Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Discriminação das Mulheres

No description
by

Inês Ferreira

on 26 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Discriminação das Mulheres

Discriminação das Mulheres Introdução Mundo Ocidental África Ásia Reflexão Filosófica Mundo Ocidental África Ásia Portugal Mundo Ocidental O papel das mulheres ocidentais na sociedade é muito distinto do das mulheres nos restantes continentes. No entanto este tem vindo a alterar-se bastante ao longo dos tempos. Nova Zelândia 1893 - 1º país a conceder o direito ao voto às mulheres. Reino Unido 1897 - 1º movimento sufragista. 1918 - Foi decretada uma lei que permitia o direito ao voto pelas mulheres. 1931 - Carolina Beatriz Ângelo foi a primeira portuguesa a votar. Nesse mesmo ano foi decretada uma lei que permitia este direito a todas as portuguesas. Portugal Só após a 1ª Guerra Mundial é que os Direitos das Mulheres começaram a ser respeitados. Os Direitos das Mulheres são iguais aos Direitos Humanos. Antes 25 Abril:
Lida doméstica; Hoje:
Discriminadas no emprego;
Violência doméstica;
Superioridade académica;
Entidades que lutam pelas mulheres; África Angola Moçambique Ásia Principais formas de discriminação Procedimento da polícia e instituições estatais ou oficiais Formas de combater a discriminação (reforma judicial, policial e social); investir na educação das mulheres; criação de novas leis. China A política do estado, utilizada para o controlo da natalidade, e a supremacia do filho homem, são as principais formas de discriminação. Instituições como a Amnistia Internacional têm um papel importante no combate à discriminação das mulheres. Arábia “As mulheres da zona do Golfo resumem-se a um banal véu e a pouco mais.” (retirado de “A Mulher Portuguesa”) Índia Lei do Dote Aborto e Morte de Crianças à nascença “Bride Burning” Casamento Infantil Violência Doméstica Violação Tráfico de Mulheres Reflexão Filosófica Entrevista à Srª deputada Maria da Conceição Pereira Vídeo "Igualdade é Desenvolvimento" Mundo Ocidental Os Imperativos culturais são muitas vezes geradores de intolerâncias, de negligências atrozes e criminosas. Estas práticas toldam a capacidade do indivíduo de discernir sobre a verdadeira natureza, essência e matriz do ser humano. Entrevistas a cidadãos portugueses no âmbito da discriminação das mulheres Perguntas: 1. De um a dez, em quanto avalia a discriminação das mulheres em Portugal? 2. Em que situações observa a discriminação das mulheres? 3. Concorda com a igualdade entre géneros? Vídeos Comparação: Conclusão Trabalho realizado por:
Alexandra Silva n.º 2 10º5º
Inês Ferreira nº17 10º5º
Raquel Carvalho nº26 10º5º
Telma Cabral n.º29 10º5º Para a co-existência de todos os seres humanos é necessário que haja respeito. Direitos das mulheres não são respeitados pela maior parte dos países
herança
propriedades
custódia e guarda dos filhos
acesso limitado à educação, saúde e justiça
Têm diversas obrigações
Violência bastante frequente Mutilação genital feminina Amputação do clitóris para que a mulhar não possa sentir prazer durante o ato sexual
A sua prática traz riscos de saúde e é bastante dolorosa
Objetivo de controlar a sexualidade das mulheres
Tem vindo a aumentar
A sua prática viola inúmeros direitos Zimbabwe 87,4% das mulheres e crianças deficientes foram sexualmente abusadas
52,4% vivem com o vírus da SIDA Graves índices de analfabetismo:
66% para as mulheres
46% para os homens Casamentos prematuros e forçados
24% das mulheres entre os 15 e 19 anos já tem dois filhos Os grandes responsáveis por esta discriminação são os governos. Kate Sheppard Portugal Portugal África Ásia Bibliografia Para a realização deste trabalho consultámos os seguintes sites:
http://www.ohchr.org/EN/Issues/Discrimination/Pages/discrimination_women.aspx
http://www.unwomen.org/focus-areas/?show=ViolenceagainstWomen
http://europa.eu/legislation_summaries/employment_and_social_policy/equality_between_men_and_women/index_en.htm
http://msdcentro.org/
http://jpn.c2com.up.pt/2008/03/20/mulheres_em_portugal_situacoes_gritantes_de_discriminacao_persistem_.html
http://www.mulherportuguesa.com/gravidez-a-familia/leis-a-direitos/1550-a-situacao-das-mulheres-em-portugal
http://www.amnistia-internacional.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=41&Itemid=54
http://www.endfgm.eu/en/
http://www.eusou.com/premium/cronicas.asp?det=1354
http://www.bostream.nu/tributos/Mulheres/mulher_afr.htm
s.onjur.com.br/dl/factsheetafrica.pdf
http://www.fidh.org/IMG//pdf/Mozambique300408portug.pdf
http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/16492/1/EDUCA%C3%87AO%20ANGOLA%20DESIGUALDADE%20GENERO.pdf
http://www.africa4womensrights.org/public/Documents_de_campagne/DeclarationPORTfinal.pdf
http://www.humanrights.asia/news/ahrc-news/AHRC-STM-047-2012
http://www.mulherportuguesa.com/gravidez-a-familia/leis-a-direitos/1868
http://www.mulherportuguesa.com/gravidez-a-familia/leis-a-direitos/1670-na-arabia-veus-que-escondem-rostos
http://www.netprof.pt/netprof/servlet/getDocumento?id_versao=8956
http://feministactual.wordpress.com/2007/12/02/india-%E2%80%9Cum-terrivel-lugar-para-nascer-mulher%E2%80%9D/
http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&sl=en&tl=pt&u=http%3A%2F%2Fen.wikipedia.org%2Fwiki%2FWomen_in_India
http://mulherfimdiscriminacao12c.blogspot.pt/2010/01/discriminacao-da-mulher-em-alguns.html
Full transcript