aumento da competitividade, as empresas implementaram mudanças
nos processos produtivos que visaram a redução de custos, a melhoria da qualidade e o aumento da produtividade;

Essas mudanças resultaram em redução de postos de trabalho nas fábricas, desemprego, intensificação do ritmo de trabalho e aumento das horas trabalhadas;

Características da Indústria de Calçados no Brasil
REESTRUTURAÇÃO

TRANSFERÊNCIA DA PRODUÇÃO PARA FORA DA FÁBRICA

SUBCONTRATAÇÃO

Exigências do mercado

1990

1980

A Reestruturação Produtiva

A REESTRUTURAÇÃO NO PROCESSO DE PRODUÇÃO:

Redução dos postos de trabalho ( principalmente nas tarefas auxiliares )

Trabalho em Grupo ou célula de produção ( Reagrupamento de tarefas antes realizadas individualmente )

Trabalhador Multifuncional

Base Tecnológica



ACABAMENTO

MONTAGEM

COSTURA

CORTE

MODELAGEM

PROCESSO DE PRODUÇÃO

São unidades produtivas geralmente formadas por ex-funcionários das fábricas.

São muito heterogêneas em sua composição

Meio de terceirização das Indústrias de Calçados

BANCAS E ATELIÊS
Intensificação e maior controle do trabalho no chão de fábrica.

Precarização das condições e relações de trabalho a partir do processo de terceirização.

Esses trabalhadores terceirizados (ateliês, bancas e os que trabalham a domicílio) são mais vulneráveis as oscilações do mercado – sazonalidade no setor calçadista - por não possuírem vínculo empregatício formal com a empresa.
Análise dos Dados
Quando a indústria recebe grandes encomendas,
o trabalho é repassado para terceiros. No caso de
encomendas menos expressivas, o trabalhador deixa
de receber o trabalho.

Esses trabalhadores não possuem registro em carteira,
não estão cobertos pelas garantias sociais previstas na
legislação trabalhista, como férias, descanso semanal
remunerado, licença maternidade, auxílio doença/entre
outros.

Análise de Dados
Quando as bancas ou ateliês são instalados
no domicílio do trabalhador, o trabalho invade
e perturba o espaço destinado à família.

No início da década de 1990, as empresas demitiam os trabalhadores e repassavam serviços para os mesmos realizarem em seus domicílios.

Análise de Dados
Em Franca, algumas empresas calçadistas diante da pressão do Sindicato
dos Trabalhadores, repassam o trabalho para ser realizado a domicílio para seus funcionários, mantendo os vínculos formais de trabalho.

Mesmo assim, a quantidade de produção exigida desses trabalhadores, faz com que o processo de terceirização se torne em quarteirização.

Indústria Calçadista Francana
Repasse dos custos de produção (espaço físico, luz, água, manutenção de maquinários);

Corte de pessoal, concentrando em seu interior atividades menos intensivas de trabalho, renovando seu aparato tecnológico e resultando em ganhos de produtividade e repassando para terceiros as atividades mais intensas de trabalho.

Vantagens da Terceirização
OBRIGADA!!!
Full transcript