Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Imunologia do virus influenza associada a pneumonia bacteriana

No description
by

Duarte Silva

on 19 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Imunologia do virus influenza associada a pneumonia bacteriana

The immunology of influenza virus-associated bacterial pneumonia
Interferões
Proteínas sinalizadoras criadas e libertadas pelas células do hospedeiro numa resposta contra agentes patogénicos
Fagócitos
Suscetibilidade genética à infeção
Recetor TLR / IL-1
Keven M Robinson, Jay K Kolls and John F Alcorn

Diogo Gameiro | Duarte Silva | Fábio Abreu
Fernando Albuquerque | Helena Melanda | Rui Cunha

IMUNOLOGIA
HIES
mutações nos genes MYD88 e IRAK4
suscetibilidade infeções piogénicas
mutações genes NEMO e IKBA
fraca imunidade a infeções micobacterianas
produzem células T e B específicas mas são incapazes de gerar respostas especificas a pneumococus
células TH17 específicas a bactérias
mutação STAT3
falta de atividade antibiótica induzida por
S. Aureus
(quimiocinas e peptideos antimicrobianos)
PACIENTES COM HIES SÃO MAIS SUSCETIVEIS A INFEÇÕES
Não existem evidências que estas mutações influenciam a sobreinfeção bacteriana relacionada com o virus influenza
Influenciam a sobreinfeção e a infeção só por si
Terapêutica
Dexametasona
Ampicilina
Azitromicina
Linezolida
Vancomicina
Clindamicina
Imunoterapias
que inibam quimocinas, recetores de quimocinas ou TLRs
Virus Influenza
Pneumonia Bacteriana Secundária
Macrófagos
Neutrófilos
Células infectadas por vírus libertam interferões fazendo com que as células vizinhas aumentem as suas defesas anti-virais
Estudos
Vírus influenza utiliza os interferões para diminuir as defesas extracelulares do hospedeiro
I IFN (IFN e IFN )
II IFN (IFN )
Influenza (1 dia)
S. Pneumoniae (5 dias)
Influenza (1 dia)
Ratos “deficientes” no receptor dos I IFN
Ratos Selvagens
Ratos “deficientes” no receptor dos I IFN
Ratos Selvagens
Ratos Selvagens
CXCL1 e CXCL2
Influenza
S. Pneumoniae
Influenza
S. Pneumoniae
Ratos com Setdb2

Passado 5 dias:
CXCL1
Recrutamento de neutrofilos
Carga bacteriana

vs Ratos selvagens
Inibem a IL-23 que é necessária:
Produção da imunidade do tipo 17
Eliminação efetiva da sobreinfecção

Indutores de I IFN
vs
Passado 6 dias:
IL-17 produzida por T
IL-17 produzida por TCD4+


Influenza

S. Aureus

S. Aureus
Resultados idênticos para
S. Pneumoniae
Influenza

S. Aureus
I IFN
Recrutamento de macrófagos
Produção de CCL2

Colonização bacteriana
sinal produzido pelo I IFN interfere com o recrutamento de neutrófilos e IL-17 fazendo com que haja menor capacidade de eliminar bactérias

Influenza (1 dia)
S. Pneumoniae (5 dias)
Ratos “deficientes” no receptor dos II IFN
Indutores de II IFN
Inibem a fagocitose das bactérias pelos macrófagos
Inibem a expressão do receptor MARCO
Estudos com IL13
Controlo negativo sobre o II IFN
Apenas nos 3 primeiros dias onde a sobreinfecção não é provável

Bloqueando os receptores IL-13 R 2 há diminuição da carga bacteriana nos pulmões
Passado 7 dias há diminuição da IL-13 e aumento de II IFN

Conclusão
Bibliografia
O influenza não induz defeito na eliminação de
S. aureus
24h após a infeção

Mecanismo de patogénese independente de fagocitose
Defeitos ao nível dos macrófagos e dos neutrófilos, associados à síntese de ROS
NADPH Oxidase
ROS
produz
destruir bactérias nos fagossomas
Ratinhos com deficiencia em NADPH OXIDASE

Ratinhos mosaicos
(com neutrófilos normais e com deficiencia)

Deficiencia na eliminação de S. aureus dos pulmões, com ou sem infeção viral
Defeito funcional nos fagócitos durante a super-infeção

Sobreexpressão do fator estimulante de colónias de granulócitos/macrófagos
produção de ROS pelos macrófagos
Morbidade
Mortalidade
concentração da bactéria

NETs
Peptideos Antimicrobianos
O efeito citotóxico dos NET’s deve-se aos componentes proteicos antimicrobianos, como:
histonas, defensinas e mieloperoxidases
ligam-se à superficies capilares pulmonares
DANO PULMONAR
patologia pulmonar devida à libertação de neutrófilos associados a proteínas citotóxicas
Infeção por vírus complicada secundariamente por S.pneumoniae
NETs
Defeito inato no contexto da infeção

Susceptibilidade e gravidade da sobreinfeção bacteriana

independentes de fagócitos

Infeção prévia por Influenza

supressão da IL-17, IL-22 e péptidos antimicrobianos

moléculas essenciais à eliminação da bactéria
(lipocalina 2, CAMP, REG3B, S100A8 e S100A9)
sobreinfeção bacteriana
Suplemento com lipocalina 2

Eliminação de S.aureus

Inflamação nos ratinhos com sobreinfeção

Será o I IFN suficiente para a proliferação da infecção secundaria bacteriana?
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S147149060101941X

http://www.omim.org/entry/300130
Decoy receptors: a strategy to regulate inflammatory cytokines and
chemokines; MANTOVANI, Alberto; LOCATI, Massimo; VECCHI, Annunciata; SOZZANI, Silvano; ALLAVENA, Paola; 2001
Immunopathology in influenza virus infection: Uncoupling the friend from foe; DAMJANOVIC, Daniela; SMALL, Cherrie-Lee; JEYANANTHAN, Mangalakumari; MCCORMICK, Sarah; XING, Zhou; 2012
HAYDEN, Frederick G, Influenza, GOLDMAN, Lee, CECIL, Russel L, SCHAFER, Andrew I, Goldman’s Cecil Medicine, Philadelphia: Elsevier 2012
The Immunology of influenza virus-associated bacterial pneumonia; M ROBINSON, Keven; K KOLLS, Jay; F ALCORN, John
Full transcript